12 de agosto de 2016

Pela liberdade de pensamento, contra a mordaça nos docentes

A Federação dos Professores do Estado de São Paulo-Fepesp está solidária aos estudantes e professores do Colégio Bandeirantes que, nesta quinta-feira, tiveram suas aulas perturbadas por um grupo autoritário que rejeita a opção da instituição por uma educação moderna e aberta ao debate.

A solidariedade da Federação é consistente com nosso repúdio às tentativas de implantar a mordaça no ensino com legislação atrasada, que atenta contra os princípios mais básicos de formação de cidadania e defendida pelo conservadorismo de grupos que se auto intitulam como escola sem partido. A baderna promovida por esse grupo na porta do Colégio Bandeirantes se assemelha às tentativas já rechaçadas pela História de limitar o pensamento e a troca de ideias, garantidas por nossa Constituição democrática.
Nós defendemos a escola livre. E nossa defesa ficou explicita nas manifestações externadas na 1ª Plenária Estadual de Educação, realizada pela Fepesp em 9 de agosto, pela defesa da educação e da democracia.

Recomendadas para você

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio