18 de março de 2020| , , ,

Terminou a espera: os reajustes de professores na Educação Básica, 2019 e 2020

Comunicado conjunto determina valores e prazos de pagamento de reajustes por 2019 e 2020 , valores foram resultado de julgamento de dissídio pelo TRT

Professoras e professores na educação básicas das escolas particulares do Estado de São Paulo receberão seus salários de março com reajuste de 5,04% – além da correção pela inflação registrada nos últimos 12 meses (3,54%, na média dos índices do Dieese, Fipe e INPC), também será somado mais 1,5% como aumento real de salário.

 

Integra do Comunicado Conjunto 20/2020, aqui

Esse foi o reajuste determinado pelo julgamento do dissídio coletivo impetrado pela Fepesp e sindicatos integrantes, diante da completa falta de disposição e intransigência do setor patronal em negociar os termos de renovação da convenção coletiva de professores de 2019, que terminou por se refletir também na correção de salários e outros benefícios já em 2020.

Além do reajuste salarial de 2020, professoras e professoras terão pagamentos retroativos por reajuste salarial de 2019 (com correção desde 1º de março do ano passado), além de Participação em Lucros ou Resultados (PLR) em 2019 e 2010, correção de benefícios como vale-alimentação ou pagamento de abonos salariais em escolas que não realizam a PLR.

 

REAJUSTE PROFESSORES
EDUCAÇÃO BÁSICA
RESULTADOS DO DISSÍDIO

Reajuste salarial 2019: 3,90%
Reajuste salarial 2020: 5.04% (3,54% de correção da inflação + 1,5% de ganho real)
PLR: 15% por 2019, 18% em 2020

 

Prazos de pagamentos – Até o dia 5 de maio, deverão ser pagas todas as diferenças pelo reajuste salarial devido em 2019. A correção, de 3,90%, deve ser aplicada sobre os salários de março a dezembro de 2019 e de janeiro e fevereiro de 2020. Até o dia 15 de junho, professoras e professores deverão receber um pagamento valor igual à parcela de 15% da sua remuneração mensal bruta pela PLR de 2019. Em 15 de Outubro, finalmente, deverá ser paga a PLR de 2020, de 18% sobre o salário bruto. Escolas que não pagarão PLR deverão reajustar os salários de professores em 5,15% para 2019 e 6,54% em 2020.

Os valores e datas de pagamento foram determinados em comunicado conjunto assinado nesta quinta-feira, 19/03, entre a Fepesp e o Sieeesp, o sindicato patronal que reúne os estabelecimentos de ensino no Estado o comunicado conjunto está disponível para consulta aqui: http://bit.ly/2WrEZDf).

 

Como calcular seu novo salário: 

Salário de Fevereiro 2019
x  1,039    (reajuste de 2019)
x  1,0504 (reajuste mais aumento real de 2020)

 

Benefícios – O cartão alimentação ou vale-alimentação entregue aos Professores, em substituição à cesta básica de alimentos in natura, cujo valor devido em fevereiro de 2019 era R$90,61, deverá ser reajustado em 3,94 passando a R$94,18, a partir de 1º de março de 2019, vigorando até 29 de fevereiro de 2020 e novamente reajustado em 3,92% (três virgula noventa e dois por cento) a partir de 1º de março de 2020, passando ao valor final de R$97,87. Os índices acimas mencionados correspondem às variações do INPC/IBGE acumulados nos respectivos períodos.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio