Fepesp - Federação dos Professores do Estado de São Paulo

terça-feira, 4 de junho de 2024

Por agencia sindical em 4 de junho de 2024

Globo e Valor noticiam crescimento do Ensino Superior

O ensino superior ocupou manchetes domingo e segunda (3). No domingo, a manchete principal de O Globo dizia: “Ensino superior avança, mas na contramão do emprego”.

O lead da matéria informava que “são 9,4 milhões de novos universitários a cada ano no País”. Adiantava o texto da primeira página: “O percentual de brasileiros com ensino superior mais que dobrou em uma década”.

O Globo enfatizava uma contradição no mercado de trabalho, ao frisar que “há um descasamento que deixa os profissionais frustrados de um lado e a empresa sem mão de obra qualificada de outro”.

Valor - “Após nove anos em queda, ensino superior presencial volta a crescer”, dava de manchete o Valor Econômico deste 3 de junho. E, com um enfoque mais alvissareiro que O Globo, o jornal (do mesmo grupo) sublinhava na linha fina, logo abaixo da manchete: “Educação - Volume de calouros na modalidade presencial subiu até 17% e mensalidade teve alta”.

A matéria de Bete Kolke, na primeira página do Valor, ouviu empresários do ramo. Roberto Valério, presidente da Kroton, foi claro ao afirmar que “percebemos maior procura em janeiro e fevereiro”.

Semesp - A voz classista empresarial também ecoa na reportagem. Diz do Semesp: “Levantamento com cerca de 70 faculdades mostra que a quantidade de calouros subiu, em média, 17% no ensino a distância e no presencial”. Paulo Presse, da Hoper, também falou de modo otimista para o jornal.

MAIS - Sites www.valor.com.br e https://oglobo.globo.com/

crossmenu