Fepesp - Federação dos Professores do Estado de São Paulo

segunda-feira, 25 de julho de 2022

Por Beth Gaspar em 25 de julho de 2022

26/07 - Orçamento secreto corta verbas de Educação, Câmara vota proibir cortes, o debate sobre conglomerados no Ensino Superior via Instagram, e mais: os jingles dos candidatos nas eleições 2022

.
De olho nos avisos do Sindicato! Professoras e professores do Ensino Superior estão em férias mas estão atentos ao esquenta para a mobilização na volta às aulas. Estamos em Campanha Salarial e teremos assembleia no início de Agosto! Saiba mais:  https://bit.ly/3RMLEST

 



PEC que proíbe cortes na educação é aprovada na CCJ da Câmara -  A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou, nesta segunda-feira (25), a Proposta de Emenda à Constituição 96/19, de autoria da deputada federal Fernanda Melchionna (PSOl-RS), que propõe a execução orçamentária obrigatória das programações relativas à manutenção e desenvolvimento do ensino. O objetivo da PEC é proibir o contingenciamento das verbas para as políticas educacionais do Executivo. Correio Braziliense, 25/07    https://bit.ly/3cvcXRh


Orçamento secreto de Bolsonaro tira R$ 3,6 bi do MEC e implode educação -
Documento aponta que orçamento secreto prejudicou 18 programas do MEC-  Apropriação pelo Congresso de verba que deveria ser gerida pelo Executivo, o orçamento secreto prejudicou ao menos 18 programas do Ministério da Educação (MEC). É o que aponta nota técnica obtida pela coluna com data de junho de 2020, ano em que o orçamento secreto foi gestado, após Jair Bolsonaro se render de vez ao Centrão para afastar a ameaça de impeachment.  Metrópoles, 24/07  https://bit.ly/3PBsCgu POLÍTICA EDUCACIONAL

Em ‘luto’ pelo fechamento de cursos, comunidade da Unisinos organiza protesto -  Professores e estudante da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), em São Leopoldo, região metropolitana de Porto Alegre, farão protesto (“Luto pela ciência”) nesta terça à tarde contra o fechamento de vários cursos do Programa de Pós-Graduação (PPG). Segundo o estabelecimento, devem ser fechados 12 dos 26 cursos de mestrado e doutorado, com a demissão de aproximadamente 40 professores.. Rede Brasil Atual, 25/07   https://bit.ly/3cK0B8c

 

TRABALHO

9ª Tribuna Livre para Trabalhadores da Metodista será no dia 2 de agosto -  O coletivo de sindicatos representantes dos trabalhadores da Educação Metodista convida a categoria para a 9ª Tribuna Livre, que será realizada no dia 2 de agosto (terça-feira), a partir das 17h, por meio da plataforma Zoom. Como nas tribunas anteriores, peça o link no seu Sindicato. Sinpro SP, 25/07   https://bit.ly/3OtZAy1


Whatsapp nas férias? Nem pensar! -
 E claro, vale lembrar também que nas férias as professoras e os professores não podem ser chamados ou convocados pela escola para atividades de quaisquer naturezas.. Sinpro SP, 25/07   https://bit.ly/3OtZAy1


Negociações melhoram e 37% dos reajustes têm ganho real -
 Boletim De Olho nas Negociações, do Dieese, edição de julho, mostra que cerca de 37% dos reajustes salariais das categorias com data-base em junho tiveram ganhos reais. Esse é o maior percentual de reajustes acima da inflação desde setembro de 2020. Naquele período, 44% haviam conquistado aumentos reais. Agência Sindical, 25/07   https://bit.ly/3BiXi1V

 

O NEGÓCIO DA EDUCAÇÃO

O lucro dos grandes conglomerados na educação privada e a campanha salarial 2022 no Ensino Superior -  Para quem não pôde assistir ao vivo, aí está a gravação desta fundamental conversa desta segunda feira, 25, com Celso Napolitano e o professor e blogueiro Leonardo Bastos - sobre educação, combate à mercantilização da educação, sindicalismo, política, entre outras coisas. Informem-se e divirtam-se! Instagram, 26/07   https://bit.ly/3cIYkKn

 

SAÚDE

4ª dose da vacina da covid: SP começa a imunizar quem tem mais de 30 anos -  De acordo com o poder municipal, cerca de 514, 7 mil pessoas da faixa etária entre 30 e 35 estão elegíveis na capital paulista. Anteriormente, essa fase do programa de imunização estava disponível somente para pessoas com alto grau de imunossupressão, com mais de 35 anos ou trabalhadores da saúde. Agora, a vacinação foi ampliada, mas também segue para esses grupos. Estadão,  25/07   https://bit.ly/3PBOyIB

 

Saúde mental nas escolas: ‘Profissão Repórter’ mostra depoimentos de alunos e professores -  Transtornos mentais estão cada vez mais comuns entre as crianças e os adolescentes brasileiros e o quadro foi acentuado durante a pandemia, a partir da adoção do ensino remoto. Segundo pesquisa, 35% dos jovens brasileiros se dizem ansiosos. Rede Globo,  06/07   http://glo.bo/3cKTi04

 

 

ELEIÇÕES 2022

Empresários voltam a defender democracia após novos ataques de Bolsonaro –  Segundo fontes, a Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) tem se empenhado em costurar apoio na área empresarial aos manifestos pró-democracia. Procurada, a entidade não confirmou ou negou sua participação na articulação. Folha de S. Paulo, 25/07   https://bit.ly/3z4Zsj3


Pesquisa BTG/FSB: Lula sobe três pontos, e distância para Bolsonaro vai a 13 –  Pesquisa do Instituto FSB, contratada pelo banco BTG Pactual e divulgada hoje, aponta o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à frente na corrida presidencial, com 44% das intenções de voto em um cenário testado com 12 nomes na pesquisa estimulada —quando os entrevistados recebem uma lista prévia dos pré-candidatos. Na comparação com a sondagem realizada há duas semanas, o petista subiu três pontos percentuais.  UOL, 25/07   https://bit.ly/3cD1nUm


Eleições 2022: Veja quais pesquisas serão divulgadas esta semana - O Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) e o Instituto FSB divulgaram nesta segunda-feira, 25 (veja acima). A previsão do Instituto Datafolha é o lançamento de duas pesquisas nesta semana: na quarta-feira, 27, será divulgado levantamento realizado com jovens de 15 e 29 anos e na quinta-feira, 28, outro cujo público é o eleitorado brasileiro convencional. Ainda na quinta-feira, outra pesquisa será lançada a pesquisa da Modalmais/Futura Inteligência. Carta Capital, 25/07   https://bit.ly/3OyJDXC

 

Conheça os jingles de Lula, Bolsonaro, Ciro, Simone Tebet e Bivar nas eleições 2022
Valor; 26/07
http://glo.bo/3z8hdOv

Músicas são peça de campanha eleitoral e servem desde para contar a trajetória dos políticos até criticar os adversários. Lula aposta na "pisadinha", e Bolsonaro, no sertanejo

Entra campanha e sai campanha e os jingles sempre estão presentes. Alguns são aqueles do tipo chiclete, que grudam na cabeça. E, neste ano, candidatos à Presidência já começaram a usar algumas músicas. Seja com críticas aos adversários, destacando sua trajetória, fazendo paródia, em ritmo de samba, forró, sertanejo, ou com um toque mais emocional, os jingles estão ganhando as redes sociais.

Clique nas imagens para conferir:

A campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aposta no estilo “pisadinha”. Lançado em 16 de julho, a letra do jingle fala sobre a saudade do ex. “Isso é prova de amor. Você nunca me abandonou. Tinha casa, comida, motinha, charanga, depois de você desandou”, diz o refrão.

 

O jingle da campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, é da dupla sertaneja Mateus e Cristiano. A música começa com um trecho, tocado em guitarra, do hino nacional. Na letra, Bolsonaro é o “capitão do povo”, a “salvação”, o “mito”. Também há menções a Deus e à família.

 

O candidato do PDT, Ciro Gomes, já tem quatro jingles. O principal, segundo a assessoria do candidato, é o “Prefiro Ciro”, que encerra o vídeo da convenção que oficializou sua candidatura. “Não quero o cruel, nem o duvidoso; presente sem futuro nem passado já sem gosto”, diz um trecho.

 

A pré-campanha de Simone Tebet não tem um jingle, segundo sua assessoria, mas sim clipes e músicas que já estão circulando nas redes. Em seu canal no Youtube, está em destaque “Simone, a nova esperança do Brasil”.

 


O jingle de Luciano Bivar defende uma solução de centro para o Brasil. “Num jogo tão importante não se pode jogar nem só pela esquerda, nem só pela direita. Se o Brasil quer melhorar, deixa o meio de campo jogar” é o início do jingle.

Conteúdo Relacionado

crossmenu