Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 28 de setembro de 2021

29 de junho de 2021

S J do RIO PRETO: Sinpro pede vacinação de professoras voluntárias

Desde o início da pandemia, apesar de todo o risco e em nome de uma visão inclusiva e universal da […]

Desde o início da pandemia, apesar de todo o risco e em nome de uma visão inclusiva e universal da educação, jovens professoras dedicaram seu tempo e arriscaram sua saúde para que as crianças da ocupação da Vila Itália não ficassem desassistidas.
O poder público nunca deu apoio, mas o projeto cresceu, contando com a participação de diversos setores da sociedade.
O trabalho das professoras foi sempre voluntário, é bom lembrar.
Agora, com a vacinação dos profissionais da educação, seria lógico que elas fossem vacinadas, pois seguem fazendo o trabalho. Mas não é assim que pensa a prefeitura de São José do Rio Preto. Edinho Araújo se preocupa em não incomodar os interesses da Acirp, ou dos donos de escolas particulares, mas a vida nunca foi prioridade de sua administração.
As professoras lutam desde o anúncio da vacinação para conseguirem ser imunizadas, mas tanto a secretaria de saúde quanto a de educação seguem empurrando uma para a outra a responsabilidade.
Veja que são apenas nove pessoas! Nove vacinas! Nove professoras. Nove vidas, que ajudam a mudar a vida de cerca de 170 alunos, do infantil ao EJA (educação de jovens adultos).
O Sinpro Rio Preto vem, por meio da presente nota, declarar sei apoio à luta das companheiras e externar seu repúdio a mais essa atitude mesquiha da atual administração. Rio Preto segue sendo uma das cidades onde mais se morre no Brasil.

 

Sinpro SJ RioPreto; 24/06
Veja mais aqui: https://bit.ly/2TZUR0z

Recomendadas para você

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio