Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 19 de abril de 2024

14 de março de 2024

Negociações continuam nesta semana

Segunda, 11, começaram as negociações das nossas pautas. Assim: segunda, Ensino Superior; terça, Ensino Básico e também Sesi/Senai. Nosso presidente […]

[addthis tool="addthis_inline_share_toolbox_whwi"]

Segunda, 11, começaram as negociações das nossas pautas. Assim: segunda, Ensino Superior; terça, Ensino Básico e também Sesi/Senai. Nosso presidente Celso Napolitano e o advogado Bruno Bombarda estiveram presencialmente em todas elas. Segundo o presidente, as reuniões correram dentro da normalidade, mas ainda não houve avanços concretos.

Sesi/Senai –  A categoria pleiteia 2% em termos de aumento real. O presidente Celso afirma: “A categoria está há muito tempo sem aumento real. Porém, ainda há muita negociação em relação ao pacote de reinvindicações econômicas, que envolve abono e aumento real nos benefícios”.

Reuniões – Sesi e Senai. Marcadas rodadas de negociação para as próximas terças-feiras, dias 19 e 26 de março.

Senac – A comissão sindical negociou, na quarta-feira, dia 13, o “pacote econômico”, uma vez que nesse segmento o Acordo Coletivo vigora até fevereiro de 2025. Além da recomposição salarial pela média dos índices inflacionários, insistiu a comissão na concessão de aumento real, abono e na necessidade de equiparação salarial entre docentes da capital e do interior.

Outros – Quanto ao Ensino Superior, a representação patronal encaminhará ainda nesta semana, a avaliação das reinvindicações dos trabalhadores e das trabalhadoras, além das suas próprias propostas de alteração na redação. É importante lembrar que todas as conquistas das convenções coletivas estão garantidas até fevereiro de 2025. Não há risco de retrocesso.

Para esse segmento, além do pacote econômico serão negociadas duas cláusulas importantes para os docentes: Piso Salarial e regulamentação das aulas a distância ministradas em cursos presenciais.

Rodadas – Ocorrerão todas as segundas-feiras, até início de abril. Ou seja, terão pelo menos mais três encontros.

Para a Educação Básica, que também, que também tem a maior parte da Convenção Coletiva garantida até fevereiro de 2025, a primeira reunião foi utilizada para apresentar os principais pontos da pauta de reinvindicações, garantir data-base e definir a agenda de negociações.

Por sugestão do Patronal, na próxima rodada, dia 19, será negociado o “pacote econômico”, que compreende correção salarial, aumento real, PLR ou abono e benefícios.

As reuniões serão realizadas todas as terças-feiras, no período da tarde.

Tanto para o Ensino Superior quanto para a Educação Básica, o índice utilizado para a correção inflacionária é a média aritmética entre os índices medidos pelo IBGE (INPC) e FIPE (IPC) que, no período de março de 2023 a fevereiro de 2024, atingiu 3,44%.

MAIS – Site e redes sociais dos Sindicatos integrantes e da Federação.

Recomendadas para você

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio