19 de fevereiro de 2021| , ,

Unimep desativa campus e todos os cursos em Santa Bárbara d’Oeste

A Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba) desativará o campus de Santa Bárbara d’Oeste e todos os cursos ministrados no local. Os alunos matriculados na unidade serão recebidos pela FAM (Faculdade de Americana).

A informação foi confirmada na noite desta quinta-feira, 18/02, pela instituição de ensino americanense, que citou uma reunião recente com a direção da Unimep para definir a transição.

O campus de Santa Bárbara fica na Rodovia Luiz Ometto (SP-306) – ele abrigava os cursos da área de Engenharia e Tecnologia, Arquitetura e Urbanismo e Direito, além da pós-graduação em Engenharia de Produção.

 

Conceição Fornasari, presidente do Sinpro Campinas: gestão da rede estava nas mãos de grupo que nada entende de educação

Com a desativação, dezenas de professores que lecionavam no local podem ficar sem emprego, diz a presidente do Sinpro (Sindicato dos Professores de Campinas e Região), Conceição Fornasari:

“O fechamento significará dezenas de demissões, que não podem ocorrer durante a greve”, defende Conceição sobre o caso.

Os docentes estão em greve desde novembro do ano passado, alegando atrasos nos salários e o descumprimento dos direitos trabalhistas desde meados de 2019. O movimento inclui profissionais dos câmpus de Lins, Piracicaba e Santa Bárbara d’Oeste.

Mesmo diante de um cenário frágil financeiramente para a instituição, Conceição não esperava que o fim das atividades no município barbarense fosse se concretizar.

“É o fechamento de um patrimônio educacional, científico, histórico. Não de Santa Bárbara, da região, mas do Brasil, porque o campus Santa Bárbara chegou a ter mais de 2,5 mil alunos”, afirmou.

A universidade, mantida pelo IEP (Instituto Educacional Piracicabano), tem enfrentado grave crise financeira nos últimos anos e dificuldades para completar turmas a cada início de período letivo. Por isso, Conceição estima uma redução drástica no número de estudantes recentemente.

Para a presidente do sindicato, os problemas na Unimep se iniciaram em 2006, “quando a igreja metodista resolveu criar a rede metodista, colocando a gestão da rede nas mãos de um grupo que nada entendia de educação, que não era formado em educação, que veio efetivamente para desconstruir o projeto institucional da Unimep”, opinou.

 

 

UNIMEP: DE OLHO NOS SEUS DIREITOS

Não surpreende a ninguém o fechamento da unidade da Unimep em Santa Barbara d´Oeste. Apesar de toda a dedicação e paciência de seus docentes e funcionários administrativos, depois de inúmeros episódios de atraso de pagamento, descumprimento de obrigações trabalhistas, desobediência a decisões da Justiça, a Unimep já havia se transformado em uma espécie de pústula prestes a explodir.

A falta de vergonha dos bispos do Sistema Metodista de Educação apenas prolongou o desastre administrativo que assolava a instituição. O episódio serve de alerta às demais unidades do sistema Metodista, igualmente envolvidas em episódios frequentes de má gestão e desrespeito ao seu pessoal.

O comportamento de docentes e funcionários administrativos da Unimep, ao longo dos últimos anos, deve ser considerado exemplar. Mantiveram seu compromisso com a educação, se uniram com firmeza em torno do seu Sindicato e lutaram até o fim para salvar uma unidade que, afinal, sucumbiu a administradores que apenas demonstram serem desonestos.

Cabe agora recomendar especial atenção, e manter o estado de alerta determinado pelo Sindicato, pelos novos administradores dos ativos da ex-Unimep. a FAM, Faculdade de Americana que deverá cumprir com todas as obrigações nunca assumidas completamente pela Unimep.

A todas as professoras, professores e pessoal administrativo, alertamos: não vamos abrir mão de nenhum direito, não vamos baixar a guarda. Todos na agora ex-Unimep tem a solidariedade de professores e auxiliares no Estado e devem manter sua vigilância ativa sobre os novos mantenedores da instituição.

Federação dos Professores do Estado de São Paulo

 

Unimep/Piracicaba: instituição não paga e greve continua

Todo apoio à justa greve na Unimep

CAMPINAS: mobilizações na Unimep em defesa de direitos

Ação nacional: Rede Metodista chamada às falas

 

 

 

Recomendadas para você

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio