31 de outubro de 2019| , ,

Como fazer um texto argumentativo-dissertativo para a redação do Enem

A redação representa 20% da nota final do Enem

A prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 será aplicada no próximo domingo (3). O candidato terá que fazer um texto argumentativo-dissertativo sobre algum tema que será proposto apenas na hora da prova, sendo uma parte bastante representativa da nota final. Veja algumas dicas conceituais e estruturais para construir sua redação de acordo com o esperado pelos corretores da redação do Enem:

 

Norma culta

Os corretores das redações esperam que o candidato mostre que tem domínio da norma culta da língua e que é um cidadão que sabe o que está acontecendo ao seu redor.

 

Número de parágrafos

Professores estimam que o tamanho ideal para a redação é de quatro parágrafos. No primeiro deles, o estudante deve apresentar o tema de sua tese.

 

Comprovação

No terceiro parágrafo, então, precisará vir outro argumento para a tese defendida e a comprovação do que está sendo dito até então. Cassia diz que, por fim, o quarto e último parágrafo da redação precisa trazer a conclusão e uma proposta de intervenção.

 

Texto circuito

O tipo de texto é muito bem avaliado nas redações do Enem e tem como característica principal a conexão entre as partes da dissertação. O candidato que quiser fazer uso desse tipo de estratégia precisa retomar assuntos que já foram falados no texto. Uma dica é usar algo que foi dito na abertura do texto na conclusão. Isso mostra coerência e rende pontos extras.

O que desclassifica na prova de redação? De acordo com o Edital do Enem 2019, algumas atitudes podem zerar a sua redação. Por isso, é preciso atento e não com cometer alguns deslizes. Se você não atender à proposta solicitada ou se não usar a estrutura dissertativa-argumentativa, sua redação será anulada. Além disso, você não pode deixar a Folha de Redação em branco e nem escrever até sete linhas.

Você também não poderá escrever nada além do texto da redação no espaço destinado para sua argumentação. Desenhar e escrever predominante ou integralmente em língua estrangeira também são atitudes que podem te desclassificar. Vale lembrar que não é permitido discurso ofensivo. Além disso, os avaliadores também podem zerar sua prova se eles não conseguirem entender o que está escrito. Por isso, foque em deixar a sua letra o mais legível possível.

 

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio