Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 28 de outubro de 2021

27 de setembro de 2021

Educação Básica: calcule aqui o que você tem a receber com o reajuste do dissídio

As parcelas variáveis do salário, como horas extras, também têm diferenças a receber, mas elas devem ser calculadas em separado.

Professoras, professores e auxiliares nas escolas particulares de Educação Básica no Estado de São Paulo podem estimar o que tem a receber em reajustes salariais retroativos – conforme julgamento do dissídio coletivo 2021 –  6,29% a partir de 1º de março – com esta calculadora preparada pelo Sinpro SP.

Clique na imagem abaixo ou neste link, coloque os valores brutos recebidos e veja o resultado que a espera!

 

Organize os seus holerites, preencha os valores recebidos e clique no botão calcular ao final da tabela. Os cálculos da planilha consideram o mesmo número de aulas semanais a partir de fevereiro. As parcelas variáveis do salário, como horas extras, também têm diferenças a receber, mas elas devem ser calculadas em separado.

Desses valores deverão ser descontados os valores pagos como antecipação do reajuste salarial – para quem recebeu alguma antecipação. Enquanto aguarda ser publicado o acórdão, para conhecimento do inteiro teor da sentença, Celso Napolitano, presidente da Federação dos Professores do Estado de SP (Fepesp), informa: “Quem não teve nenhuma antecipação, deverá receber o valor dos retroativos a partir da publicação do acórdão”.

 

Educação Básica 2021: dissídio garante convenção, reajuste, estabilidade

 

.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio