“É preciso envolver professores, diretores, as famílias. Ainda há um caminho longo a ser percorrido.”

Psicólogo espanhol, José Maria Avilés Martinez estudou casos brasileiros, aplicou métodos de sucesso e discute como combater o assédio escolar