22 de junho de 2020| ,

Manifesto Fepesp / Apeoesp: ‘Não haverá volta às aulas sem redução drástica da pandemia e sem garantia de segurança sanitária para a comunidade escolar’

Vidas humanas importam – e os educadores, nas escolas privadas e públicas – se manifestam para que spo haja volta às aulas com o controle da pandemia e em ambiente seguro para docentes, pais e alunos.

 

QUER SE JUNTAR A ESTE MANIFESTO?
Envie seu nome, entidade e RG (para identificação) no campo de comentários, abaixo!

 

TEXTO COMPLETO DA NOTA PÚBLICA
Clique aqui para arquivo em word, pronto para incluir nas suas redes e publicações

NOTA PÚBLICA SOBRE A VOLTA DAS AULAS PRESENCIAIS

 

Educador deve decidir como será seu retorno às aulas

 

4 respostas para “Manifesto Fepesp / Apeoesp: ‘Não haverá volta às aulas sem redução drástica da pandemia e sem garantia de segurança sanitária para a comunidade escolar’”

  1. Ana Beatriz Chiacchio disse:

    Perfeito! Vidas humanas importam. Que o protocolo seja pensado e cumprido.

  2. Claudia Maria Barbosa de Alencar disse:

    Como professora de 1° ano do EFI, não me sinto nada confortável em retornar ao ensino presencial nesse momento. Não sei como serão realizada as aulas, mesmo que os alunos sejam divididos em rodízio, há critérios de higienização que precisamos considerar. Uma criança conseguirá ficar com a máscara no lugar certo durante o tempo que permanecer na escola? Ela não vai tomar água ou se alimentar? E como irá ao banheiro uma criança por vez? As carteiras serão higienizadas quantas vezes durante o período de aula? Quem fará esse serviço? Como evitaremos que as crianças mantenham contato com seus colegas e com os professores? O vírus vive 5 dias em superfícies de papel, como faremos a correção dos cadernos, livros e anotações em agendas? Daremos a mesma aula quantas vezes para atender ao total de alunos? E a ventilação das salas? Enfim, acho que esse ano deve ser cancelado e aumentamos 1 ano ao final dos ciclos. E os professores e funcionários que são do grupo de risco? O que será feito para substituir sem que eles sejam prejudicados?

  3. Débora Oliveira disse:

    Estou muito apreensiva com a decisão do retorna às aulas presenciais, principalmente porque não estão pensando na saúde dos professores. Linha de frente nessa retomada. Não se pensou no aspecto emocional das crianças que estarão perto dos colegas, mas não poderão se aproximar, brincar juntos. A tomada dessa decisão , ao meu ver, está pautada apenas nos interesses político-econômicos e não no bem-estar da população. Como será administrado o retorno híbrido? O professor trabalhará no presencial, se expondo para um número reduzido e também com aulas remotas, onde a maior parte dos alunos estará colocada?
    Na teoria tudo é lindo ( gráficos, cores, palavras bonitas), mas na prática, sabemos que não será assim.
    Se estamos trabalhando a mais nas aulas remotas, com o ensino híbrido, isso será muito mais potencializado.

    Como educadora há 30 anos, deixo, aqui registrado, meu descontentamento com o plano apresentado e na esperança de que as vozes da educação sejam ouvidas nessa importante etapa.

  4. Regina Célia Guandalini disse:

    Absurdo o retorno ás aulas em qualquer instância, aind amais na Educação Infantil que não conseguem ficar isolados. Sou da EMEI JOnise Máximo da Fonsea. DRE Jaçanã/Tremembé. Sou coordenadora pedagógica

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio