Sindicato denuncia: ‘Ensino Superior não é mercadoria’.

Sindicato dos Professores de São Paulo organiza categoria, mobiliza Assembleia Legislativa e Câmara Federal e faz a denúncia: demissões em massa – para reforçar lucro de mantenedoras – deixa educação superior para trás e faz do ensino apenas uma mercadoria.