10 de dezembro de 2018

Adoção – licença adotante, salário maternidade, prorrogação da licença

.

Duração da licença

A licença é de 120 dias, período em que o INSS paga integralmente os salários. Desde outubro de 2013, o benefício foi estendido também a homens. A mudança se aplica a solteiros e casais, homoafetivos ou não.

Sendo um casal, o benefício (e portanto, a licença) é garantido a apenas um dos segurados. A regra vale para casos de adoção ou guarda de crianças de qualquer idade..

Durante a licença, é garantida estabilidade no emprego. Na educação básica, a estabilidade se estende por mais 60 dias depois do término da licença, por força da Convenção Coletiva de Trabalho dos professores e dos auxiliares.

 

Como requerer o salário maternidade

O salário maternidade deve ser requerido em agência da Previdência, pessoalmente ou por procuração, com firma reconhecida (pela internet, só é possível se a professora ou o professor  trabalha em uma única escola e mesmo assim, deve ser evitado).

 

Salários durante a licença

A Previdência é responsável pelos salários durante a licença adotante, ainda que a mãe biológica já tenha recebido o benefício quando do nascimento da criança.

O salário maternidade corresponde à remuneração integral da professora ou do professor, com todos os descontos de lei (INSS, IR na fonte). São garantidos os reajustes salariais ocorridos durante a licença e ao pagamento da PLR (educação básica). Para requerer a diferença, é preciso apresentar comprovante ao INSS.

O pagamento mensal é feito diretamente pela Previdência (e não pela escola). Se houver prorrogação da licença (veja abaixo), esse período adicional é pago pela empresa, que depois deduzirá a importância do imposto a pagar.

 

Prorrogação da licença maternidade por adoção
A regra é a mesma para mães biológicas ou adotantes: na iniciativa privada, a licença poderá ser ampliada em até 60 dias.Cabe ao empregador optar pela ampliação da licença e pagar os salários durante esse perído, mediante a inscrição da empresa no Programa Empresa Cidadã, junto à Receita Federal.

A prorrogação deve ser requerida pela professora ou pelo professor diretamente na escola no prazo de até trinta dias do início da licença maternidade.

Recomendadas para você

Os comentários estão desativados.

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio