17 de novembro de 2017
 
 
Enviar por email
RSS
Imprimir

DRH DO SESI/SENAI SOLTA CARTA PARA ASSUSTAR PROFESSORES. E OS SINDICATOS PERGUNTAM:

23/03/2016

 

POR QUE SESI/SENAI SE ESCONDEM

NA HORA DA NEGOCIAÇÃO?

Durante as várias semanas que antecederam a nossa assembleia de campanha salarial, em 19/03, foram realizadas quatro rodadas de negociação entre os sindicatos e os enviados do Sesi/Senai. Em nenhuma dessas reuniões nossa pauta de reivindicações, por um reajuste justo e outras cláusulas sociais, foram discutidas seriamente pelo setor patronal. Negaceavam, faziam pressão nas escolas e não avançavam nas propostas.

Agora voltam a pressionar e a querer confundir os professores com um comunicado do DRH que tenta diminuir as professoras, professores e técnicos de ensino.

Isso é uma distorção. A assembleia é representativa da categoria. Nos dias anteriores, todos sabem muito bem, foi constatada pressão nas escolas do Sesi/Senai, pela presença de professores que votassem a favor da proposta patronal - houve assédio. Como não tinha certeza da possível presença de "olheiros patronais" na assembleia, o professor pressionado preferiu não comparecer. Porém, as conversas nas unidades educacionais refletem a unanimidade da rejeição da proposta patronal.

Isso o DRH do Sesi/Senai não conta: ninguém defendeu a oferta mesquinha do sistema S.

A rejeição da proposta se deu de forma unânime em todos os 26 sindicatos que realizaram assembleia em 19/03, e por uma razão simples: o que o Sesi/Senai desejam é injusto e prejudicial ao professor. Faria melhor o Sesi/Senai se, ao invés de difundir desinformação e medo, negociassem com seriedade com seus professores.

A melhor resposta que daremos ao Sesi/Senai é manter e ampliar nossa mobilização de campanha.

A Fepesp e os seus sindicatos estiveram e continuam dispostos a negociar com seriedade, franqueza e altivez por um reajuste justo.

Comentários
0 comentário(s)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Insira os caracteres abaixo