Fepesp - Federação dos Professores do Estado de São Paulo

segunda-feira, 12 de dezembro de 2022

Por Beth Gaspar em 12 de dezembro de 2022

12/12 - Governo deposita dinheiro de estudantes de mestrado, ensino médio privado ocupa prédios universitários esvaziados pelo EaD, câmara municipal proíbe pronome neutro em Valinhos, e mais: as mensalidades nas escolas mais caras do país

.

Covid-19 tem maior taxa de transmissão desde julho. Expectativa é de piora. Especialistas recomendam uso de máscara em local fechado. Vocês estão usando máscara na sua escola? Saiba mais aqui:  https://bit.ly/3uOu2LP

 

 

CRISE NO MEC

Após atraso, governo deposita dinheiro de estudantes de mestrado e doutorado– A Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) informou nesta sexta-feira (9) que o Ministério da Educação depositou o dinheiro das bolsas dos estudantes de mestrado, doutorado e pós-doutorado que estavam atrasadas devido a bloqueios no orçamento impostos pelo Ministério da Economia. O dinheiro deve cair na conta dos bolsistas até a próxima terça-feira (13).

ANPG (Associação Nacional de Pós-Graduandos), entidade de representação dos pós-graduandos brasileiros, também ser manifestou. “Agora a demora é cair na conta. BandNews 10/12 https://bit.ly/3VRVWCP

 

 Pesquisadores têm de fazer 'ginástica' para viver sem bolsa do MEC– Apesar dos R$ 50 milhões liberados ao Ministério da Educação (MEC) para o pagamento das bolsas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) — parte dos R$ 460 milhões desbloqueados na quinta-feira —, nem todos os pesquisadores receberam o salário. Mestrandos e doutorandos continuam fazendo malabarismo para se manterem dentro do orçamento de dezembro até, pelo menos, a próxima terça-feira, data prevista pelo ministro Victor Godoy para regularizar a situação. Correio Braziliense10/12 https://bit.ly/3PmTlyo

  

Governo atual é o que mais cortou em recursos de Educação e Ciência – Levantamento do Observatório do Legislativo Brasileiro usa informações desde 1999, ano mais recente em que há dados federais sobre as verbas do MEC e do MCTEstadão 09/12 https://bit.ly/3YegNSj

 

 POLÍTICA EDUCACIONAL

 Valinhos: Câmara Municipal aprova projeto de lei que proíbe uso de pronome neutro em instituições de ensino A Câmara de Valinhos (SP) aprovou, em sessão extraordinária nesta sexta-feira (9), um projeto que proíbe o uso de pronome neutro na grade curricular de ensino das escolas públicas e particulares, nos materiais didáticos e em editais de concursos públicos da cidade. Para virar lei, o texto precisa ser sancionado pela prefeitura Capitã Lucimara (PSD). G1  09/12  http://glo.bo/3YiFqgw

  

SP: Prefeitura de São Paulo antecipa crédito para compra de material e uniforme escolar nesta segunda A Prefeitura de São Paulo antecipou a liberação de crédito para compra de uniforme e material escolar de estudantes da rede municipal para esta segunda-feira (12).

O valor do benefício para uniforme é de R$ 573,53, e, para os kits de material, os valores vão de R$ 41,26, para estudantes do ensino infantil (berçário I e II), a R$ 201,28, para alunos de ensino fundamental. Folha de S. Paulo  11/12  https://bit.ly/3iXJ1kh

 

 

TRANSIÇÃO

Esquenta a disputa pelo Ministério da Educação do governo Lula – Começa a ser resolvida a partir de hoje por Lula e Rui Costa, futuro chefe da Casa Civil da presidência da República, a escolha do próximo ministro da Educação. Estava quase certo que seria Izolda Cela, governadora do Ceará, sem partido.

O PT quer o ministério da Educação para o deputado Reginaldo Lopes (foto), atual líder da bancada do partido na Câmara. A pedido de Lula, Lopes desistiu de ser candidato ao Senado para facilitar em Minas Gerais o acordo com o PSD de Gilberto Kassab. Metrópoles 11/12  https://bit.ly/3uIPjXu

 

Lula pode nomear Nísia Trindade para a Saúde e Izolda Cela para o MEC – Após a sua diplomação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), prevista para esta segunda feira, 12, , o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva retomará os anúncios da equipe ministerial. Há pressa para a oficialização de nomes em áreas sensíveis e que exigirão esforço redobrado antes da posse e nos primeiros dias do novo governo, como Saúde e Educação.

Lula também poderá anunciar no início desta semana a cantora baiana Margareth Menezes como ministra da Cultura e o filosófo Silvio Almeida para Direitos Humanos, ambos negros. Valor Econômico 12/12  http://glo.bo/3Hu4LhJ

 

O NEGÓCIO DA EDUCAÇÃO

Escolas ocupam prédios de faculdades ociosos com crescimento do ensino a distância Crianças e adolescentes na faculdade? Com o crescimento do ensino superior a distância, especialmente após a pandemia, prédios de faculdades estão cada vez mais ociosos, e um novo movimento deve se ampliar na educação brasileira nos próximos anos: o de escolas da educação básica ocupando espaços antes de universitários.

Uma das escolas mais renomadas de São Paulo, voltada à classe A, a Escola da Vila, testou esse modelo em 2022. Em uma parte de um prédio da Universidade São Judas que estava ociosa, no Butantã, passou a funcionar uma nova unidade da escola, destinada a alunos do 7º ano do fundamental ao 3º ano do médio.

 Na outra ponta, está a Ânima Educação, que controla instituições do ensino superior —além da Universidade São Judas, fazem parte do grupo, entre outras, a Anhembi Morumbi e a operação brasileira do instituto de alta gastronomia francês Le Cordon Bleu, que se popularizou no programa de TV "Masterchef".

O Intergraus, cursinho preparatório para o vestibular adquirido em janeiro deste ano pela Bahema, passou a funcionar, em março, em um prédio antes dedicado a cursos executivos e de pós-graduação da Universidade Anhembi Morumbi, na Vila Olímpia (zona sul).Folha De S. Paulo 11/12   https://bit.ly/3Bs8OqU

 

 


Mensalidades: saiba quanto custa estudar nas 25 escolas mais caras do país
Forbes Brasil via Crédito Digital, 11/12
https://bit.ly/3uEEd5Q

Anualmente, acontece a atualização das mensalidades nas escolas particulares. Assim, a Forbes Brasil apurou o custo mensal de 25 instituições de ensino em São Paulo, São José dos Campos (SP), Curitiba, Recife, Londrina (PR), Brasília e Rio de Janeiro para verificar qual será o custo da educação privada das escolas mais caras do país em 2023. Veja a lista:

American School – Brasília

  • Educação Infantil: R$ 6.610,00;
  • Ensino Fundamental: R$ 7.442,50;
  • Ensino Médio: R$ 7.680,00.

Avenues – São Paulo

  • Educação Infantil: R$ 9.762,45;
  • Ensino Fundamental: R$ 12.283,30;
  • Ensino Médio: R$ 12.283,30.

British School – São Paulo

  • Educação Infantil: R$ 6.047,70;
  • Ensino Fundamental: R$ 7.189,00;
  • Ensino Médio: R$ 7.902,00.

Camino School – São Paulo

  • Educação Infantil: R$ 6.000,00;
  • Ensino Fundamental: R$ 6.750,00;
  • Ensino Médio: R$ 7.000,00.

Colégio Cruzeiro – Rio de Janeiro e Jacarepaguá

  • Educação Infantil: R$ 2.924,07;
  • Ensino Fundamental: R$ 3.265,17;
  • Ensino Médio: R$ 3.970,35.

Colégio Marista – Recife

  • Educação Infantil: R$ 1.888,00;
  • Ensino Fundamental: R$ 1.977,00;
  • Ensino Médio: R$ 2.490,00.

Colégio Suíço Brasileiro – Curitiba

  • Educação Infantil: R$ 2.633,00;
  • Ensino Fundamental: R$ 3.362,00;
  • Ensino Médio: R$ 4.300,00.

Colégio Vértice – São Paulo

  • Educação Infantil: R$ 3.985,00;
  • Ensino Fundamental: R$ 4.625,00;
  • Ensino Médio: R$ 6.082,50.

Dante Alighieri – São Paulo

  • Educação Infantil: R$ 3.322,00;
  • Ensino Fundamental: R$ 4.463,00;
  • Ensino Médio: R$ 4.463,00.

Escola Eleva – Rio de Janeiro, Recife e Brasília

  • Educação Infantil: R$ 6.578,00;
  • Ensino Fundamental: R$ 6.638,00;
  • Ensino Médio: R$ 6.909,00.

Everest – Curitiba

  • Educação Infantil: R$ 5.316,00;
  • Ensino Fundamental: R$ 5.902,00;
  • Ensino Médio: R$ 5.609,50.

Graded American School

  • Educação Infantil: R$ 9.959,00;
  • Ensino Fundamental: R$ 9.959,00;
  • Ensino Médio: R$ 12.228,00.

Maple Bear – São Paulo (Aclimação)

  • Educação Infantil: R$ 5.020,00;
  • Ensino Fundamental: R$ 5.020,00;
  • Ensino Médio: R$ 5.020,00.

Escola Móbile – São Paulo

  • Educação Infantil: R$ 7.590,00;
  • Ensino Fundamental: R$ 7.867,50;
  • Ensino Médio: R$ 5.832,50.

Pentágono – São Paulo

  • Educação Infantil: R$ 3.610,25;
  • Ensino Fundamental: R$ 4.187,04;
  • Ensino Médio: R$ 5.328,54.

Pueri Domus – São Paulo

  • Educação Infantil: R$ 5.214,24;
  • Ensino Fundamental: R$ 6.208,92;
  • Ensino Médio: R$ 7.540,89.

Santa Cruz – São Paulo

  • Educação Infantil: R$ 4.340,00;
  • Ensino Fundamental: R$ 4.695,00;
  • Ensino Médio: R$ 5.310,00.

Santa Maria – São Paulo

  • Educação Infantil: R$ 2.239,00;
  • Ensino Fundamental: R$ 2.551,00;
  • Ensino Médio: R$ 4.361,00.

Santo Américo – São Paulo

  • Educação Infantil: R$ 7.147,67;
  • Ensino Fundamental: R$ 6.577,50;
  • Ensino Médio: R$ 7.575,00.

Santo Inácio – Rio de Janeiro

  • Educação Infantil: não tem;
  • Ensino Fundamental: R$ 3.553,25;
  • Ensino Médio: R$ 4.091,00.

Sphere International School – São José dos Campos

  • Educação Infantil: R$ 4.410,79;
  • Ensino Fundamental: R$ 5.096,14;
  • Ensino Médio: R$ 5.339,39.

St. Francis College – São Paulo

  • Educação Infantil: R$ 9.035,00;
  • Ensino Fundamental: R$ 10.167,50;
  • Ensino Médio: R$ 11.300,00.

St. James – Londrina

  • Educação Infantil: R$ 2.329,00;
  • Ensino Fundamental: R$ 2.393,00;
  • Ensino Médio: R$ 2.644,00.

St Nicholas – São Paulo

  • Educação Infantil: R$ 6.470,00;
  • Ensino Fundamental: R$ 9.998,00;
  • Ensino Médio: R$ 11.100,00.

St. Paul’s School

  • Educação Infantil: R$ 8.716,00;
  • Ensino Fundamental: R$ 8.716,00;
  • Ensino Médio: R$ 11.012,00.

Conteúdo Relacionado

crossmenu