Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 23 de abril de 2024

23 de janeiro de 2023

23/01 – Campanha salarial de Sesi/Senai tem entrega de pauta de reivindicações, Cogna/Kroton em busca de capital de giro, atividades de matemática para aplicar na educação infantil – e mais: a ação contra o genocídio do povo Yanomami

Povos originários: visita de presidente e ministros escancara condição precária da comunidade ianomami na Amazônia, motivada por desrespeito a terras demarcadas, garimpo ilegal e descaso genocida do governo anti-povo derrotado nas urnas. Leia mais, abaixo, neste boletim.

[addthis tool="addthis_inline_share_toolbox_whwi"]

 Sesi/Senai-SP: entregue pauta de reivindicações na campanha salarial 2023 – Foi encaminhada na manhã da sexta-feira, 20/01, a nossa pauta de reivindicações à direção do Sesi e do Senai de São Paulo.

Agora é hora de toda a atenção dos trabalhadores em educação no Sesi/Senai de São Paulo para os avisos do seu sindicato! O próximo passo: novas assembleias, em todo o Estado, e com sua falta abonada, de modo que a participação seja a maior possível. Fepesp 23/01  https://bit.ly/3ZT7V5t


Ampliar orçamento da educação é um dos desafios do Congresso –  O orçamento da educação, comprometido pelo teto de gastos, é uma das questões a que o Congresso terá de se dedicar em 2023. Essa é a visão da senadora eleita Teresa Leitão (PT-PE). Atuante na área, ela também apontou a necessidade de revisão do Plano Nacional de Educação (PNE), cujas metas vão até 2024.

Para a senadora eleita, a PEC da Transição, que resultou na Emenda Constitucional 126, significou uma solução emergencial, ao permitir, por exemplo, a recomposição dos valores destinados à merenda escolar. Integrante da equipe de transição do governo, a parlamentar eleita afirmou que estudos preliminares apontaram a necessidade de pelo menos R$ 15 bilhões destinados à educação, valor superior ao previsto atualmente. Agência Senado 20/01  https://bit.ly/3HpFx3C

 

CIDADANIA

Lula diz que vai combater garimpo ilegal após decretar emergência em reserva Yanomami – Governo oficializou medida em território indígena na Amazônia diante da alta de casos de malária e desnutrição; uma das providências será facilitar deslocamento de médicos para o local.  Estadão 22/01  https://bit.ly/3WE8Io8

 

Governo decreta estado de emergência para socorrer Yanomamis de Roraima – O Ministério da Saúde decretou estado de emergência para “planejar, organizar, coordenar e controlar as medidas a serem empregadas” para reverter as consequências da falta de assistência sanitária que atinge a população Yanomami no estado de Roraima. A portaria foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU), na noite de ontem (20).

O grupo foi chamado Comitê de Coordenação Nacional para Enfrentamento à Desassistência Sanitária das Populações em Território Yanomami e terá duração de 90 dias. Rede Brasil Atual 22/01  https://bit.ly/3ZWp65V

 

Lideranças indígenas haviam denunciado ao antigo governo situação em Roraima – A trágica situação encontrada pelos representantes do governo em Roraima, ontem (21), já havia sido denunciada mais de uma vez por ativistas e lideranças indígenas ao Executivo, durante a gestão encerrada em 31 de dezembro. Mas nenhuma providência foi tomada. Agora, o governo decretou estado de emergência para socorrer a população Yanomami. Neste domingo (22), foi confirmada a morte de uma mulher Yanomami fotografada em estado grave de desnutrição.

No ano passado, por exemplo, exatamente em 19 de abril, Dia dos Povos Indígenas, o então ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, recebeu carta de lideranças, representantes de 342 comunidades, pedindo providências urgentes em Roraima. “Vivemos um completo descaso com a assistência em saúde às comunidades indígenas, falta de combustível e transporte que está prejudicando seriamente as ações de saúde na área”, dizia o texto. “Reforçamos que a corte de verbas destinadas à saúde indígena pela metade, configura, junto às outras medidas, um verdadeiro projeto de genocídio dos povos indígenas.” Rede Brasil Atual 22/01  https://bit.ly/3WxsVfd

 

Unesco oferece ajuda para recuperar prédios atacados – Guardiã do patrimônio cultural mundial, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) ofereceu ao governo brasileiro o envio de uma missão de emergência e recursos de um fundo de emergência para ajudar na recuperação dos prédios que foram atacados por bolsonaristas radicais no dia 8 de janeiro.

Em entrevista, Marlova Noleto, diretora da Unesco no Brasil, destacou o simbolismo dos atos terroristas. “Não foi apenas um ataque muito claro à democracia, mas também ao patrimônio cultural”, afirmou, acrescentando que o episódio deve servir de alerta para os ministérios da Cultura e da Educação. “Nós, da Unesco, estamos 100% à disposição para apoiar o país nesse esforço de ter um programa de educação patrimonial. A capital federal foi a primeira cidade moderna a entrar na lista de inscritos da Unesco. Valor Econômico 23/01  http://glo.bo/3J7BTMU

 

O NEGÓCIO DA EDUCAÇÃO

Cogna (Kroton) emite R$ 500 milhões em debêntures para capital de giro – A empresa educacional Cogna emitiu nesta sexta-feira R$ 500 milhões em debêntures com prazo de três anos. A remuneração ficou em DI + 2,15% ao ano. A oferta foi voltada a investidores qualificados.

Os recursos serão usados para reforço de capital de giro e alongamento do passivo financeiro, segundo a escritura da emissão enviada à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Valor Econômico 20/01   http://glo.bo/3XtPa76

 

 

15 atividades de matemática para aplicar na educação infantil
QueroBolsa, 20/01
https://bit.ly/3HrxN1b

O desenvolvimento dos pequenos, principalmente no que diz respeito ao raciocínio lógico e capacidade de criação, pode ter importante apoio de práticas relacionadas à área de Exatas. Deste modo, confira abaixo 15 atividades de matemática para aplicar na educação infantil:

1) Ligar pontos – Ligar os pontos da figura é uma ótima atividade de matemática para a educação infantil! Além do resultado ser um desenho para pintar, nessa atividade as crianças praticam a sequência dos números.

2) Colagem – Fazer colagens com palitinhos de sorvete, folhas ou bolinhas de papel, é uma prática que proporciona à criança conhecer propriedades da matemática como formas, profundidades e dimensões.

3) Blocos de construção – Nessa atividade de matemática para educação infantil são necessários pequenos blocos, que podem ser de plástico, madeira ou os famosos “Legos”. Os pequenos terão contato com a geometria básica, usando tamanho e formas para a construção.

4) Amarelinha – Há quem pense que amarelinha é apenas uma brincadeira antiga de rua, mas essa atividade tem mais matemática do que pensam! Através dela as crianças também conhecem a sequência dos numerais.

5) Dados – Várias atividades matemáticas para a educação infantil podem ser feitas utilizando-se dados. Por exemplo: a criança deve arremessar o dado duas vezes e somar ou subtrair os valores que aparecem.

6) Par ou ímpar – Nessa atividade as crianças devem escolher um número para representarem com as mãos, então deve-se verificar se a soma dos dedos dos participantes é um número par ou ímpar. Desta forma, os pequenos aprendem a classificar os números.

7) Jogos de tabuleiro – Jogos de tabuleiro simples e populares também são atividades de matemática para a educação infantil, fazendo com que as crianças aprendam brincando. Algumas opções são: dominó, damas e xadrez.

8) Quebra-cabeça – O quebra-cabeça é uma forma de desenvolver o pensamento matemático nas crianças, em níveis mais elaborados ou simples, ensinando raciocínio espacial, formas e tamanhos.

9) No mercado – Uma atividade de matemática para a educação infantil que pode ser aplicada fora da escola é levar a criança na hora de fazer compras no mercado! Desta forma ela vai poder ter contato com quantidades, pesos e preços.

10) Balança – Nessa atividade de matemática para educação infantil é necessária uma balança e alguns objetos a disposição que possam ser pesados. Aqui os pequenos poderão conhecer unidades de medida, como gramas e quilogramas.

11) Sudoku – O Sudoku pode ser jogado acessando sites ou aplicativos por um aparelho eletrônico. É um jogo que exige lógica, sendo recomendado para crianças um pouco mais velhas.

12) Esportes – Os esportes não são apenas para treinar o corpo, eles também são capazes de treinar o conhecimento matemático das crianças. Contagem de pontos, placares e rankings, são exemplos numéricos que encontram-se na atividade.

13) Material dourado – O chamado “material dourado” é uma atividade de matemática para a educação infantil muito conhecida e utilizada. Através das peças do material, os pequenos aprendem o que são unidades, dezenas e centenas.

14) Tangram – O tangram é um quebra-cabeça específico formado a partir de um quadrado que é decomposto em figuras geométricas. Esse material apresenta às crianças as formas geométricas, como círculos e triângulos, e trabalha o raciocínio e a criatividade.

15) Histórias – Existem outras formas de abordar a matemática na educação infantil que não seja com cálculos ou fórmulas, por exemplo através de histórias, que incluem em suas narrativas números e raciocínio lógico.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio