Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 27 de fevereiro de 2024

9 de dezembro de 2020

09/12 – psicólogo na escola deve ser permanente, educadores na frente da fila da vacina, MEC recua em aula presencial, a votação do Fundeb.

.

[addthis tool="addthis_inline_share_toolbox_whwi"]
 

 

Profissionais da educação serão incluídos na lista de prioridade de vacinação
O Tempo; 09/12
https://bit.ly/3n1whWT

Na reunião com governadores realizada nesta terça (8) em Brasilia, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello apresentou um plano estratégico para a vacinação no País, que já inclui a previsão de aquisição de insumos e equipamentos de proteção individual. No encontro, ficou definido ainda que profissionais da educação também entrarão na lista de grupos prioritários para receber a imunização.

Pressionado, Pazuello promete plano de vacinação
Valor Econômico; 09/12
https://glo.bo/3oHfrNv

Pressionado por governadores, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, se comprometeu ontem a apresentar ao meio-dia desta quarta-feira um plano logístico para a vacinar a população contra o coronavírus. Em uma reunião tensa no Palácio do Planalto, os governadores também arrancaram de Pazuello o compromisso de acelerar o processo de registro das vacinas e assegurar a compra federal de qualquer uma que estiver certificada pela Agência Nacional de Segurança Sanitária (Anvisa) – inclusive a Coronavac, produzida em parceria entre o governo de São Paulo e a farmacêutica chinesa Sinovac.

A reunião ocorreu a pedido dos governadores, afetados pela “guerra da vacina”, uma disputa que tem como protagonistas o presidente Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Aprovação da Anvisa – No encontro, ficou acertado que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) registrará em 72 horas qualquer vacina que já tenha o aval de qualquer uma das quatro principais agências internacionais do setor – Food and Drug Administration (FDA), dos EUA, European Medicines Agency (EMA), da União Europeia, Pharmaceuticals and Medical Devices Agency (PMDA), do Japão, e a National Medical Products Administration (NMPA), da China. Caso a agência não se manifeste, o registro será automático.

 

Atrasado na vacinação e sem rigor no isolamento, Brasil tem mais 842 mortos por covid-19 em 24 horas
Rede Brasil Atual; 08/12
https://bit.ly/36ZxmJi

Vacinação da covid vira questão política e Conass registra novos 51.088 casos em um dia. Para especialista da Fiocruz, “o Brasil está atrasado e às escuras”.

“Ultrapassamos todos os limites da irresponsabilidade e da ingerência. Está na hora de uma mudança drástica na condução da epidemia de COVID-19. O Brasil, um país tão rico, recursivo e com um povo tão cheio de vida, não pode seguir à deriva e sendo literalmente exterminado por seus governantes”, diz o epidemiologista da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Jesem Orellana.

 


Enem: Apesar de avanço da covid, presidente do Inep diz que vai aplicar a prova em janeiro
Estadão; 09/12
https://bit.ly/3gx7JT1

O presidente do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (Inep), Alexandre Ribeiro Lopes, disse ao Estadão que prevê aplicar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em janeiro, mesmo com a recente escalada de infecções e mortes pela covid-19 no Brasil. A prova deste ano, que já foi adiada uma vez por causa da pandemia, teve cerca de 5,8 milhões de inscritos.

Principal porta de entrada para o ensino superior público e privado, o exame será aplicado para a maioria dos candidatos nos dias 17 e 24 de janeiro. Já a versão digital, realizada pela primeira vez nesta edição, está marcada para 31 de janeiro e 7 de fevereiro. Cerca de 96 mil alunos fazem o teste online. Para as pessoas privadas de liberdade, o exame é previsto para 23 e 24 de fevereiro de 2021.

 

Após críticas, MEC recua e adia para março volta das aulas presencias nas universidades
Folha de S. Paulo; 08/12
https://bit.ly/36Z4alC

No alvo de críticas de reitores, professores e alunos, o MEC (ministério da Educação) recuou da decisão de retornar as atividades presenciais na rede federal de ensino superior em 4 de janeiro.

Em portaria publicada em edição extra do DOU (Diário Oficial da União), na noite desta segunda-feira (7), a pasta comandada por Milton Ribeiro estipulou uma nova data: 1º de março. Até lá, faculdades privadas, institutos e universidades federais poderão continuar os trabalhos de forma remota.

O ministro não apresentou nenhuma explicação que justifique a nova data, como alguma projeção de diminuição de casos de coronavírus no país ou plano de vacinação da comunidade acadêmica.


MEC lança programa para professores de alfabetização
Agência Brasil; 08/12
https://bit.ly/373PcuJ

O Ministério da Educação vai ofertar curso gratuito e a distância para a qualificação de 40 mil professores de alfabetização, com duração total de 160 horas, a partir de 11 de janeiro.

O curso Alfabetização Baseada na Ciência (ABC) deverá ser acessado no Ambiente Virtual de Aprendizagem do MEC (Avamec), onde os professores poderão assistir a vídeos, baixar os materiais de leitura e preparar as tarefas de estudo.

“O curso é composto por um manual teórico, de 24 capítulos, elaborado pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, e um Programa de Intervenção Prático, desenvolvido pelo Centro de Investigação e Intervenção na Leitura do Instituto Politécnico do Porto. A Universidade Aberta de Portugal ficou responsável por gravar as videoaulas e produzir as legendas para o português do Brasil”, informou o MEC em nota.

O conteúdo abarca noções fundamentais de alfabetização, de literacia emergente (antes da instrução formal), da aprendizagem da leitura e escrita e das dificuldades desse processo.

 

Fepesp; 08/12
https://glo.bo/3oC7Sr6

A britânica Pearson está negociando a venda dos sistemas de ensino COC e Dom Basco, material didático usado por 250 mil alunos e que juntos têm receita de cerca de R$ 200 milhões, segundo o Valor apurou.

O negócio é avaliado entre dez e doze vezes o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda), diz uma fonte.

Entre os grupos participantes do processo estão a Vasta, braço de prestação de serviços de educação básica da Cogna, e a Arco Educação – ambas as companhias possuem ações na Nasdaq, bolsa americana, e estão capitalizadas para investir em expansão.

 

Fundeb: Distribuição de recursos entra na pauta na Câmara Federal
Valor Econômico; 09/12
https://glo.bo/3oC7Sr6

A Câmara dos Deputados aprovou ontem, por 414 a 13, o requerimento para acelerar a tramitação do projeto de lei que regulamenta a distribuição dos recursos do novo Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica.

A proposta foi incluída na pauta de votações de hoje, mas deve enfrentar resistência de partidos da oposição, como o PT e o Psol, que criticaram o parecer do relator Felipe Rigoni (PSB-ES). Um dos pontos criticados pelas legendas é o fato de Rigoni não ter colocado uma proposta para regulamentar o Custo Aluno Qualidade (CAQ), que é o parâmetro de financiamento educacional previsto no Plano Nacional de Educação (PNE). O CAQ estabelece o valor que deve ser investido por aluno para garantir a qualidade do ensino.


Se intensifica luta pela regulamentação do Fundeb permanente
Sinpero; 08/12
https://bit.ly/3gsryuM

Há dois Projetos de Lei (PL) que foram protocolados no Congresso Nacional com o objetivo de regulamentar o novo Fundeb, sendo eles: PL 4.372/2020, de autoria da deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), e o PL 4.519/2020, do senador Randolfe Rodrigues (RedeAP). Ambos os textos estão em concordância com o posicionamento da CNTE e se mostram fiés aos dispositivos da EC 108/2020. Mas, necessitam de algumas observações que estão minuciosamente detalhadas no texto produzido pela CNTE e que pode ser acessado através do link: https://www.cnte.org.br/index.php/menu/comunicacao/posts/noticias/73529-questoes-a-serem-observadas-e-priorizadas-na-regulamentacao-do-fundeb-permanente


Vestibular online da PUC tem lentidão e questões sobre livros que não estavam na lista
Sinpro Sorocaba; 07/12
https://bit.ly/3m0oXcP

O processo seletivo online da PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), realizado neste domingo (6), teve problemas de acesso à prova e seis questões canceladas. Cinco delas eram de literatura. A PUC-SP afirmou que “houve uma lentidão no acesso da prova online e alguns candidatos entraram no sistema após o horário estipulado, mas todos tiveram o mesmo tempo para concluir o teste”.

Segundo a universidade, “alguns vestibulandos tiveram problema de acesso à plataforma e aqueles que entraram em contato foram orientados e conseguiram acessar a avaliação”.

Sobre as perguntas canceladas, diz que “todas foram anuladas por questões técnicas e, como medida de equidade, todos os candidatos receberão a pontuação correspondente”.

 

Fórum Estadual da Educação: psicólogo na escola não pode ser temporário
Fepesp; 09/12
https://bit.ly/2JLQMbu

Em reunião plenária realizada nesta ter-feira, 08,12, os integrantes do Forum Estadual da Educação de São Paulo (FEE SP) discutiram a recente declaração do secretario da Educação do Estado, Rossieli Soares, anunciando a contratação temporária de psicólogos para oferecer assistência aos profissionais de educação.

A professora Conceição Fornasari, Sinpro Campinas e diretoria executiva da Fepesp, é a representantes da Fepesp no FEE. Diz a nota em seu trecho inicial:

“O momento que vivemos em nosso país, provocado pela epidemia de SARSCoV/Covid-19, é inesperado e tem provocado medo, insegurança e sofrimento. O anúncio feito pelo Sr. Secretário de Educação do Estado de São Paulo, de que serão contratados mil psicólogos para atender a professores e estudantes que o desejarem é bem-vindo, pois revela preocupação no enfrentamento às dificuldades do momento.

No entanto, trata-se de uma medida de caráter temporário que não garante continuidade de atenção à saúde e às escolas, nem à comunidade escolar.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio