Fepesp - Federação dos Professores do Estado de São Paulo

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2022

Por Beth Gaspar em 7 de fevereiro de 2022

07/02 - Apenas um sintoma para afastamento por Covid em SP, 85% de óbitos não tem vacinação completa, Arco faz negócio com Pearson, e mais: Senado quer vetar refri nas escolas

.
Os ofícios protocolados pela Fepesp ao Conselho Estadual da Educação e à Secretaria de Educação de SP, em nome dos seus sindicatos integrantes, estão aqui:  https://bit.ly/342nhMH

 

 

 

 

POLÍTICA EDUCACIONAL

Prefeitura de SP não vai seguir norma do estado, e alunos com apenas um sintoma de Covid-19 serão afastados
G1; 04/02
https://glo.bo/3B5RlDy

Secretário da Educação da capital diz que regra vale a partir de segunda, quando 1,82 milhão de alunos da rede municipal voltam às escolas. Alunos que tiverem com sintomas devem fazer isolamento de 10 dias mesmo sem teste.

A Prefeitura de São Paulo disse que não seguirá a recomendação do secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, e afastará imediatamente das aulas crianças que tenham apenas um sintoma de Covid-19. Em portaria publicada no último dia 28 de janeiro, Rossieli determinou que o afastamento de só ocorra se houver ao menos dois sintomas da doença, decisão que foi criticada por especialistas.

Dentre os professores, serão verificados diariamente os sintomas no início do turno de trabalho e quem apresentar febre ou sintomas respiratórios deve ser imediatamente afastado. Já quanto aos alunos a orientação é uma busca ativa e, em caso de sintomas, o isolamento por 10 dias, mesmo se não der para testar.

 

Minas Gerais: BH não acata recomendação do MP e mantém adiamento de aula presencial
Estadão; 05/02
https://bit.ly/3ovClts

A Prefeitura de Belo Horizonte decidiu manter o adiamento do retorno às aulas presenciais de crianças de 5 a 11 anos para o dia 14 de fevereiro. A volta às escolas estava prevista para a última quinta (3).

Em entrevista coletiva concedida no dia 26 de janeiro, o prefeito Alexandre Kalil anunciou o adiamento das aulas para a faixa etária. O objetivo da decisão foi dar mais tempo para que as crianças dessa idade pudessem tomar a primeira dose da vacina contra a Covid antes de voltar para a escola.

 

Mato Grosso: Profissionais da educação testam positivo para Covid e ano letivo nas escolas municipais é adiado em cidade de MT
G1; 05/02
https://glo.bo/3J67lbe

Os profissionais da educação testaram positivo para a Covid-19 e o ano letivo nas escolas municipais de Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, foi adiado. O início estava programado para a próxima segunda-feira (7), mas foi adiado para o dia 14 de fevereiro.

"O número grande de atestado de Covid-19 que nós temos entre os nossos servidores de todas as áreas como da merenda, limpeza, professores, coordenadores, diretores e técnicos nos leva a fazer esse adiamento", disse. O anúncio foi feito pelo secretário de educação do município, Vagner Constantino, nessa sexta-feira (4).

 

Pernambuco: Recife abre centro de testagem exclusivo para trabalhadores da educação
Pref Recife; 03/02
https://bit.ly/3GwGDa7

Fortalecendo a saúde e a educação no Recife, o prefeito João Campos anunciou, na manhã desta quarta-feira (2), que a capital pernambucana vai contar com um centro de testagem exclusivo para as trabalhadoras e os trabalhadores da rede municipal de educação. O centro passa a funcionar já a partir desta quinta-feira (3) na Escola Municipal Reitor João Alfredo, na Ilha do Leite, local em que o gestor municipal fez o anúncio. Os profissionais que estejam precisando realizar o teste devem fazer o agendamento, a partir das 15h, desta quarta, no Portal da Educação. Serão 500 testes por dia no local e esse número será ampliado até 1000.

 

CORONAVÍRUS

Hospital de SP diz que 85% dos mortos por Covid nos últimos 3 meses não estava com a vacinação completa
Fantástico; 06/02
https://glo.bo/3uM7T2j

Segundo levantamento do Hospital Emílio Ribas, a cada cinco internados, quatro não tomaram vacina ou estão com doses atrasadas. Ao Fantástico, mulher que ficou em estado grave na UTI, conseguiu sobreviver e agora está com a vacina em dia, aconselha: 'Tem que tomar vacina'.

Especialistas dizem: o Brasil vive hoje a pandemia dos não vacinados. São eles que enchem as UTIs de Covid em grande parte do pais.

Esta semana, a Fiocruz levantou o sinal de alerta mais uma vez. Os pesquisadores, que monitoram as vagas de UTI em todo o país, destacam que, por causa da ômicron, a situação começou a mudar muito rápido em novembro, após setembro do ano passado ter sido o primeiro mês, desde o começo da pandemia, em que todos os estados tinham menos de 60% dos leitos ocupados.

A rede Dor, responsável por mais de 60 hospitais em 12 estados, registrava, no fim de dezembro do ano passado, 200 pacientes internados com Covid. Agora, são cerca de 1.400.

 


TRABALHO

Centrais discutem calendário que inclui Conclat, 1º de Maio e mobilização para eleições
Rede Brasil Atual; 06/02
https://bit.ly/3uxCXm6

s centrais sindicais podem fechar nesta semana uma agenda de prioridades para o semestre. Entre elas, uma “nova Conclat” em abril e outra edição do 1º de Maio unificado, como nos três anos anteriores. Além disso, vão elaborar uma “pauta da classe trabalhadora”, a ser entregue aos candidatos à Presidência. Assim como em 2018, os sindicalistas destacarão os principais pontos que consideram necessários para a retomada do desenvolvimento, com distribuição de renda e redução da desigualdade. Na eleição anterior, a chamada “agenda prioritária” das centrais tinha 22 itens.

A “nova Conclat“, sigla de Conferência Nacional da Classe Trabalhadora”, está prevista para 7 e 8 de abril, mas a data e o local ainda serão confirmados oficialmente. O evento marcou a rearticulação do movimento sindical ainda sob a ditadura. Teve uma reedição em 2010, no estádio do Pacaembu, em São Paulo. O tradicional palco esportivo acaba de ser privatizado e está em obras. Era o último ano do governo Lula, em uma situação bem diferente, com certa estabilidade política e crescimento econômico.

 

O NEGÓCIO DA EDUCAÇÃO

Arco Educação compra PGS e Mentes do Amanhã, ativos de educação básica da Pearson
Terra; 06/02
https://bit.ly/3Hyv97n

A Arco Educação anunciou a aquisição de dois ativos da Pearson Education do Brasil: o PGS (anteriormente conhecido como Pearson Global School), que envolve material didático bilíngue para ensino básico e metodologia de ensino, e a Mentes do Amanhã, uma solução complementar focada em habilidades do século XXI, como aprendizagem socioemocional, educação financeira e tecnologia.

Não foram divulgados valores da transação. "Esta transação amplia a presença de mercado suplementar da Arco, adicionando soluções de alta qualidade com complementaridade de preços ao seu portfólio. A Arco acredita no grande potencial do inglês como segunda língua e na tendência favorável do mercado para as habilidades do século XXI", afirma a empresa em comunicado à SEC, comissão de valores mobiliários dos Estados Unidos.

 

 

Projeto no Senado proíbe venda e distribuição de refrigerantes em escolas de ensino básico
Rede Brasil Atual; 03/02
https://bit.ly/34ielDk

O Senado está para votar projeto que proíbe venda ou distribuição de refrigerantes em escolas de ensino básico. A alegação é de que a elevada presença de açúcar na bebida causa prejuízos à saúde.

Há pouco mais de dois meses, em 30 de novembro, a Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado aprovou substitutivo ao projeto (PLS) 9/2017, de Randolfe Rodrigues (Rede-AP). O novo texto é da relatora Zenaide Maia (Pros-RN). Como houve pedido nesse sentido, o projeto vai para votação em plenário e, se aprovado, seguirá para a Câmara.

Não é a primeira vez que o Congresso discute uma proposta nesse sentido. Apresentado em 2007, o PL 1.755 andou a passos lentos em comissões da Câmara. Empacou de vez em 2019, com alguns pedidos de inclusão na ordem do dia do plenário da Casa.

Advertência no rótulo – “Entre os malefícios à saúde humana cientificamente comprovados, podemos citar a obesidade e suas doenças relacionadas, como ataque cardíaco, doença hepática gordurosa, diabetes, além da cárie dentária”, diz o parlamentar na justificativa do PLS 9. A proposta inclui ainda obrigatoriedade de advertência, no rótulo ou embalagem, sobre os possíveis males provocados pelo consumo excessivo.

Médica de formação, a relatora apontou associação entre ingestão regular de refrigerantes e problemas de saúde. “Anualmente, no Brasil, o consumo de bebidas açucaradas é responsável por causar excesso de peso em mais de 700 mil crianças e em mais de 2 milhões de adultos”, afirmou no parecer. “Está também associado ao óbito de cerca de 12 mil pessoas em decorrência das comorbidades, como diabetes, doenças cardíacas e doenças cerebrovasculares.”

Conteúdo Relacionado

crossmenu