Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 27 de fevereiro de 2024

16 de março de 2021

16/03 – Novo corte de jornada e salário em planejamento, vem chegando quarto ministro da Saúde em ano e meio, Santos e Guarulhos fecham escolas, e mais: 15 filmes de animação gratuitos, para sua aula

.

[addthis tool="addthis_inline_share_toolbox_whwi"]

 

Convida médica para ministério, é recusado, faz de conta que não convidou, tira do bolso médico amigo… não é nesse circo que teremos nossos direitos protegidos.
Assista ao Minuto Fepesp de desta terça, 16/03, aqui.

 

 

TRABALHO

Novo corte de salário e jornada e suspensão de contratos deverão atingir 3 milhões
Estadão; 16/03
https://bit.ly/3eIQ9wt

A nova rodada do programa que permite às empresas cortarem jornada e salário e suspender contratos de trabalho deve ter custo total entre R$ 5,8 bilhões e R$ 6,5 bilhões para o governo, responsável por pagar um benefício emergencial aos trabalhadores. A estimativa considera que 2,7 milhões a 3,0 milhões de acordos serão firmados entre patrões e empregados nas duas modalidades, segundo documento obtido pelo Estadão/Broadcast.

Os dados constam em nota técnica produzida pela Subsecretaria de Políticas Públicas de Trabalho do Ministério da Economia em 9 de março de 2021. Os técnicos ainda podem refinar os números, sobretudo se o quadro de agravamento da pandemia de covid-19 indicar maior demanda pelo programa.

 

VOLTA ÀS AULAS?

Aulas presenciais em São Paulo serão suspensas a partir desta quarta-feira
Valor Econômico; 15/03
http://glo.bo/3rUlz6P

A partir amanhã, quarta-feira, 17/03, as aulas presenciais na cidade de São Paulo — tanto na rede pública quanto na privada — serão suspensas. O retorno está previsto para o dia 5 de abril, depois do feriado da Páscoa. A medida é uma tentativa de barrar o avanço dos casos de covid-19 na capital.

Nas escolas municipais, serão antecipados 15 dias do recesso de julho. “A rede privada pode adotar outra saída, mas, a partir do dia 17, não pode haver aula presencial [na cidade de São Paulo]”, afirmou o prefeito Bruno Covas (PSDB) em entrevista coletiva nesta sexta-feira (12). Na quinta-feira, o governo do estado já havia anunciado a antecipação dos recessos de abril e outubro nas escolas estaduais para o período de 15 a 28 de março.


Governo de Pernambuco decreta quarentena em todo Estado
Valor Econômico; 16/03
http://glo.bo/3tlRT2X

A decisão, comunicada pelo governador Paulo Câmara (PSB) em pronunciamento, tem o objetivo de conter o novo avanço do coronavírus. A taxa de ocupação de UTI está acima dos 95% em Pernambuco.

 

Santos anuncia fechamento de escolas particulares e aumento de multa para quem não usar máscara
G1; 15/03
http://glo.bo/3rTO7xt

Escolas privadas serão fechadas por 15 dias. Multa para pessoas que não usarem máscaras em vias públicas triplicará de R$ 100 para R$ 300. Caso a pessoa seja flagrada sem máscara em locais com aglomeração, multa será de R$ 600.

 

Guarulhos: decreto determina fechamento de escolas públicas e privadas
Deutsch Welle; 15/03
http://bit.ly/3qVNX7k

O prefeito Guti publicará um decreto nesta segunda-feira, 15/3, proibindo a abertura das escolas públicas e privadas de Guarulhos a partir desta quinta-feira, 19/3.

As escolas municipais, já fechadas, não serão reabertas no município. Já as instituições privadas e estaduais, que retomaram as aulas, terão que suspendê-las. “Até que a gente finde o momento emergencial”, afirmou Guti em transmissão ao vivo.

 

Fepesp; 14/03
http://bit.ly/30Nyb3L

Até o dia 31 de março, um novo festival de cinema online vai exibir 15 filmes de animação acompanhados por atividades pedagógicas.  Este é o Takorama Festival de Cinema, que chega pela primeira vez no Brasil.

O festival procura unir educação e cinema e explora o tema da “Solidariedade”. Tem como propósito inspirar famílias e educadores a inovar nas práticas educativas durante o período de isolamento social. Os 15 curtas-metragens apresentados foram selecionados entre os filmes do catálogo da Associação Films pour Enfants (“Filmes para Crianças”) e a adequação entre conteúdo e idade das crianças foi elaborada em colaboração com a organização “3-6-9-12”

A programação traz curtas-metragens de diversos países, que abordam a temática da “solidariedade”, divididos em cinco categorias de acordo com a idade das crianças e jovens. Toda a programação é gratuita e sem publicidade.

 


POLÍTICA EDUCACIONAL

Projeto de homeschooling avança na Câmara, e deputada Luísa Canziani é escolhida relatora
O Globo; 15/03
http://glo.bo/3toPEvB

O projeto de regulamentação do homeschooling, que estava parado desde dezembro de 2019, avançou na Câmara dos Deputados com a nomeação da deputada Luísa Canziani (PTB/PR) como relatora da matéria.

Busque seu curso: Qual nota você precisa tirar no Enem?

— Meu relatório, assim como a minha atuação parlamentar, será construído com diálogo, equilíbrio e construção de consensos. Ouvirei o governo, a oposição, as famílias, quem entende e faz educação no Brasil — afirma a deputada.

Em 2020, Canziani já foi relatora da medida provisória que reorganizou o calendário letivo como resposta às novas condições impostas pela pandemia.

 


RS: Professores, pais e alunos alertam sobre retrocesso no ensino domiciliar
Extra Classe; 15/03
http://bit.ly/3bT1wA0

Representantes de 26 associações, sindicatos e outras entidades representativas de instituições de ensino, professores, servidores da educação e de estudantes firmaram um documento que foi encaminhado na manhã desta segunda-feira, 15, ao presidente da Assembleia Legislativa (ALRS), deputado Gabriel Souza (MDB), alertando para o retrocesso que representa o PL 170/2019. De autoria do deputado Fábio Ostermann (Novo), o PL dispõe sobre o ensino domiciliar no estado. A proposição foi protocolada no Legislativo em abril de 2019 e agora será analisada pela Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia da ALRS.

 


CORONAVÍRUS

São Paulo inicia fase roxa da quarentena após semana com 2.548 mortes por covid-19
Rede Brasil Atual; 15/03
http://bit.ly/38KmyiA

A partir de desta segunda, serviços administrativos de empresas devem ser feitos em “home office”. E toque de recolher passa a valer das 20h até as 5h

Assim, todos os serviços administrativos de empresas devem ser feitos em home office e haverá toque de recolher das 20h às 5h. A medida vai valer até o próximo dia 30, devido ao iminente colapso no sistema de saúde no estado. Atividades esportivas, incluindo campeonatos profissionais, e atividades religiosas coletivas serão proibidas. As escolas públicas terão o recesso antecipado e as aulas só devem ser retomadas a partir de 5 de abril.



 

Saiba quem é Marcelo Queiroga, o novo ministro da Saúde de Bolsonaro
Folha de São Paulo e Nexo; 16/03
http://bit.ly/38KRZt1

Presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia, Marcelo Queiroga (na foto, à direita) reforçou a proximidade que tem com Bolsonaro antes mesmo de o atual governo assumir as rédeas do país.

O cardiologista integrou, como convidado, a equipe de transição, dando apoio técnico na área da saúde. Mais recentemente, foi nomeado para assumir uma posição na diretoria da Agência Nacional de Saúde Suplementar.

Queiroga foi indicado por Bolsonaro e, para ocupar uma das cinco cadeiras da diretoria da agência, teria de ser sabatinado na Comissão de Assuntos Sociais do Senado, atualmente presidida pelo senador Sérgio Petecão (PSD-AC).

Quarto ministro – Jair Bolsonaro anunciou ontem o nome do novo ministro da Saúde. Trata-se de Marcelo Queiroga, presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia. Ele será o quarto nome a ocupar o cargo na pandemia. A troca ocorre no pior momento da crise sanitária no Brasil, com recordes de mortes e hospitais lotados. / o globo

Negativa ao negacionismo – No domingo, Bolsonaro havia recebido Ludhmila Hajjar em uma reunião em Brasília. Nome preferido do centrão para o ministério, a cardiologista foi alvo naquele mesmo dia de ataques de bolsonaristas nas redes sociais. Ela relatou ameaças também no hotel em que estava hospedada. / cnn brasil

Papel do ministro – Governadores e especialistas em saúde dizem que não adianta mudar o ministro da Saúde se Bolsonaro mantiver sua atitude contrária ao isolamento social, por exemplo. A expectativa está em como o novo ministro vai conduzir uma gestão baseada em ciência diante das atitudes do presidente. / nexo

Por exemplo – O vice-presidente Hamilton Mourão disse ontem que o governo falhou em promover campanhas de conscientização sobre distanciamento social e uso de máscaras. Bolsonaro é um opositor do uso de proteção facial, método simples que ameniza a transmissão de covid, e causa aglomerações sempre que tem oportunidade. / my news

Dez meses desastrosos – General da ativa, Pazuello ficou dez meses no cargo, num período marcado por logística descoordenada, testes de covid-19 encalhados, falta de empenho para comprar vacinas, atraso na imunização da população, defesa de tratamentos inexistentes e subserviência ao negacionismo presidencial. / nexo

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio