Dissídio coletivo: Justiça marca primeira audiência para 15 de julho

.