Fepesp - Federação dos Professores do Estado de São Paulo

quarta-feira, 26 de outubro de 2022

Por Beth Gaspar em 26 de outubro de 2022

26/10 - TRT julga hoje dissídio de greve do Ensino Superior, Haddad tem empate técnico nas pesquisas, Lula diz que Fies terá mais força no seu governo, e mais: filme 'Argentina, 1985' explica para novas gerações como foi ditadura no país

.

TRT julga hoje, às 15 horas, o dissídio de greve do Ensino Superior: reajuste salarial e cada uma de nossas 60 reivindicações para a renovação da Convenção Coletiva de professoras, professores e pessoal administrativo nas IES. Veja aqui: https://bit.ly/3rTQJgb

 

Agregador de pesquisas: Lula tem 52% e Bolsonaro 48% dos votos válidos No consenso das pesquisas calculado pelo modelo do JOTA, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem hoje 52% das intenções de voto, contra 48% do presidente Jair Bolsonaro (PL), considerando os votos válidos (sem brancos e nulos). Já em votos totais, Lula tem 47%; Bolsonaro, 43%; eleitores indecisos somam 4%; eleitores que pretendem votar em branco ou anular o voto, 6% do total.

Nesse cenário, a probabilidade de vitória de vitória de Lula no próximo domingo é estimada hoje em 80%, contra 20% de Bolsonaro.

Mais pesquisas: Até o dia 29 (véspera da eleição), serão divulgados 20 levantamentos nacionais. Jota, 25/10  https://bit.ly/3gKh9i6

 

Haddad cresce em pesquisas e têm empate técnico com Tarcísio em votos totais, diz Ipec – Pesquisa Ipec (ex-Ibope) divulgada nesta 3ª feira (25.out.2022) indica empate técnico dentro da margem de erro, de 2 pontos percentuais, em votos totais entre o ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas (Republicanos), com 46% das intenções, e Fernando Haddad (PT), com 43%. No levantamento anterior, realizado de 9 a 11 de outubro, o líder nas pesquisas tinha 46% e o petista, 41%. Brancos e nulos tinham 7% e 4% não souberam responder. Na pesquisa divulgada nesta 3ª feira, brancos e nulos caiu para 7%. Abstenção se manteve em 4%. Poder360, 25/10  https://bit.ly/3N5ULvT

 

Crise sobre IR e salário mínimo abala campanha de Bolsonaro -  Campanha avalia que o impacto eleitoral da propagação dessas notícias seja igual ou maior do que escândalos como as falas de Bolsonaro sobre as adolescentes venezuelanas ou o ataque do ex-deputado Roberto Jefferson a policiais federais. Nos bastidores, integrantes da campanha demonstram insatisfação com Guedes por assuntos espinhosos como esses estarem sendo debatidos a menos de uma semana da eleição. Valor Econômico, 25/10  http://glo.bo/3zh36HA

 

5 pontos que mostram porque Tarcísio de Freitas é inimigo da educação -  Educação mercadológica, militarizada e privatista, mais ataques aos direitos dos professores e rechaço ao debate de gênero e sexualidade. Confira 5 pontos que mostram porque Tarcísio de Freitas, candidato de Bolsonaro ao governo de São Paulo, é inimigo da educação. Esquerda Diário  25/10  https://bit.ly/3ssP5CN

 

 

POLÍTICA EDUCACIONAL

Lula diz que Fies terá ‘muito mais força’ e governo vai ampliar universidades federais – Em live com formato de entrevista, na noite desta terça-feira (25), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que seu governo, caso seja eleito, vai retomar as conferências nacionais para definição de políticas públicas. Crédito para educação, cultura e empreendedorismo estarão entre as prioridades. “As cotas vão vir com muito mais força, o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) vai vir com muito mais força e vai ter muito mais universidade federal no nosso país”, disse Lula ao responder uma das várias pergunta dos convidados. Assista aqui.

Comentário de participante: “Meu coração acelerou quando o rapaz que é ajudante pedreiro fez a sua pergunta. É tão bom ver  esta inclusão. ❤ Ele será engenheiro. Nosso presidente o declarou como tal”. Rede Brasil Atual, 25/10  https://bit.ly/3VWzLM2

 

Ministério da Economia estuda retirar do IR deduções da Saúde e Educação - A equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu por escrito o fim dos descontos com despesas médicas e de educação no Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF). A medida representaria uma economia de R$ 30 bilhões para o caixa do governo e, assim, compensaria em parte as promessas que o presidente Jair Bolsonaro (PL), que concorre à reeleição, tem feito na campanha. O documento, obtido na íntegra pelo Estadão, tem dez páginas e anexos com sugestões de mudanças legislativas, e foi elaborado pela equipe da área fiscal do ministério após o primeiro turno.. Estadão, 25/10   https://bit.ly/3zksQCS

 

O que resta do sistema de educação superior e de ciência, hoje? - Em 2015, o aporte de recursos para as universidades federais era em torno de R$ 12 bilhões; em 2019, o aporte caiu para R$ 7,4 bilhões e, em 2021, chegamos a R$ 4,4 bilhões. Em 2022, esse orçamento reduzido sofreu um duro golpe com o bloqueio de R$1,6 bilhão no orçamento do Ministério da Educação. Além disso, o governo editou a MP 1.136/2022 para congelamento de mais de R$ 3,5 bilhões dos recursos aprovados para 2022 para o FNDCT. Dados compilados pela SBPC evidenciam o abismo que se abriu no orçamento de Ciência e Tecnologia do MCTI durante o governo Bolsonaro a ponto de ficar no limiar orçamentário de 2002. Carta Capital, 24/10   https://bit.ly/3U0N1Oa

 

SINDICATOS

Salários e aposentadoria   O reajuste real nos salários e aposentadorias é o motor do desenvolvimento econômico e social do país!

Não permita que o salário mínimo e as aposentadorias sejam ainda mais corroídos pela inflação! Dia 30 de Outubro, vote com consciência! Vote em defesa dos salários e aposentadorias! SinprOsasco,  25/10  https://bit.ly/3FkUTpC

 

 

 

Coral do Sinpro se apresenta neste sábado na Biblioteca Municipal de Campinas  Dia 29/10, sábado, às 10h, o Coral do Sinpro Campinas realiza apresentação no Sarau Lítero-Musical da Biblioteca Municipal de Campinas (Av. Benjamin Constant, 1633 – Centro). No programa, músicas brasileiras e natalinas. A entrada é franca.

A participação no Coral é aberta a toda e qualquer pessoa que goste e queira cantar. Não é necessário ser professor, nem sindicalizado (a) e nem é preciso conhecer música. É importante lembrar que na abertura dos ensaios há um período de exercícios vocais para a educação e aquecimento da voz. Sinpro Campinas,  24/10  https://bit.ly/3N4Drar

 

 


Filme 'Argentina, 1985' explica para novas gerações como foi ditadura no país e mostra 'heróis sem capa'
G1, 24/10
http://glo.bo/3Ddn1YK

Peter Lanzani e Alejandra Flechner têm muito a dizer sobre o tema do filme "Argentina, 1985", exibido durante o Festival do Rio, no dia 12 de junho. O longa argentino estrelado por eles vai disputar uma das cinco vagas para concorrer ao Oscar 2023 de Melhor Filme Internacional.

A produção dirigida por Santiago Mitre mostra a história real dos promotores Julio Strassera (Ricardo Darín, de "Relatos Selvagens") e Luis Moreno Ocampo (Lanzani). Eles chefiaram a investigação para levar militares à justiça por crimes cometidos durante a ditadura na Argentina.

Para Alejandra, que interpreta a esposa de Strassera, é importante voltar ao período histórico mostrado no filme. A atriz era adolescente na época do julgamento e afirmou que o processo foi necessário para que os argentinos soubessem o que tinha ocorrido no país.

"Algumas pessoas podiam e não queriam ver, mas outras não viram porque tudo aconteceu de uma forma muito armada, monstruosamente armada", conta Alejandra.

Heróis sem capa - Os atores também acreditam que "Argentina, 1985" é relevante não só para o Brasil, mas também para outros países latino-americanos por mostrar a punição dos militares torturadores.

Peter Lanzarini destacou o fato de que o longa fala dos excessos cometidos na ditadura e ressaltou a luta do seu personagem e o de Darín para levar justiça às vítimas. "É um filme que mostra heróis numa época de filmes de super-heróis. Mas heróis sem capas, heróis com coragem. É um filme que desperta e isso me parece muito necessário neste momento", afirma o ator.

Questões familiares também foram levadas em conta por Peter Lanzani em relação a seu personagem, já que Luis Moreno Ocampo vinha de uma família militar e teve que se opor a seus parentes para conseguir fazer justiça.

Trabalhar com um 'gênio' - Os atores argentinos também não pouparam elogios a Ricardo Darín, o protagonista de "Argentina, 1985". Peter Lanzani disse que foi uma experiência impressionante dividir a cena com uma pessoa que ele chamou de "gênio".

Visto no cultuado "O clã", Lanzani ressaltou que trabalhar com Darín foi uma experiência incrível. "Felizmente, levo comigo um amigo e uma pessoa com quem aprendi muito, não só profissionalmente, mas humanamente, o que, no fundo, é o mais importante", afirma Lanzani.

Alejandra Flechner lembrou que já conhecia Darín por ter trabalhado com ele em "Samy y yo", de 2002. Ela considera que o colega, além de um grande ator, uma pessoa bastante humilde. "Ele gostava muito dos detalhes. Para mim ele é um grande ator e uma grande pessoa, ou seja, é realmente um prazer trabalhar com ele. É lindo e não posso acrescentar muito mais do que isso."

Conteúdo Relacionado

crossmenu