Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 27 de fevereiro de 2024

8 de novembro de 2022

08/11 – Sindicatos cobram cumprimento imediato de sentença de dissídio do Superior, a equipe de transição na Educação, ambiente belicoso nas escolas, e mais: Enem 2022 neste final de semana

.

[addthis tool="addthis_inline_share_toolbox_whwi"]

Ensino Superior: sentença do dissidio de greve deve ser cumprida imediatamente pelas instituições, incluindo o pagamento do reajuste salarial retroativo a 1º de março. Os sindicatos já mandaram o aviso. Todos de olho!
Veja aqui:  https://bit.ly/3sXSZnh

 

 

Ensino superior pode movimentar até R$ 42 bilhões por mês no país O ensino superior privado no Brasil pode render até R$ 42 bilhões por mês para as instituições de ensino, segundo uma pesquisa feita pela Geofusion, companhia de inteligência de mercado, com base em dados do IBGE e do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).

De acordo com seu levantamento, em São Paulo são 11 milhões de habitantes na faixa entre 20 e 34 anos. No estado, a projeção é de R$ 16 bilhões mensais em gastos com educação.. Painel S.A. FSP, 08/11  https://bit.ly/3WHC31X


POLÍTICA EDUCACIONAL

Haddad reúne representantes de fundações e ex-MEC para discutir educação em governo Lula – O ex-ministro da Educação Fernando Haddad reunirá nesta terça-feira, 8, em São Paulo, representantes de institutos e fundações e ex-colaboradores do MEC para discutir prioridades do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na área.

O convite para cada uns do 50 integrantes foi assinado por Leonardo Barchini, também ex-MEC. Entre os nomes já confirmados estão Priscila Cruz, do Todos pela Educação, Neca Setubal, da Fundação Tide Setubal e herdeira do Itaú, Denis Mizne, da Fundação Lemann, Ana Inoue, do Itaú Educação e Trabalho e Ricardo Henriques, do Instituto Unibanco.

O grupo também inclui a diretora do centro de políticas públicas da Fundação Getulio Vargas, Claudia Costin, e o da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Francisco Soares, ex-presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), órgão do MEC responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O evento será em um hotel, na Vila Mariana, zona sul da capital. Estadão, 07/11  https://bit.ly/3DSLB1u

 

Ex-ministro Henrique Paim vai coordenar área de Educação da equipe de transição – O ex-ministro Henrique Paim coordenará o núcleo de Educação da equipe de transição do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O grupo deve ser definido nesta terça-feira (8) em encontro na cidade de São Paulo (SP) convocado pelo ex-prefeito Fernando Haddad, que foi ministro da Educação de 2005 a 2012 e, na semana passada, recebeu do ex-presidente a missão de montar a equipe da área. A informação foi publicada nesta segunda-feira (7) pelo jornal O Globo. Brasil247, 07/11  https://bit.ly/3UlfmyX


O que se espera do novo MEC de Lula, que deve priorizar atenção à primeira infância e diálogo com estados e municípios – Na pauta, estão uma maior integração com estados e municípios, a criação de uma estrutura para a primeira infância subordinada à Presidência e a criação de medidas para a juventude como o Bolsa Jovem (programa de pagamento de um valor para alunos não deixarem a escola defendido pela senadora Simone Tebet). Além disso, há no horizonte a montagem de um programa específico para aceleração da aprendizagem após as perdas causadas pela pandemia. O Globo, 07/11  http://glo.bo/3hrlJ5u

 


INTOLERÂNCIA

Irmã de estudante que denunciou ataques racistas também foi alvo de preconceito no mesmo colégio em SP – O colégio é o Visconde de Porto Seguro, um dos mais tradicionais de São Paulo. Antônio e os outros adolescentes do grupo estudam na unidade de Valinhos, a 90 quilômetros da capital. A mensalidade custa até R$ 4 mil.

Tália, a irmã de Antônio estuda na mesma escola e, segundo a mãe, já foi alvo de preconceito de colegas. Desde os 6 anos de idade, ela sofre com atitudes racistas. Mas a garota pediu para a mãe não denunciar, com medo de represálias. Agora, a família decidiu compartilhar as histórias, depois do ato de coragem do irmão.. G1, 07/11  http://glo.bo/3tc9ts1

 

Presidente Prudente: menino vai fantasiado de Hitler a festa da escola em São Paulo – Um estudante do ensino fundamental de uma escola particular de Presidente Prudente (a 511 km de São Paulo) foi a uma festa da instituição fantasiado como o ditador nazista Adolf Hitler.

O caso, na noite desta quarta-feira (26), ganhou repercussão na internet após uma foto do garoto ser publicada em rede social do Colégio Cotiguara. A instituição de ensino reconheceu e lamentou o “grave erro” e informou em nota que vai fazer uma “ação de esclarecimento” com os alunos e familiares. Tribuna Online, 04/11  https://bit.ly/3NMir8S

 

Rio de Janeiro: colégio anuncia aulas de ‘Moral e Civismo’ como resposta ao resultado das eleições – O Colégio Dimitri Marques, em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, anunciou nesta sexta-feira (4), em um comunicado enviado aos responsáveis de seus alunos, que incluirá em sua grade curricular a disciplina ‘Moral e Civismo’ a partir de 2023.

“Comunicamos que, a partir de 2023, será implementada a disciplina de “Moral e Civismo” em nossa grade curricular. Tal entendimento se ampliou no atual processo eleitoral, mas já havia sido iniciado nos últimos anos, durante os quais analisamos os materiais didáticos e conteúdo (especialmente da disciplina de História) nos quais têm sido cada vez mais comum observar a descaracterização de conceitos fundamentais, que acabam sendo substituídos por ideologias, sociologia, filosofia, achismos etc”, dizia o comunicado.. G1, 03/11  http://glo.bo/3fKNXYr

 

Ambiente belicoso da ultradireita impõe novos desafios para os professores – A escola não é uma bolha e é natural que esse ambiente contaminado na sociedade repercuta no ambiente escolar. Contudo, a escola não é um espaço qualquer. É um lugar de aprendizagem que vai muito além do currículo. Um local que deveria possibilitar a convivência, o respeito à diversidade, o pluralismo de ideias e o exercício político. Objetivamente: a escola deve fomentar –  e também exigir – condutas civilizatórias. SinproSP, 04/11  https://bit.ly/3NMje9Q

 

 

SINDICATOS

 

 


Inep recicla itens do Enem para ter prova com questões inéditas
Folha de S. Paulo, 07/11
https://bit.ly/3Eg1qk8

Enem 2022: O exame será aplicado nos próximos dias 13 e 20 de novembro para cerca de 3,3 milhões de estudantes em todo o país.

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) reciclou itens do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) para garantir que as provas aplicadas neste ano tenham questões inéditas.

Eles explicam que são questões feitas e pré-testadas em anos anteriores, mas que ficaram de fora das provas oficiais por terem apresentado alguma fragilidade nas informações piscométricas —que são as informações estatísticas que permitem a calibragem para a medição de diferentes proficiências entre os candidatos.

Desde 2009, quando o Enem ganhou o formato atual e virou vestibular, há dificuldade de produzir itens adequados em número suficiente para a compor a prova. O problema foi agravado durante o governo Jair Bolsonaro (PL), já que nos três primeiros anos de gestão não foram produzidas novas questões para compor o BNI. O último pré-teste de questões aconteceu em 2019, no primeiro ano do governo de Bolsonaro.

 

O que estudar em cada disciplina do Enem? Confira dicas para se preparar e como resolver a prova – Para ajudar os estudantes que estarão no Enem de 2022 o Estadão conversou com professores de ensino médio do curso e colégio Etapa, de São Paulo (SP), que explicaram como deve funcionar o exame e deram dicas para se preparar.

Caso você esteja longe do ensino médio há um tempo ou fazendo o Enem pela primeira vez, Leme recomenda refazer as provas antigas para se habituar ao formato. Apesar de escolher focos de estudo, ler um pouco sobre cada matéria também é importante para incorporar o vocabulário e ir refinando sua maneira de escrever sem sobrecarregar a mente.

Leia na matéria as dicas de professores para as provas de Matemática, Linguagens, Ciências Humanas e Ciências da Natureza.  Estadão, 07/11  https://bit.ly/3UAHAWi

 

Vacina, abuso infantil e redes sociais: o que pode virar tema da redação do Enem 2022 – Na reta final para o Enem 2022, é preciso estar preparado não apenas para as provas objetivas, mas também para a redação.

Ela será aplicada no próximo domingo (13), primeiro dia de provas, junto com o teste de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e o de Ciências Humanas e suas Tecnologias. No domingo seguinte, 20 de novembro, os candidatos realizam as provas Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias.

A redação do Enem obedece a uma estrutura básica, composta pela apresentação do tema, a defesa de um ponto de vista baseada em argumentos e, por fim, uma proposta de intervenção social para o problema apresentado no desenvolvimento do texto.

Todas as orientações para produzir uma boa redação constam na Cartilha do Participante, disponível no site do Inep (aqui).

Apesar de ser um texto dissertativo-argumentativo, ele não propõe ao candidato assumir um lado dentro de um debate, diferentemente de vestibulares mais tradicionais, como o da Fuvest.

AS COMPETÊNCIAS AVALIADAS NA REDAÇÃO DO ENEM

Competência 1 – Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa.

Competência 2 – Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.

Competência 3 – Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Competência 4 – Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Competência 5 – Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.  Folha de S. Paulo, 07/11  https://bit.ly/3NOXbPJ

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio