Fepesp - Federação dos Professores do Estado de São Paulo

terça-feira, 7 de fevereiro de 2023

Por Beth Gaspar em 7 de fevereiro de 2023

07/02 - Ensino Superior segue com rodada de assembleias, ‘homeschooling’ declarado inconstitucional em SC, Google entra na briga com ChatGPT, e mais: a história da Barsa, a enciclopédia brasileira

 

Ensino superior: hoje tem assembleia em Taubaté A mobilização nesta Campanha Salarial Ensino Superior 2023 começa esta semana com uma rodada de assembleias em todo o Estado, a semana inteira!

Esta é a assembleia marcada para esta terça feira:
Taubaté – 07/02, terça feira, 10h – participe através deste link: https://meet.google.com/dch-jyhg-kka

 

E a rodada de assembleias continua: veja o que está programado para amanhã, quarta-feira:

Jaú - 08/02 as 18:00hrs, no Sindicato
Jundiaí – 08/02, quarta-feira, às 18hs, na forma remota. Link enviado após inscrição no site do sindicato
Osasco - 08/02 - quarta-feira 18h - 1ª chamada 18h30 - 2ª chamada. Link enviado aos cadastrados.
Ribeirão Preto - 08/02, quarta-feira, às 15:00 horas –  https://teams.live.com/meet/9312320722282
Sinpro S J do Rio Preto - 08/02 quarta-feira, 17h (primeira) e 18h segunda chamada. Link enviado por email e whatsapp
Valinhos/Vinhedo - 08/02 quarta-feira 18:30h presencial, na sede do sindicato

E nos próximos dias:

São Paulo – 09/02, quinta-feira, às 16h. Peça seu link pelo site do Sindicato
ABC -  10/02, às 16h30 Solicite o link de acesso em assembleia@sinpro-abc.org.br
Bauru – 11/02 às 10hs em primeira e 10:30 em segunda - presencial na sede do sindicato
São Carlos - 11/02, sábado, 10 h - assembleia on line - link será enviado após a sua inscrição
Sorocaba – 11/02 – sábado 9h30 - 1ª chamada 10h - 2ª chamada Solicitação do link via WhatsApp (15) 99175-3963

 

Haddad conta novidade sobre o FIES - Quem está pensando em tentar uma bolsa no FIES, a partir deste ano, terá mais chance, já que Haddad anunciou, no último dia 30, um investimento maior no programa. Segundo ele, mais R$ 500 milhões serão destinados a este repasse, que deve beneficiar milhares de estudantes. O anúncio aconteceu durante o evento da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Outra novidade anunciada pelo ministro no evento foi a criação do Pix Crédito, que é uma nova modalidade da forma de pagamento. Sem muitos detalhes, a modalidade deve utilizar o limite de crédito do cliente, para que ele consiga transferir o valor de forma instantânea. Site Capitalist 06/02  https://bit.ly/3I3oogk

 

Investigação contra Milton Ribeiro trava após suspeita de interferência de Bolsonaro - As investigações da Polícia Federal contra Milton Ribeiro, ex-ministro da Educação de Jair Bolsonaro (PL), estão paralisadas desde que houve suspeita de uma interferência do ex-presidente e de antigos membros da cúpula da corporação no caso.

Em 22 junho de 2022, Ribeiro chegou a ser preso pela PF a partir de acusações de que havia um balcão de negociações no MEC (Ministério da Educação) com a participação de pastores sem cargo no governo.. Folha de S. Paulo  06/02  https://bit.ly/3HyJe5K

 

Inep altera cronograma do Censo Escolar da Educação Básica 2023 - Com as alterações divulgadas nesta segunda-feira, em Brasília, agora a disponibilização do Sistema Educacenso para declaração de dados será no dia 31 de maio próximo. No calendário anterior, o início estava previsto para 24 de maio. No dia 31 de maio, também terá início a coleta de dados da Matrícula Inicial, compreendendo os processos de digitação e exportação. O prazo para o encerramento da coleta será no dia 31 de julho deste ano. Agência Brasil 06/02  https://bit.ly/3DMDTqm

 

Santa Catarina: lei da educação domiciliar é declarada inconstitucional e não terá validade – O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC) julgou na última semana a ação direta de inconstitucionalidade contra a lei do homeschooling, a conhecida educação domiciliar, que foi aprovada na Alesc em 2021. O Ministério Público (MP-SC) foi quem questionou a nova legislação na Justiça. Inicialmente, a desembargadora Maria do Rocío Luz Santa Ritta já havia concedido uma liminar para suspender a permissão para que pais pudessem ensinar os filhos em casa no Estado. Desta vez, a decisão foi corroborada por todos os membros do Órgão Especial do TJ-SC, que declararam a lei inconstitucional por unanimidade. NSC Total 06/02  https://bit.ly/3Yww2FG

 

TECNOLOGIA

Google responde ao sucesso do ChatGPT e lança o Bard; conheça - Pressionado pelo sucesso do ChatGPT, o Google anunciou nesta segunda-feira, 6, que finalmente vai disponibilizar publicamente o seu chatbot inteligente, batizado de Bard. O serviço será disponibilizado nas próximas semanas, segundo a companhia.

O Bard será alimentado pelo LaMDA (Language Model for Dialogue Applications), chatbot do Google que fez barulho no ano passado quando um engenheiro da companhia afirmou que o sistema tinha desenvolvido consciência, algo refutado tanto pela empresa quanto por especialistas. Estadão 06/02  https://bit.ly/3XbRzSV

 

Volta às aulas: Brasil pode usar inteligência artificial para melhorar educação?-  A inteligência artificial é uma das tecnologias que têm alertado educadores, pois, no âmbito educacional, contesta modelos tradicionais de ensino e avaliação. No entanto, poderia o Brasil aproveitar a inovação em meio à volta às aulas? Infelizmente, a falta de recursos no setor público é o que "incentiva" um uso proativo e, principalmente, crítico, de tecnologias, ao invés da simples "compra da tecnologia da moda" por parte das escolas particulares.

"Não é motivo de orgulho, mas é uma realidade", afirma  Rodrigo Barbosa e Silva, pedagogo e pesquisador no Laboratório de Tecnologias de Aprendizagem Transformativa da Universidade de Columbia, nos EUA. "A educação particular, pela facilidade de comprar tecnologia, acaba caindo na armadilha de se tornar mera consumidora de recursos tecnológicos por motivos mercadológicos, em alguns casos. Isso forma estudantes que se tornarão usuários passivos, que vão só aprender a comprar tecnologias", completa. Portal Terra 06/02  https://bit.ly/3X1UXzL

 

INTERNACIONAL

Chega ao fim o Congresso Internacional de Pedagogia em Cuba– O 18º Congresso Internacional Pedagogia 2023 foi encerrado na sexta-feira (3), no Palácio das Convenções de Havana, em Cuba. O diretor-geral de Cultura da UNESCO, Ernesto Ottone, fez uso da palavra e definiu o encontro como “uma expressão solidária da importância da aproximação e do conhecimento mútuo para revolucionar a educação”. A declaração final convocou professores e educadores a alcançar uma integração que conduza ao desenvolvimento e não à colonização.

A presidente do Sinpro Campinas e Região, Conceição Fornasari, que estava entre as representantes das delegações estrangeiras homenageadas ao fim do evento, disse que o congresso ratificou o compromisso de “manter a qualidade de uma educação que salve a cultura e os valores das nações e das escolas como agentes de transformação da sociedade”. Sinpro Campinas 06/02  https://bit.ly/3DM4XX5

 

 

Como foi criada a Barsa, enciclopédia que fez a cabeça (e os trabalhos escolares) de gerações antes da internet
BBC News via Folha de S. Paulo 06/02
https://bit.ly/40ytB7b

Para quem cresceu antes da chegada da internet e da popularização dos computadores pessoais, status intelectual era ostentar uma robusta coleção de livros de capa vermelha na estante da sala. Dezesseis volumes, de A a Z —ou melhor, de A a Zwingli, respectivamente a primeira e a última entrada—, com 130 mil verbetes.

Em tese, tudo o que havia de importante estava ali. Em suas lombadas caprichadas, lia-se o nome que impunha respeito e pompa: Enciclopédia Barsa.

A história dessa enciclopédia, que foi lançada poucos dias antes do golpe militar de 1964 e teve sua última edição impressa exatamente 50 anos depois, em 2014, envolveu grandes nomes da cultura brasileira e, para famílias que se preocupavam enormemente com os estudos de seus filhos, significou muita luta e, por vezes, endividamentos.

Desde o ano 2000, os direitos da publicação são da Editora Planeta, que comercializa ainda a versão impressa e também uma plataforma digital com o conteúdo, chamada de Barsa na Rede. Segundo a editora, são 170 mil usuários pagantes.

"O enfoque é no público escolar: alunos, professores, gestores e comunidade escolar. Além de outros interessados em temáticas de diversas áreas do conhecimento", explica o diretor geral de negócios da empresa, Anderson Silva

O pontapé inicial dessa enciclopédica aventura foi dado pela empresária e editora Dorita Barret de Sá Putch (1914-1973).

Americana nascida na Califórnia, ela se naturalizou brasileira e vivia no Rio de Janeiro. Seu pai era editor-executivo da Encyclopædia Britannica, que apesar das origens escancaradas em seu nome, vinha sendo publicada nos Estados Unidos desde o início do século 20, em um negócio capitaneado pela Universidade de Chicago.

No Brasil, a empresária vislumbrou a oportunidade de lançar uma enciclopédia nacional. Mas não achava que simplesmente traduzir a Britannica resolveria as lacunas da cultura brasileira. Assim, em 1960, já à frente da operação Encyclopædia Britannica do Brasil, contratou o jornalista e escritor Antônio Callado (1917-1997) para chefiar a equipe local da operação.

Esse interesse comercial de Barret atendia a uma necessidade que já era conhecida no Brasil. De acordo com o historiador Pedro Terres, pesquisador do Centro de Humanidades Digitais da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), desde os anos 1930 havia um projeto nacional e estatal da criação de uma enciclopédia nacional.

"A ideia do governo era que fosse organizada pelo Estado e chegaram a chamar o [escritor] Mário de Andrade [(1893-1945)] para pensar o projeto", conta ele. "Mas nunca foi para a frente, embora o Estado tenha continuado a financiar a ideia até os anos 1970. Nunca algo assim foi publicado."

A Barsa foi lançada em 1964 com 30% de conteúdo inédito, totalmente produzido no Brasil. O restante foi feito com tradução de verbetes da Brytannica.

Hoje não há mais a figura do vendedor de enciclopédia, aquele quase folclórico sujeito que batia de porta em porta. A Barsa só é comercializada pelo site Barsa Shop, mantido pela editora.

Em 1964, quando a enciclopédia foi lançada, os 45 mil conjuntos da primeira impressão se esgotaram em oito meses —um tremendo sucesso. O auge das vendas, em 1990, significou 120 mil coleções vendidas. Em 2010, em um mundo já habituado a usar buscadores de internet e a enciclopédia colaborativa Wikipédia, foram apenas 8 mil.

crossmenu