Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 28 de fevereiro de 2024

30 de setembro de 2021

30/09 – credenciamento de delegados para o Congresso da Fepesp, educação popular hoje em seminário sobre Paulo Freire – e mais, prefeito de NY para Michele: ‘mande seu marido se vacinar, também’.

.

[addthis tool="addthis_inline_share_toolbox_whwi"]
Amanhã, sexta-feira, dia 1º: abertura do 10º Congresso da Fepesp – saiba mais aqui:  https://bit.ly/3j9RWwl

 

10ºCongresso da Fepesp: credenciamento de delegados se inicia às 18 horas desta quinta-feira
Fepesp; 30/09
https://bit.ly/3j9RWwl

O credenciamento dos 147 delegados certificados para o 10º Congresso da Fepesp, e seus suplentes, será aberto hoje, às 18 horas.

O credenciamento será feito através de site especialmente preparado, e deve ser feito neste endereço: https://sindicato.com.br/fepesp/

O acesso ao site especial do Congresso e o processo de credenciamento será acessível somente para delegados, suplentes e observados certificados pela organização do Congresso. Os delegados e suplentes foram eleitos em assembleias específicas realizadas pelos sindicatos integrantes da Fepesp.

Importante: todos os delegados, suplentes e observadores deverá ter a plataforma ZOOM instalada nos seus PCs ou celulares. A versão web não comporta a participação no Congresso, que será remoto em virtude das limitações da pandemia. Veja como instalar o ZOOM neste link: https://zoom.us/download

 

Prefeito de SP quer dar bônus para professores, médicos e guardas que atuem na periferia
Folha de S. Paulo; 29/09
https://bit.ly/3unhNFe

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), encaminhou um projeto à Câmara dos Vereadores para conceder bônus a profissionais da educação, saúde e guardas-civis que aceitarem trabalhar em áreas mais vulneráveis da cidade —como escolas e hospitais da periferia, por exemplo.

Ao todo, foram encaminhadas três propostas de mudanças administrativas. As medidas são vistas internamente como um pacote de bondades aos servidores, insatisfeitos com o projeto de reforma da Previdência, que acaba com a isenção dos aposentados que recebem mais de um salário mínimo.

 

Senai não precisa pagar Salário-Educação e contribuições ao Incra, decide Carf
Jota; 29/09
https://bit.ly/3A0o4aR

A 2ª Turma da Câmara Superior do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) decidiu na quinta-feira (23/9) que o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) não deve recolher as contribuições para Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e ao Salário-Educação, destinada ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Por desempate pró-contribuinte, prevaleceu o entendimento de que as entidades do Sistema S não se equiparam a empresas. O relator também não conheceu recurso da Fazenda Nacional relacionado à incidência de contribuição sobre o aviso prévio indenizado e o 13º vinculado, sendo acompanhado de forma unânime pelos demais.

 

 

CENTENÁRIO PAULO FREIRE

Seminário em homenagem a Paulo Freire debate educação popular
Toda Palavra; 29/09
https://bit.ly/3uoAQiu

Nesta quinta-feira (30), a Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), em parceria com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e o Movimento Sem Terra (MST), realizará o Seminário em Comemoração ao Centenário de Paulo Freire, às 19h, no formato online, com transmissão no canal Direitos Humanos Maranhão, no Youtube (https://www.youtube.com/c/DireitosHumanosMaranhão).

A atividade encerra o mês de setembro, no qual foram realizadas diversas homenagens pela importante contribuição de Paulo Freire à educação. A abertura do evento será realizada com apresentação musical do artista maranhense Joãozinho Ribeiro, seguido da apresentação do videoclipe “Vou aprender a ler” e de solenidade com a participação dos secretários de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular, Chico Gonçalves, e o de Educação, Felipe Camarão.

 

‘Por que os opressores temem Paulo Freire?’
Toda Palavra; 28/09
https://bit.ly/3AYawhs

É muito importante celebrar Paulo Freire em seu centenário de nascimento (19/09/1921-2021), mas, sobretudo, é fundamental manter seu pensamento, sua obra e seu legado em evidência. Não como um dogma ou um catecismo! Afinal, a melhor maneira de homenagear um autor não é idolatrá-lo ou segui-lo acriticamente, mas antes colocar suas ideias em discussão, levá-las em conta, não permitir que sejam condenadas ao banimento ou ao esquecimento.




Centenário de Paulo Freire: relembre frases e veja vídeos do patrono da educação brasileira
G1Pernambuco; 28/09
https://glo.bo/3zT6u8H

A permanência do pensamento de Paulo Freire, mesmo após a sua morte, em 1997, é comprovada pela atualidade de diversas declarações do patrono da educação brasileira. Neste domingo (19), dia do centenário do educador que criou um método de alfabetização relacionado ao cotidiano dos estudantes, o G1 reuniu depoimentos dele para a TV Globo nas décadas de 80 e 90 (veja vídeo acima).

Especialistas mostram como pedagogia freireana pode ajudar a enfrentar desafios da educação na pandemia. ‘Quanto mais querem extirpar Paulo Freire da sociedade, mais inserido ele fica nela’, diz viúva

Apesar de terem sido ditas no século passado, várias frases do pernambucano ainda trazem ensinamentos e lições pertinentes para a realidade atual do país e da educação brasileira.

 

 

Paulo Freire é o homenageado no
10° Congresso Fepesp, dias 1 e 2 de Outubro.
Saiba mais aqui:
https://bit.ly/3j9RWwl   

 


POLÍTICA EDUCACIONAL

Mães reclamam de atraso em bolsa de R$ 500 por trabalho em escolas de SP
Agora; 29/09
https://bit.ly/3kQog8p

Mães de alunos contratadas para trabalhar em escolas da rede estadual reclamam do atraso no pagamento de R$ 500 referente ao programa Bolsa do Povo Educação, da gestão João Doria (PSDB), com o intuito de ajudar no cumprimento de protocolos de prevenção à Covid-19.

Segundo uma das mães ouvidas pela reportagem, a Secretaria de Estado da Educação disse que o pagamento do valor —previsto para o dia 20— sai até o fim deste mês.

A pasta da Educação estadual afirmou, em nota enviada no final da tarde desta terça, ter iniciado na semana passada os pagamentos para o programa Bolsa do Povo. Ela não se posicionou sobre problemas no registro dos cursos feitos pelas mulheres, como também denunciado pelas mães de aluno.

Com 73 mil inscritos, segundo a secretaria, o programa selecionou 20 mil pessoas, entre pais, mães e responsáveis por alunos para integrar o projeto. As contratações começaram em 16 de agosto.


Artigo: ‘Anatomia de um desastre na pós-graduação brasileira’
Folha de S. Paulo; 29/09
https://bit.ly/3m9RU89

Por Maria Herminia Tavares,  pesquisadora do Cebrap: “ Completados mil dias no Planalto, Jair Bolsonaro não conseguiu fazer o que mais queria: destruir a democracia. No mínimo, seu fracasso dá a esperança de que tenha perdido de vez o bonde que imaginava conduzir pela contramão da história.

Isso não apequena o desastre que seu desgoverno vem provocando com a mistura tóxica de ignorância, incompetência e má-fé. Os exemplos são muitos, nem todos visíveis a olho nu. É o caso do progressivo desmanche da Capes, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Subordinada ao Ministério da Educação, é peça central daquilo que o estudioso americano Jonathan Rauch chama “Constituição do conhecimento” —por fixar as instituições e normas da ciência.

Mergulhada na sua pior crise, a Capes é hoje chefiada pela doutora Cláudia Toledo, formada em direito por um certo Instituto Toledo de Ensino, do qual foi reitora quando este virou Centro Universitário de Bauru. Também têm diploma Toledo de direito o ministro da Educação, Milton Ribeiro, e seu colega da Justiça, André Mendonça, que Bolsonaro quer emplacar no STF. Em suma, os meandros da crise na Capes podem ser obscuros, mas as suas causas são claras –e o resultado, desastroso para o país.

 

O NEGÓCIO DA EDUCAÇÃO

Enquanto IPO não chega, Eleva Educação quer jogar luz sobre sua plataforma ESG
O Globo; 29/09
https://glo.bo/3uoEsRm

A Eleva Educação, cujo portfólio vai do colégio Elite à Escola Eleva e que tem Jorge Paulo Lemann como sócio, quer chamar atenção para suas ações de sustentabilidade no momento em que o chamado ESG se tornou pilar para muitos investidores.

O grupo — que chegou perto de um IPO em Nova York, mas adiou os planos ao comprar 51 escolas da Cogna, como pH e Pitágoras, em fevereiro — está lançando uma plataforma que reúne informações sobre a sustentabilidade e a diversidade do seu negócio.

A companhia quer mostrar que as mulheres já estão em 44% dos seus cargos de liderança e que 35% da energia consumida pelas suas escolas já são de fonte renovável. (O plano é terminar o ano com 45%).


Fintech Pravaler compra Amigo Edu e entra no segmento de educação
Estadão; 29/09
https://bit.ly/3a6BMPj

O Pravaler, programa de financiamento privado para o ensino superior, fez a sua primeira aquisição da história. O alvo foi a edtech Amigo Edu, que funciona como um marketplace do setor educacional, e marca a entrada da empresa em um segmento diferente do financeiro. O valor da transação, que contempla 100% do capital da edtech, não foi revelado.

Segundo o presidente do Pravaler, Carlos Furlan, a aquisição pode ser considerada um marco para a empresa para ir além do crédito.

 

CORONAVÍRUS

ONU diz que Covid-19 gerou a pior crise sistêmica do planeta desde sua fundação
Folha de S. Paulo; 28/09
https://bit.ly/2Wqlcqa

Documento elaborado por órgãos da ONU (Organização das Nações Unidas) afirma que a pandemia do novo coronavírus gerou a pior crise sistêmica do planeta desde a sua fundação, em 1945, com ampliação das desigualdades e deixando a população vulnerável em situação mais crítica.

O relatório diz que o choque econômico causado pela crise sanitária afetou consumo, investimento e produção.

O organismo defende um reforço do sistema de proteção social, incluindo programas de transferência de renda, cobertura de saúde e acesso a serviços básicos.

 

Prefeito de Nova York reage à imunização de Michelle Bolsonaro: ‘Mande seu marido se vacinar também’
O Globo; 29/09
https://glo.bo/39UEN53

O prefeito de Nova York, o democrata Bill de Blasio, reagiu nesta terça-feira à notícia de que a primeira-dama Michelle Bolsonaro se vacinou nos Estados Unidos e voltou a provocar o presidente brasileiro. Em publicação nas redes sociais, o norte-americano sugeriu que ela mandasse Jair Bolsonaro (sem partido) também se imunizar contra a Covid-19.

“Mande seu marido se vacinar também para que ele deixe de ser um perigo para outras pessoas”, escreveu de Blasio no Twitter ao compartilhar uma reportagem do jornal New York Times sobre a vacinação de Michelle durante sua passagem pelos EUA em meio à Assembleia Geral da ONU.

Bolsonaro informou em sua live semanal na última quinta-feira que Michelle havia tomado a vacina nos EUA. O presidente brasileiro afirma que não recebeu o imunizante contra Covid-19, motivo pelo qual ele foi criticado durante sua viagem a Nova York para participar da Assembleia Geral da ONU. Ele é o único chefe de Estado entre as principais economias do mundo que diz não ter se vacinado.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio