Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 04 de fevereiro de 2023

4 de fevereiro de 2021

04/02 – ministério público investiga escolas por surto de covid, volta às aulas apressada facilita novos casos, governo afrouxa quarentena, e mais: BBB e a redação do Enem

ATENÇÃO: para o noticiário de 05/02, sexta-feira, veja o link abaixo:

ATENÇÃO: para o noticiário de 05/02, sexta-feira, clique aqui: http://fepesp.org.br/noticia-do-dia/05-02-campanha-decreta-inseguranca-para-volta-as-aulas-aumenta-numero-de-infectados-em-escolas-de-campinas-metodista-em-greve-no-abc-e-mais-o-que-falta-para-condenar-bolsonaro/

FEPESP EXIGE FISCALIZAÇÃO SANITÁRIA NAS ESCOLAS
Celso Napolitano informa em entrevista à TVT que convocou sindicato patronal a fiscalizar protocolos anti-covid nas escolas particulares de São Paulo.
Clique na imagem para assistir ou veja agora, aqui: https://youtu.be/VmsINSxQFGA

Duas escolas de Campinas suspendem aulas após surto de Covid; Ministério Público investiga
Folha de S. Paulo; 03/02
http://bit.ly/3oQKOoeO MP-SP (Ministério Público de São Paulo) pediu explicações a dois colégios de Campinas (SP) após ambos suspenderem as aulas presenciais devido a casos de Covid entre alunos e funcionários.

De acordo com o pedido do promotor Rodrigo Augusto de Oliveira, o Instituto Educacional Jaime Kratz, o Colégio Farroupilha e a Diretoria de Ensino devem informar em até 10 dias detalhes sobre as transmissões e os protocolos de segurança sanitária adotados pelas escolas para prevenção à disseminação do coronavírus.

O promotor solicitou ainda que a Vigilância Sanitária faça uma vistoria nas duas escolas, com envio do respectivo relatório ao MP.

Segundo a EPTV, afiliada da TV Globo em Campinas, foram pelo menos 34 casos entre os funcionários da escola. A escola tem 1.300 alunos, e o início das aulas ocorreu no último dia 25 de janeiro por meio de rodízio. Em cada dia, havia 35% dos alunos presentes na escola.

Na terça (2), foi a vez de o Colégio Farroupilha suspender as aulas presenciais até o dia 14 de fevereiro após uma professora e sua filha, ambas da Educação Infantil, testarem positivo.

 

Volta às aulas: retorno apressado e como isso pode facilitar o surgimento de novos casos de covid-19
Brasil de Fato; 03/02
http://bit.ly/2Lh9Vms

Confira ainda no jornal, reportagem sobre a possibilidade convocação de greve da Federação dos Professores do Estado de São Paulo (Fepesp), contra a retomada das aulas presenciais nas escolas privadas do Estado de São Paulo.

A Fepesp considera o retorno apressado e que isso pode facilitar o surgimento de novos casos de covid-19. Na semana passada, o Tribunal de Justiça de São Paulo derrubou a liminar que havia suspendido o retorno das aulas presenciais nas escolas públicas e privadas do Estado.

Para Celso Napolitano, presidente da Fepesp, o retorno às aulas presenciais em plena fase vermelha do Plano São Paulo vai promover uma maior circulação de pessoas e favorecer o contágio de profissionais e familiares pela covid-19.

Ele teme que as condições de higiene estabelecidas pelo decreto estadual, como limpeza adequada, uso de equipamentos de segurança e limite de alunos, possam não ser seguidas, já que não há como fiscalizar todas as 11 mil escolas particulares do estado.

 

Santa Catarina: profissionais da Educação serão testados para COVID-19 antes do início das aulas
Noticias Itajaí; 02/02
https://bit.ly/36EnR1y

Para garantir um retorno seguro das aulas nas escolas municipais, o município de Itajaí, em Santa Catarina,  realiza a partir desta quarta-feira (3) um mutirão de testagem contra COVID-19 para profissionais da Educação. A ação, promovida pela Secretaria de Educação em parceria com a Secretaria de Saúde, vai testar servidores diretos e indiretos, estagiários e também os que atuam em unidades terceirizadas. As atividades presenciais na rede municipal de ensino iniciam na segunda-feira (8).

Doria usa dados incompletos da covid-19 para afrouxar quarentena em São Paulo
Rede Brasil Atual; 03/02
http://bit.ly/3oP8oSe

Governador eliminou a fase vermelha aos finais de semana para regiões em fase laranja, mas dados indicam que pandemia em São Paulo segue grave.

O governador alegou que houve melhora nos índices da pandemia. No entanto, foram apresentados dados parciais. Os números de novos casos, mortes e pessoas internadas seguem elevados. A redução na taxa de ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) se deu principalmente por aumento de leitos.

 

Pivô da máfia da merenda é denunciado sob acusação de fraude a licitações; apuração mirou tucanos em SP
Folha de S. Paulo; 03/02
http://bit.ly/3jfk5R8

O Ministério Público Federal em São Paulo denunciou, sob acusação de fraude a licitações, um dos pivôs da chamada “máfia da merenda”, um suposto esquema de desvios em contratos durante a gestão do ex-governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB).

O denunciado é Cássio Izique Chebabi, ex-presidente da Coaf (Cooperativa Orgânica Agrícola Familiar). A Procuradoria afirma que ele burlou editais para o fornecimento de produtos destinados à alimentação escolar em 2013 e 2014 em Bebedouro (SP), sede da cooperativa.

 

Posse – A nova Diretoria do SINPRO Campinas e Região, triênio 2021/2023, tomou posse ontem, 02. Assumiu a Presidência do Sindicato a Professora  Conceição Fornasari. A cerimônia de posse, virtual,  contou com a presença de várias entidades sindicais, inclusive do Presidente da CONTEE – Gilson Reis , do Presidente da FEPESP Celso Napolitano , assim como do Secretário de Relações Internacionais da CTB. Nivaldo Santana.
Sinpro Campinas; 03/02
http://bit.ly/2MUkbBK


Resultado do Fies é divulgado após atraso do MEC
G1; 03/02
http://glo.bo/2MB8ikjLista de aprovados deveria ter sido publicada na terça-feira (2). Programa concede financiamento de mensalidades em universidades privadas. Os resultados do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) 2021 foram divulgados nesta quarta-feira (3), no site do programa (aqui: http://portalfies.mec.gov.br/)O G1 questionou a pasta sobre o motivo do descumprimento do prazo, mas não recebeu resposta até a última atualização da reportagem. Para garantir o benefício, os candidatos pré-aprovados deverão complementar sua inscrição entre os dias 3 e 5 de fevereiro de 2021.
Enem ou BBB? Redes sociais comparam reality com temas de redação da prova
G1; 03/02
http://glo.bo/3tro5CY

Nas redes sociais, o assunto do momento é a nova edição do Big Brother Brasil. A cultura do “cancelamento” é justa? A cantora Karol Conká deveria ser punida pelo tratamento que dispensa ao ator Lucas Penteado? Alguém está “surtando” no confinamento? As discussões parecem até… tema de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Em 17 de janeiro, a avaliação exigiu que os candidatos escrevessem um texto dissertativo-argumentativo sobre “o estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”. Duas semanas depois, o BBB esquentou a discussão sobre o mesmo tópico.

A redação do Enem já teve temas como “o desafio de reduzir as desigualdades entre as regiões do Brasil” (edição digital de 2020), “a persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira” (2015) e “o desafio de se conviver com as diferenças” (2007).

São discussões que também apareceram no BBB — em 2019, por exemplo, a pauta principal na casa foi machismo.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio