7 de novembro de 2014

Professores cobram hora tecnológica

Em curso com a campanha salarial 2014, o SinproABC (Sindicato dos Professores de Santo André, São Bernardo e São Caetano) quer conquistar um pleito inédito: a hora tecnológica. Como muitos profissionais possuem ou ganham equipamentos, como tablet, mesmo fora do horário de expediente, trocam informações, provas e avaliações com alunos.

Cálculos do sindicato indicam que essas iniciativas chegam a tomar 12 horas semanais do professor. “Isso mostra que o profissional está atento ao mundo moderno. Porém, quando ele torna isso uma rotina, ele deixa de descansar ou então tem impedida sua jornada em outros locais de ensino”, destaca o presidente José Jorge Maggio.

Programas Anteriores

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio