Fepesp - Federação dos Professores do Estado de São Paulo

quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Por Beth Gaspar em 5 de novembro de 2020

05/11 - o mapa da rejeição à volta às aulas precoce, verbas saem da educação para estradas, o repúdio à sentença infame às mulheres e mais: tensão na final das eleições nos EUA.

.

Ensino Superior: sindicatos da Fepesp reúnem-se hoje para tabular resultados das assembleias de 04/11 no Estado e organizar mobilização final.  Leia aqui:    https://bit.ly/3kW63nv
 

Volta às aulas em São Paulo: normas de segurança desautorizam, critica Apeoesp
Rede Brasil Atual; 05/11
https://bit.ly/2HYJosJ

Mais de 280 cidades paulistas rejeitaram o retorno precoce às atividades presenciais nas escolas. Covid-19 segue como ameaça.

“As atividades presenciais neste momento são voluntárias: para pais e estudantes; não são obrigatórias para o desenvolvimento de atividades curriculares, que seguem em regime de tutela; são exclusivamente para atividades extracurriculares, tais como acolhimento e reforço; só podem acontecer se a comunidade escolar for consultada e concordar com esse retorno; só podem ser desenvolvidas seguindo-se todos os protocolos de segurança sanitária”, afirma a Apeoesp, em nota.

Entre as escolas privadas, de acordo com reportagem do Estadão, que ouviu mais de 40 instituições da capital, um quarto não retornou às atividades presenciais. Entre as que rejeitaram a volta estão colégios de elite como Santa Cruz e Bandeirantes.

O Coletivo Intersetorial, que reúne fóruns, conselhos, integrantes de redes regionais, trabalhadores de unidades educacionais, socioassistenciais e da saúde em São Paulo também se manifestou contra o retorno. De acordo com projeções da Fiocruz, a pandemia no Brasil não está controlada. Ao contrário, São Paulo, pela primeira vez em mais de um mês, registrou tendência de crescimento nos casos e mortos pela covid-19.

 


Rede estadual de SP terá aprovação continuada em todas as séries em 2020
Folha de S. Paulo; 05/11
https://bit.ly/3ev5bUy

A rede estadual de ensino de São Paulo terá progressão continuada em todas as séries em 2020 para os estudantes que tiverem feito alguma atividade letiva. A proposta foi aprovada nesta quarta-feira (4) pelo Conselho Estadual de Educação.

Todo aluno que tiver feito atividades será aprovado para a próxima série escolar em 2021. Estudantes que não tenham feito nenhuma atividade neste ano serão convocados para recuperação presencial em janeiro para que possam seguir ao próximo ano escolar em 2021.

 

No Brasil, 17 estados ficam abaixo da média em avaliação de alfabetização
Folha de S. Paulo; 05/10
https://bit.ly/38dDr5z

Uma avalição federal feita com amostra de estudantes do 2º ano do ensino fundamental de escolas públicas mostra que 17 estados brasileiros não conseguiram alcançar a média do país em conhecimentos de língua portuguesa. Em matemática, foram 18 estados que não atingiram a média.

Os resultados sobre a avaliação amostral, realizada em 2019, foram divulgados pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) nesta quarta-feira (4). Além do 2º ano, uma amostra de estudantes do 9º ano fez testes em ciências da natureza e ciências humanas.

 

De escolas para estradas: Congresso aprova proposta que retira R$ 1,4 bi da educação e libera recursos para obras
G1; 04/11
https://glo.bo/3oWOhmt

Deputados e senadores aprovaram nesta quarta-feira (4), em uma sessão do Congresso Nacional, um projeto de lei enviado pelo governo ao Legislativo que retira R$ 1,4 bilhão do orçamento do Ministério da Educação (MEC) deste ano e repassa os recursos para obras.

Com a decisão, o texto vai à sanção do presidente Jair Bolsonaro. A proposta autoriza o remanejamento e o uso de reservas de contingência que somadas chegam a R$ 6,1 bilhões. Esses recursos vão sair de sete ministérios - sendo a maior parte (R$ 1,4 bilhão) do orçamento do Ministério da Educação. Na realocação dos recursos, as pastas de Infraestrutura e do Desenvolvimento Regional são as que mais recebem.

 

Professora de Campinas está entre os finalistas do “Nobel da Educação”
AgoraMT; 04/11
https://bit.ly/3k1z9AK

A professora brasileira Doani Emanuela Bertan (na foto) foi para a final do Global Teacher Prize 2020.

Ela está entre os 10 finalistas da premiação – considerada o “Nobel da Educação” – promovida pela Varkey Foundation em parceria com a Unesco e homenageia educadores de vários lugares do planeta por projetos e ideias inovadoras.

Doani foi selecionada entre 12 mil inscritos, de mais de 140 países. Ela é professora de ensino bilíngue em libras e português na Escola Municipal Júlio Mesquita Filho, em Campinas, no interior de São Paulo.

O anúncio de nove, do dez finalistas, foi feito nesta quarta-feira, 4. O vencedor do Global Teatcher Prize 2020 será divulgado no dia 3 de dezembro e ganhará US$ 1 milhão em bonificação.

 

Fies prorroga renovação de contratos até 30 de novembro
O Dia; 05/11
https://bit.ly/3kVKTpA

O prazo para a renovação semestral dos contratos de financiamento concedidos pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) foi prorrogado até 30 de novembro pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). As renovações dos contratos deverão ser feitos pelo sistema SisFies.

A medida vale para contratos simplificados e não simplificados. No caso de aditamento não simplificado, quando há alteração nas cláusulas do contrato, como mudança de fiador, por exemplo, o aluno precisa levar a documentação comprobatória ao banco para finalizar a renovação. Já nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema.

 


Estupro ‘culposo’? Justiça declara crime ‘sem querer’ e ofende mulheres em todo o país

Fepesp; 04/11
https://bit.ly/3mQoKcP

Nota Pública: “Já não bastam as dificuldades, a discriminação e o sexismo que as mulheres enfrentam todos os dias, é revoltante deparar-se com a notícia de uma mulher sendo humilhada em julgamento depois de abominável violência sexual.

A Fepesp repudia veementemente essa caracterização ultrajante de “crime sem querer”, que ofende as mulheres e, em especial, a categoria dos educadores composta em sua maioria por profissionais do gênero feminino”.

 

Brasil não terá vacinação em massa em 2021, afirmam especialistas
Rede Brasil Atual; 04/11
https://bit.ly/3mUnNAd

A presidenta da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Nísia Trindade, admitiu, em entrevista ao Estadãoque não deve haver vacinação em massa no Brasil, ao menos não imediatamente após haver uma vacina aplicável à população. Estima-se que, sejam quais forem, as vacinas contra a covid deverão estar disponíveis a partir de março de 2021. Isso, tanto a elaborada pela Fiocruz, como a Coronavac, do Instituto Butantã. Contudo, “terá que haver algum critério de priorização, mas isso ainda não foi definido”, disse Nísia.

Entre os desafios, estão questões de logística e produção, além da politização do tema por radicais, incluindo a base do governo do presidente Jair Bolsonaro. Nísia explica que a vacina da Fiocruz, elaborada em parceria com a farmacêutica Astrazeneca e a universidade de Oxford, deverá ter produção de 100 milhões de doses nos seis primeiros meses do ano que vem, o que seria insuficiente para cobrir a população do país, de 240 milhões de pessoas.

 


Vantagem de Biden, ameaças de Trump: a tensão na reta final
Nexo; 05/11
https://bit.ly/3jTSnrW

No segundo dia da apuração da eleição americana, o candidato democrata, Joe Biden, venceu em estados considerados chave para a disputa e ficou mais próximo de se tornar o presidente do país.

O ex-vice-presidente de Barack Obama obteve na quarta-feira (4) a vitória em Wisconsin e Michigan, dois estados onde em 2016 o atual presidente, Donald Trump, havia vencido. Com eles, Biden atingiu 264 delegados, segundo a imprensa americana, e ficou a 6 de conseguir a maioria no colégio eleitoral.

Ainda faltam milhões de votos a serem contabilizados – muitos dos quais foram enviados de forma antecipada – e a tendência é que a apuração se alongue pelo menos até sexta-feira (6). A definição de alguns estados, no entanto, pode dar a vitória a um lado ou outro antes disso.

Num discurso otimista na tarde de quarta (4), Biden disse estar confiante com a vitória e rebateu as tentativas de Trump contestar os resultados, sem citar o adversário.

 


Acompanhe a apuração em tempo real
(Azul, Biden. Vermelho, Trump)
UOL; 04/11
https://bit.ly/389L2SN

Os eleitores também votaram para escolher cerca de um terço dos senadores e todos os 435 parlamentares da Câmara dos Representantes (equivalente à Câmara dos Deputados), além de governadores e prefeitos. A votação incluiu ainda plebiscitos em 32 estados.

Conteúdo Relacionado

crossmenu