Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 28 de fevereiro de 2024

14 de outubro de 2022

14/10 – O julgamento do dissídio do Superior, a caminhada pela Educação no Dia do Professor, reitores contra Tarcísio, e mais: o manifesto dos educadores em apoio a Lula e Haddad, assine já você também!

.

[addthis tool="addthis_inline_share_toolbox_whwi"]

Hora da verdade: o julgamento do dissídio coletivo de greve do Ensino Superior foi marcado para o dia 26 de outubro. Tribunal irá julgar reajuste e direitos de professores e pessoal administrativo no Ensino Superior! Saiba mais:  https://bit.ly/3BkZynD

 

 

Podcast, Celso Napolitano: ‘Aulas remotas diminuem custo e aumentam lucro dos grandes grupos privados na Educação Superior’ – O programa Oito em Ponto da rádio Cultura FM de São Paulo entrevistou Celso Napolitano, Fepesp e SinproSP, na manhã desta sexta-feira, 14/10. O mote foi a comemoração do Dia da Professora e do Professor  neste sábado. Ouça agora, aqui: Cultura FM, 14/10  https://youtu.be/cp5XBTazyfQ

 

 

 

 

 

 

ENSINO SUPERIOR

Ensino Superior: julgamento do dissídio no dia 26 – O julgamento do dissídio coletivo de greve do Ensino Superior foi marcado para o dia 26 de outubro. A data foi divulgada nesta quinta feira (13)  pelo Tribunal Regional do Trabalho-2ª Região. A sessão será realizada às 15 horas, pelo formato telepresencial (ou seja, sessão remota, via Zoom).

Na sessão de julgamento será apresentado o parecer do relator, desembargador Francisco Ferreira Jorge Neto, que deve pronunciar-se a respeito de cada uma das reivindicações apresentadas pela Fepesp e sindicatos que integram a entidade. Dez juízes fazem parte da Sessão de Dissídios Coletivos do TRT. Fepesp,  13/10  https://bit.ly/3rTQJgb

 

Ensino Superior: dissídio de greve na hora da verdade – O Ministério Público do Trabalho concluiu parecer sobre o processo de dissidio de greve e remeteu-o à Sessão de Dissídios Coletivos do Tribunal Regional do Trabalho. Em seu relatório, a procuradora regional do Trabalho, Débora Scattolini, derrubou a tese do sindicato patronal de que as negociações ainda estavam em curso, razão pela qual o dissídio não se justificaria. Radio Peão Brasil,  13/10  https://bit.ly/3eDFbuu

 

Assembleia dos professores da Oswaldo Cruz vota pela manutenção da greve- Conforme comunicado da Mantenedora lido na assembleia, a gestão do grupo educacional foi transferida para um novo diretor administrativo, Gilberto Simonassi Corbacho, encarregado de reestruturar a empresa e dar início a uma ação de recuperação judicial. Nesse processo, a empresa deve apresentar um plano de pagamento das dívidas, inclusive as trabalhistas. O SinproSP também entrará como terceiro interessado para assegurar os direitos dos professores. SinproSP 12/10  https://bit.ly/3yFLLYy

 

DIA DOS PROFESSORES

Neste sábado (15), participe da caminhada pela educação com Haddad em SP – Ato com candidato ao governo de São Paulo, Fernando Haddad terá início às 16h30 no Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP), na Avenida Paulista.

Por um Estado que Forma e Transforma, Haddad vai fomentar o imenso potencial de talentos dispersos em todos os cantos de São Paulo, investir na educação integral, garantir a alfabetização na idade certa e uma escola potente, atraente e transformadora.

Confira todas as propostas de Haddad para a educação no Programa de Governo Vamos Juntos por São Paulo, aqui. Site do candidato,  13/10  https://bit.ly/3rWxeUA

 

Apeoesp, Fepesp organizam mobilização para o Dia do Professor e da Professora – Reunião nesta quinta-feira, 13, na ‘casa do professor’, sede da Apeoesp em São Paulo, tratou dos detalhes da organização da Caminhada pela Educação neste sábado –  a caminhada, do Masp até o centro da cidade, será realizada para marcar o Dia do Professor e da Professora neste sábado, dia 15, a partir das 16h30 no vão do Masp, e terá a participação de Fernando Haddad 13, candidato ao governo do Estado de São Paulo. Fepesp, 14/10  https://bit.ly/3EINdx4

 

Dia dos Professores é marcado por anúncios de cortes na Educação – Após anunciar o bloqueio de R$ 2,4 bilhões no orçamento do MEC (Ministério da Educação) deste ano e em seguida afirmar que se tratava apenas de uma “limitação”, o Governo Federal tornou públicas novas alterações de orçamento que impactam o desenvolvimento de pesquisas. O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações pode ter R$ 616 milhões a menos para a continuidade de trabalhos com inovações em universidades. As recentes decisões ocorrem em proximidade ao Dia dos Professores, comemorado nesta sexta-feira (15).  Diário do Litoral,  13/10  https://bit.ly/3VFmis7

 

Dia dos Professores 2022: como prestar homenagem e história da data – Todos professores dedicam a sua vida em ensinar. E, como são tão importantes na vida dos seres humanos, merecem sem dúvidas uma data comemorativa no calendário.

No Brasil, celebramos o Dia dos Professores todo dia 15 de outubro. Mas também há outras datas no ano em que eles recebem outras homenagens. Por exemplo, no Dia da Educação, em 28 de abril, e no Dia do Pedagogo, em 20 de maio. Descubra em seguida, quando comemoramos o Dia dos Professores no Brasil, veja se a data é um feriado e, ainda, tudo sobre a sua origem. FashionBubbles,  13/10  https://bit.ly/3esYAP1

 

Educação básica fica na lanterna nas prioridades do MEC – A educação básica ficou mais uma vez na lanterna das prioridades do orçamento do Ministério da Educação e Cultura (MEC) em 2021 em termos de liberação de verbas. Entre todas as áreas das quais a pasta é responsável, o agrupamento registrou a segunda menor taxa de empenho (93%) e também a menor taxa de pagamento (77%). Valor Econômico,  14/10  http://glo.bo/3CqFtNm

 

Tribunal de Justiça decide que Escola Cívico-Militar é inconstitucional – Em votação unânime, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) decidiu que é inconstitucional a lei 17.359, de 31 de março de 2021, que instituiu a implementação do modelo de Escola Cívico-Militar (ECIM) na rede pública estadual de ensino. A vitória foi do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), que ingressou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN). Diário do Litoral,  14/10  https://bit.ly/3T0KvHB

 

ELEIÇÕES 2022

Ex-reitores de universidades paulistas assinam manifesto contra a eleição de Tarcísio  Mais de cem acadêmicos e ex-reitores das principais universidades paulistas assinaram um manifesto em que fazem um alerta para “a cobiça que espalha destruição e fome” e o “profetismo pernicioso dos manipuladores do medo e dos desvarios do ódio” que poderiam pairar sobre o estado de São Paulo caso o candidato ao governo Fernando Haddad (PT) não seja eleito no segundo turno das eleições (veja abaixo).

Entre as 115 pessoas que já assinaram o manifesto estão o ex-reitor da USP Vahan Agopyan, a ex-reitora da Unifesp Soraya Smaili, o ex-presidente do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) Hernan Chaimovich e o reitor eleito da UFSCar Adilson Jesus Aparecido de Oliveira. A carta deve ser aberta ainda nesta quinta-feira (13) para a coleta de assinaturas do público em geral.  Monica Bergamo,  13/10   https://bit.ly/3esVmLp

 

 

Pesquisa Quaest: Luta tem 53% contra 47% de Bolsonaro  O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 53% dos votos válidos no 2º turno das eleições presidenciais, segundo pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta 5ª feira (13.out.2022). O presidente Jair Bolsonaro (PL) aparece logo atrás, com 47% das intenções de voto. Eis a íntegra (22 MB).

No levantamento anterior, feito de 3 a 5 de outubro, o candidato petista aparecia com 54% dos votos válidos, contra 46% do atual chefe do Executivo. Os votos válidos não incluem brancos e nulos. São usados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) na divulgação dos resultados.. Poder360  13/10    https://bit.ly/3S7ds2Z

 

Eleição invade escolas, vira debate e desafio para professores e pais  O educador ainda comenta que as escolas acabam cerceando a liberdade de alunos e professores para um debate saudável. “A maioria das escolas tanto pública quanto privada exigem que seus professores não discutam política em sala de aula”, desabafa.  Diante desse cenário o desafio é trabalhar uma perspectiva de educação de direitos humanos, pautada pela igualdade, sem distinção de gênero, etnia, orientação sexual e, principalmente, política. Jornal Opção,  12/10   https://bit.ly/3yFMnNQ

 

 


‘Não podemos nos omitir’: o manifesto de apoio a Lula presidente e Haddad governador

Fepesp, 14/10
https://bit.ly/3RWdNpr

Educadores, sindicalistas, professoras e professores preparam manifesto de apoio às candidaturas de Lula e Fernando Haddad, pela ‘volta do Brasil aos brasileiros’: assine você também

O manifesto (abaixo) pode ser assinado enviando seu nome, entidade ou profissão no quadro de comentários da página – aqui: https://bit.ly/3RWdNpr. Leia o manifesto abaixo –  e assine hoje mesmo!

 

MANIFESTO DE APOIO À VOLTA DO BRASIL AOS BRASILEIROS: PELO VOTO EM LULA 13 E HADDAD 13

Dos educadores espera-se uma atitude de defesa intransigente do conhecimento, da ciência, do desenvolvimento da consciência crítica para o exercício da cidadania. A defesa de uma Educação de qualidade, com acesso amplo, oportunidade para todos. Se de um lado temos a defesa da soberania nacional – que deve ser o nosso lado – do outro, lamentamos identificar um entreguismo abjeto, que promove a desindustrialização do país, entrega as matas aos madeireiros e às queimadas, corta verbas da Educação, persegue e desprestigia educadoras e educadores, desvaloriza trabalhadores e dificulta o acesso à Justiça do Trabalho.

Podemos dar um fim a esse tempo sombrio, almejar por um governo que respeite quem trabalha, que incentive nossa autoestima, que promova a Justiça e o bem estar social. Que não distribua nosso dinheiro a seus apaniguados via ‘orçamentos secretos’. Que retome a importância do Brasil no cenário global e que, novamente, no dê motivos para ter orgulho de sermos brasileiros.

Por isso, e sem nenhuma surpresa, os dirigentes sindicais que representam os interesses das professoras, dos professores e de todos os profissionais da Educação nas escolas particulares do Estado de São Paulo não irão se omitir neste momento. É preciso derrotar o atraso. E isso se dá com o voto decisivo no segundo turno, dia 30 de outubro, no candidato que pode voltar a reescrever uma história do Brasil a favor dos brasileiros.

É preciso votar em Lula 13 para presidente da República.

E é preciso também dar apoio à retomada do país com um voto decisivo para o Governo do Estado de São Paulo, em alguém que nos conhece e é daqui. É preciso votar em Fernando Haddad 13 para Governador.

 

(assine aqui: https://bit.ly/3RWdNpr)

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio