Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 13 de agosto de 2022

6 de maio de 2022

06/05 – Superior tem assembleia na sexta-feira 13, máscaras nas escolas, Ribeiro ex-MEC perde foro vai para a 1ª instância, e mais: dois milhões de novos eleitores

.

Atenção, Ensino Superior: nova assembleia convocada –
será na sexta-feira, 13
– para azarar o patronal e dar sorte na nossa mobilização! Veja local ou link no seu sindicato.

 

  

 

Estudo reforça a importância de manter máscaras nas escolas
Folha de S. Paulo; 05/05
https://bit.ly/3wbFMIC

O uso disseminado de máscaras de alta qualidade, como a N95 e a PFF2, somado ao monitoramento dos casos de Covid-19 e outras medidas não farmacológicas, pode manter muito baixos os níveis de transmissão do novo coronavírus nas escolas até mesmo em cidades com baixa taxa de vacinação. Já em um cenário em que ninguém usa máscaras, variantes mais transmissíveis como a ômicron poderiam infectar até 80% da população. Essas são algumas das conclusões de um estudo publicado na plataforma arXiv em versão preprint (ainda sem revisão por pares).

O trabalho é liderado por pesquisadores do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) da Fapesp sediado no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação da Universidade de São Paulo (ICMC-USP), em São Carlos.

 

MG: professores e servidores da educação em Minas anunciam ato e greve geral nesta sexta
Rádio Itatiaia; 04/05
https://bit.ly/38RNZtD

Servidores da rede estadual de educação de Minas Gerais farão uma paralisação em defesa do cumprimento do piso salarial para a categoria na Cidade Administrativa, na manhã desta sexta-feira (6). A atividade foi convocada pelo Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG), que cita “paralisação total das atividades” na data.

 

ESCÂNDALO NO MEC

Cármen Lúcia, do STF, manda investigação sobre ex-ministro da Educação para primeira instância
O Globo; 05/05
http://glo.bo/3FkuvtU

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), atendeu ao pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) e mandou para a primeira instância o inquérito que apura suspeitas contra o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, envolvendo a atuação de dois pastores na liberação de recursos do ministério para prefeituras de aliados. A investigação contra Ribeiro foi autorizada pelo STF após pedido da Procuradoria-Geral da República.

O pedido da PGR foi encaminhado à ministra nesta quinta-feira. Para a PGR, o Supremo não é mais a instância competente para o processamento do caso, tendo em vista a exoneração de Ribeiro do cargo de ministro da Educação. Ele era o único, entre os investigados, com prerrogativa de foro junto à Corte. Por isso, a PGR pede para que os autos da investigação sejam enviados a uma das Varas Federais Criminais do Distrito Federal.

 

Presidente do FNDE dará explicações à Câmara sobre pastores e kit robótica
Painel, FSP; 05/05
https://bit.ly/39Bb5oF

O presidente do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), Marcelo Ponte, dará explicações à Câmara dos Deputados no dia 25 de maio sobre as diversas denúncias que têm atingido o MEC (Ministério da Educação) nas últimas semanas.

Entre os pontos que deverão ser objeto de questionamentos estão a participação de pastores em uma espécie de “balcão de negócios” do MEC, na gestão do ex-ministro Milton Ribeiro, a suspeita de aquisição de ônibus escolares superfaturados e o envio, revelado pela Folha, de kits de robótica a preços acima de mercado para localizadas que não têm energia elétrica ou água encanada.

 

MPF vai à Justiça para que governo volte a divulgar dados detalhados do Enem
Folha de S. Paulo; 05/05
https://bit.ly/3sgHnvO

O MPF (Ministério Público Federal) ingressou com uma ação civil pública para que o governo Jair Bolsonaro (PL) retome a divulgação dos dados detalhados do Enem, do Censo Escolar, bem como das informações referente a outros exames e pesquisas. O governo havia restringido o acesso às informações, o que gerou crítica de especialistas.

Em fevereiro, o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) deixou de divulgar parte dos chamados microdados relacionados ao Enem 2020 e ao Censo da Educação Básica de 2021.

 

O NEGÓCIO DA EDUCAÇÃO

MEC autoriza cursos técnicos em faculdades privadas
Valor Econômico; 06/05
http://glo.bo/3Fqgn27

O Ministério da Educação (MEC) assinou, nessa semana, portaria autorizando as instituições de ensino superior privado a ofertarem cursos técnicos, segundo o novo ministro do MEC, Victor Godoy Veiga, que participa de evento promovido pela Associação Brasileira de Ensino Superior Privado (Abmes). Segundo Celso Niskier, presidente da Abmes, as faculdades privadas estão preparadas para ofertar cursos técnicos e conseguem ser mais rápidas dos que instituições públicas.

Ainda segundo o ministro, as visitas para vistoria dos campi poderão ser realizadas de forma virtual mesmo após o fim de pandemia. “Já realizamos 4 mil avaliações nesse formato virtual”, disse o ministro.

 

Ensino superior privado ganha com novas mudanças no ProUni
Sinpro SP; 03/05
https://bit.ly/3FqwJYO

O plenário do Senado Federal votou nesta terça-feira, dia 26, a medida provisória MP 1075, que altera regras do Programa Universidade para Todos, o ProUni. Tanto a MP original como as mudanças aprovadas no Congresso beneficiam diretamente o ensino superior privado e mostram o poder das empresas mantenedoras no Congresso Nacional.

Evidentemente, as medida provisória tem o claro objetivo de ampliar o número de bolsas, beneficiando diretamente as instituições privadas de ensino superior. Mas também as escolas particulares podem sair ganhando, uma vez que a possibilidade de acesso ao ProUni pode ser contribuir para que o aluno permaneça matriculado.

 

 

 

SAÚDE

Número de mortes por covid é quase 3 vezes o oficial, estima OMS
Nexo; 05/05
https://bit.ly/3KTMMzc

Um estudo divulgado pela OMS (Organização Mundial da Saúde) nesta quinta-feira (5) estima que houve aproximadamente 14,9 milhões de mortes causadas direta ou indiretamente pela pandemia de covid-19 ao redor do mundo, número quase 3 vezes maior que os 5,4 milhões de óbitos pela doença contabilizados oficialmente por governos. Essa estimativa, chamada no levantamento de “excesso de mortalidade”, é referente ao período que vai de janeiro de 2020 a dezembro de 2021.

No Brasil, a diferença entre os dados oficiais para o período, que apontaram 619.056 óbitos, e a estimativa da OMS, de 681.267 mortes, foi de 62.211. Segundo o levantamento, 84% das mortes que ocorreram ao redor do mundo se concentraram nas Américas, na Europa e no Sudeste Asiático. Além disso, 57% dos óbitos totais foram de homens e 43% de mulheres.

 

 

 

Eleições 2022: País ganha 2 milhões de eleitores jovens, 47% a mais do que em 2018
Rede Brasil Atual; 05/05
https://bit.ly/3segf0w

Apenas no último mês, a Justiça Eleitoral recebeu quase 9 milhões de pedidos. Número final de eleitores será conhecido em julho

De janeiro a abril, o país ganhou 2.042.817 eleitores de 16 a 18 anos, que poderão participar da votação de outubro. Esse número representa 47,2% a mais em relação a igual período de 2018. E acréscimo de 57,4% sobre 2014. O balanço de eleitores jovens foi divulgado no início da sessão desta quinta-feira (5), um dia depois do final do prazo para regularização e solicitação de títulos. Nos últimos meses, foi feita intensa campanha pelas redes sociais para estimular a participação da juventude.

Apenas em abril, 991.415 eleitores jovens obtiveram o seu primeiro título, 89,7% a mais do que no mês anterior (522.471). O presidente do TSE, ministro Edson Fachin, comemorou afirmado que mais de 2 milhões de novos eleitores de 16 a 18 anos “no dia de outubro comparecerão às urnas para exercer o nobre e digno direito do voto”. Segundo ele, o cadastro superou todos os recordes da Justiça Eleitoral.

No total dos últimos 31 dias, a Justiça Eleitoral registrou 8.951.527 pedidos. Foram 4.5577.342 de forma presencial, nos cartórios, 4.394.185 no formato virtual. Só ontem, no encerramento do prazo, forram mais de 1,3 milhão de atendimentos.

Resposta em até um mês – O TSE lembra que agora é preciso aguardar a análise dos dados. “Todos os requerimentos feitos até o dia 4 de maio serão examinados e respondidos. O prazo de resposta é de até um mês”, informa o tribunal. A partir de agora, não serão mais aceitas solicitações de emissão, transferência e mudança de cadastro.

 

Diretor da CIA disse em julho ao governo brasileiro que Bolsonaro deveria parar de questionar integridade das eleições
UOL; 05/05
https://bit.ly/3shzupQ

RIO DE JANEIRO/WASHINGTON (Reuters) – O diretor da Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA) disse a autoridades de alto escalão do Brasil no ano passado que o presidente Jair Bolsonaro deveria parar de questionar o sistema eleitoral do país antes do pleito de outubro, segundo disseram fontes à Reuters.

Os comentários do diretor da CIA, William Burns, que ainda não haviam sido levados a público, foram feitos em uma reunião a portas fechadas em julho, segundo duas pessoas com conhecimento do assunto, que falaram sob condição de anonimato. Burns era, e continua sendo, a autoridade de maior escalão dos EUA a se reunir em Brasília com o governo Bolsonaro desde a desde a eleição do presidente norte-americano, Joe Biden.

Uma terceira pessoa em Washington com conhecimento do assunto confirmou que a delegação liderada por Burns havia dito a assessores importantes de Bolsonaro que o presidente deveria parar de minar a confiança do sistema eleitoral do Brasil. A fonte não tinha certeza se foi o próprio diretor da CIA quem expressou a mensagem.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio