Fepesp - Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 18 de maio de 2024

Por Beth Gaspar em 25 de maio de 2020

25/05 - feriado estadual antecipado, o lucro de faculdades na pandemia, os efeitos de dois meses de suspensão de aulas - e mais.

.

Em todo o Estado, hoje é o feriado antecipado do 9 de julho - para diminuir a circulação de pessoas e combater a disseminação do vírus. Feriado vale para educadores, também: trabalho remoto também tem feriado e, se trabalhar, tem que receber pagamento em dobro. Leia mais aqui:  https://bit.ly/2zfZl9y

 
Pandemia derruba lucro de faculdades
Valor Econômico; 25/05
https://glo.bo/2TCl6XN

As quatro companhias de educação listadas na Bolsa de Valores - Ânima, Cogna, Ser Educacional e Yduqs - registraram queda no lucro no primeiro trimestre, em comparação com o mesmo período do ano passado, devido à pandemia. O isolamento social, iniciado em março, coincidiu com as últimas semanas do processo de matrículas do vestibular de verão, o que fez os grupos educacionais perderem calouros de cursos presenciais.

A Yduqs foi a única que conseguiu ver sua base de calouros da graduação presencial crescer. Ainda assim, houve redução no lucro líquido, embora a queda tenha sido a menor entre as quatro companhias (ver abaixo).

 


Mapa do Ensino Superior aponta maioria feminina e branca
Agência Brasil; 21/05
https://bit.ly/2A4NLhl

O estudante das instituições de ensino superior brasileiras têm um perfil bastante claro: é branco, do sexo feminino, com idade entre 19 e 24 anos, estuda em instituições privadas à noite, fez o ensino médio em escola pública, mora com os pais e tem de trabalhar para ter uma renda de até dois salários mínimos.

Tanto nas instituições de ensino superior públicas como nas privadas, a maior parte dos alunos é proveniente do ensino médio público. No caso do ensino superior privado, 68,5% dos alunos vieram do ensino médio público e 31,5% do privado. Já nas instituições de ensino superior público, 60,1% veio do ensino médio público; e 39,9% do ensino médio privado.

 

Estudantes da rede municipal de SP terão atendimento psicológico pela internet
Folha de S. Paulo; 22/05
https://bit.ly/2M9sNRr

Estudantes da rede municipal de São Paulo terão acompanhamento psicológico à distância durante este período de quarentena. Em parceria do Naap (Núcleo de Apoio e Acompanhamento para Aprendizagem) com o Instituto Liberta, a prefeitura lançou um site pelo qual psicólogos e psicopedagogos poderão fazer atendimentos aos alunos. Aqui o link para o site de atendimento: https://www.naapa.com.br/

 

Dois meses de suspensão de aulas: o trabalho brutal de professores em uma quarentena sem folga
Fepesp; 23/05
https://bit.ly/3d6MWTG

Neste 23 de maio professores de São Paulo completaram dois meses de trabalho remoto com a suspensão de aulas. Resultado: ensino precário, professores exaustos. Artigo de Celso Napolitano.

 

Em meio à rotina de aulas remotas, professores relatam ansiedade e sobrecarga de trabalho
El País; 23/05
https://bit.ly/2Xr9Pe5

Em meio a uma pandemia que confinou um terço da humanidade em casa e criou novas dinâmicas de relações afetivas e profissionais virtuais, à distância, o ofício dos professores e educadores foi um dos que sofreu mudanças mais profundas.

Tendo como instrumentos essenciais de seu trabalho o próprio corpo e a própria voz, eles agora têm como ferramentas imprescindíveis os celulares, computadores e redes sociais. Em meio à adaptação a essa nova forma de trabalho, eles enfrentam maiores responsabilidades e cobranças em suas tarefas.

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Península com 2.400 professores da educação básica de todo o Brasil, das redes privada e pública, desde a educação infantil até o ensino médio, incluindo diferentes modalidades como a EJA (Educação de Jovens e Adultos) mostrou que, desde o início da pandemia, esses profissionais relatam ansiedade perante as aulas remotas e sobrecarga de trabalho. “Eles tiveram que transformar toda a sua rotina, em jornadas duplas ou até triplas, se somarmos os trabalhos domésticos e a educação em casa dos próprios filhos”, explica Heloísa Morel, diretora do Instituto Península.

 

Dois meses após a suspensão de aulas presenciais, alunos, pais e professores relatam como está a educação durante a pandemia
G1; 22/05
https://glo.bo/3gnyOHK

Dois meses após o início da suspensão das aulas presenciais para conter a transmissão do coronavírus, um levantamento feito pelo G1 em todo o Brasil mostra o retrato da educação em tempos de pandemia.

A reportagem ouviu estudantes, pais, professores, e consultou os governos locais. Os dados mostram que, embora todas as redes estaduais de ensino tenham adotado alguma forma de educação remota – como plataformas virtuais, sites, aulas pela TV aberta e até uso de redes sociais para transmitir o material de ensino –, ainda há muitas dificuldades a serem vencidas.

 

Ministros do STF analisam possibilidade de processar o ministro da Educação
Jornal Nacional; 23/05
https://glo.bo/2LYW158

Ministros do Supremo Tribunal Federal estão analisando a possibilidade de processar o ministro da Educação, Abraham Weintraub. No vídeo da reunião ministerial, Weintraub diz que, por ele, botava os ministros do Supremo na cadeia.

 

Como o avanço da pandemia revela um cenário alarmante no Brasil
Nexo; 23/05
https://bit.ly/3gjTLmV

O Brasil vive uma rápida escalada da pandemia do novo coronavírus e já é o segundo país mais afetado pela doença no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos.

A marca de 300 mil infectados e de 20 mil mortos pela covid-19 foi ultrapassada na quinta-feira (21), dia em que o Brasil registrou o recorde de 1.188 novas mortes em apenas 24 horas.

Nas palavras dos diretores da OMS (Organização Mundial de Saúde), a América do Sul tornou-se “um novo epicentro” da doença no mundo, tendo à frente o Brasil em quantidade de casos e mortes.

 

 

EUA anunciam proibição de entrada de viajantes vindos do Brasil por causa de coronavírus
G1; 25/05
https://glo.bo/2X2TuNT

Estrangeiros que tenham passado 14 dias no Brasil não poderão ingressar no país, com algumas exceções, segundo decreto assinado pelo presidente Donald Trump. Isso vale para brasileiros que desejam viajar para os Estados Unidos. Neste domingo, Brasil registrou mais mortes por Covid-19 do que EUA.

 

 

Vídeo orienta sobre cuidados com os alimentos em tempos de COVID-19

Agência Fapesp; 25/05
https://www.instagram.com/p/B_VbbO0DKim/

O Centro de Pesquisa em Alimentos (FoRC) da Universidade de São Paulo (USP) lançou um vídeo com informações científicas para esclarecer a população como manter o vírus causador da COVID-19 longe dos alimentos.

O FoRC é um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) apoiado pela FAPESP, com sede na Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (FCF-USP).

O vídeo traz dicas de como higienizar, armazenar e consumir alimentos, por exemplo. A produção foi feita sob a orientação dos microbiologistas Bernadette Dora Gombossy de Melo Franco, Mariza Landgraf e Uelinton Pinto, professores da FCF-USP e pesquisadores do FoRC.

Os interessados podem assistir o vídeo na página do FoRC no Instagram https://www.instagram.com/p/B_VbbO0DKim

Conteúdo Relacionado

crossmenu