20 de outubro de 2017
 
 
Enviar por email
RSS
Imprimir

SESI/SENAI: CLÁUSULAS SOCIAIS PROTEGIDAS EM ACORDO POR DOIS ANOS

27/03/2017

No Sesi/Senai, professoras, professores e técnicos de ensino acertaram na mosca: insistimos e conseguimos garantir um acordo coletivo por dois anos nas suas cláusulas sociais. A proposta foi aprovada no sábado, 25/03 em assembleias em todo o Estado, nesta campanha salarial unificada.

Professoras, professores e técnicos votaram pela proposta resultante de muitas e difíceis rodadas de negociação entre a comissão de sindicatos integrantes da Fepesp e os representantes da instituição. A proposta aprovada inclui reajuste de 7% nos VA e VR, e reajuste salarial de 4,2% nos salários.

Com o acordo de dois anos a categoria garante, na prática, um seguro contra as reformas trabalhistas que estão sendo urdidas no Congresso. Pelos próximos dois anos estarão garantidas cláusulas importantes como a hora-atividade de 15%, o pagamento de horas extras com acréscimo de 70%, a garantia semestral de salários e a grande maioria das nossas cláusulas sociais, resultantes de negociações e acordos aprimorados pelos últimos 20 anos. São conquistas nossas, e elas foram defendidas pela categoria!

E foram defendidas em tempo, esvaziando o argumento patronal de falta de segurança jurídica em uma negociação prolongada, em um ambiente em que as leis do trabalho sofrem ataque constante em Brasília.

Desde o início da campanha, com a assembleia de 22 de fevereiro, os professores e técnicos de ensino do Sesi e Senai acenaram que o principal objetivo das negociações deveria ser a defesa de nossos direitos, não poderíamos recuar nas conquistas de mais de 20 anos. Com o fim da ultratividade, aprovação da terceirização e atual conjuntura econômica e política, a categoria exigia, no mínimo, a segurança para continuar trabalhando dentro e fora da sala de aula.

Com as cláusulas sociais protegidas, na nossa próxima campanha salarial teremos condição de concentrar nossa energia e focar nossa movimentação e negociação nas cláusulas que terão vigência por um ano.

A vigência da proposta aprovada, que será nosso novo acordo coletivo de trabalho, se inicia em 1º de março. A diferença devida no salário de março e nos benefícios deverá ser paga juntamente com o crédito dos benefícios de VA e VR, no dia 15.

O acordo de dois anos preza pela segurança e dá tranquilidade aos professores e técnicos de ensino desenvolverem seu bom trabalho no Sesi e Senai. Todos alertas pelo cumprimento do acordo!

 

Comentários
0 comentário(s)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Insira os caracteres abaixo