Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 28 de fevereiro de 2024

19 de setembro de 2018

Tetos de gastos compromete Plano Nacional de Educação

Para especialista, Brasil enterrou possibilidade de implementar o PNE com a Emenda 95, que congela gastos públicos por 20 anos

[addthis tool="addthis_inline_share_toolbox_whwi"]

O principal instrumento da política educacional, o Plano Nacional de Educação (o PNE, Lei nº 13.005/2014) está pouco presente no debate eleitoral. Mais do que isso: sua aplicação foi seriamente comprometida pelas políticas de austeridades implementadas durante o governo de Michel Temer (MDB). Essa é a percepção da educadora popular, doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP) e coordenadora executiva da ONG Ação Educativa, Denise Carreira.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio