Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 28 de novembro de 2022

12 de abril de 2022| ,

Precarização do Ensino Superior privado: uma audiência pública na Alesp

Professores, estudantes – com a UNE e a UEE – não pouparam críticas ao estrago que vem sendo feito nas instituições de ensino superior sob o comando de grupos financeiros que visam lucro em detrimento da educação de seus ‘clientes’

Veja o depoimento de Celso Napolitano (aqui ou clique na imagem acima) dando o histórico completo do avanço do grande capital sobre nosso ensino, a degradação provocada na Educação Superior e a resistência dos sindicatos nesta campanha salarial 2022

 

Em audiência pública na Assembleia Legislativa de São Paulo, Celso Napolitano, da Fepesp, denuncia a precarização do ensino nas universidades, faculdades e centros universitários privados como decorrência do avanço de grandes conglomerados financeiros sobre instituições antes exploradas por famílias que escamoteavam lucros com a cumplicidade do Ministério e do Conselho Nacional da Educação.

“Comete-se um crime contra a Educação, e contra a soberania nacional’, sentencia Napolitano, presidente da Fepesp e diretor do Sindicato dos Professores de São Paulo. “Está sendo comprometido o futuro do país pelo oferecimento de uma educação que atende aos interesses de grandes conglomerados e entrega diplomas a turmas com a capacidade intelectual comprometida, sem condições de compreender o que está acontecendo ao seu redor”.

 

A audiência pública foi realizada na Alesp nesta segunda-feira, dia 11, organizada pelo mandato do deputado Carlos Giannazi (PSOL), e discutiu a precarização do ensino nas unidades controladas pelo grupo Anima (Anhembi-Morumbi, São Judas, FMU). Participaram professores e estudantes, estes representados pelas direções da UNE-União Nacional dos Estudantes e UEE, sua representação estadual em São Paulo.

A sessão completa da audiência pública está aquihttps://www.facebook.com/watch/live/?ref=watch_permalink&v=438340718063066

 

Sindicatos rejeitam proposta econômica das mantenedoras: ‘3% é inaceitável!’

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio