14 de outubro de 2019| ,

10 filmes que ajudam a estudar para o Enem 2019

Películas podem ser citadas como embasamento de uma questão ou na contextualização de um tema da redação

Falta uma semana para as provas do Enem 2019 (Exame Nacional do Ensino Médio). Após uma rotina extenuante de estudos, nada melhor do que fazer uma pausa, mas sem parar de estudar. Você pode se preparar para a prova assistindo obras audiovisuais com capacidade de aumentar seu repertório sociocultural e retratar assuntos de interesse geral da sociedade.

A lista é da UOL Educação da última sexta-feira, 11/10.

Confira:

 

1. Quanto tempo o tempo tem (2015)

Direção: Adriana L. Dutra e Walter Carvalho

Especialistas explicam o conceito de tempo de diferentes civilizações, e porque alguns de nós nunca têm tempo suficiente. O documentário brasileiro levanta discussões filosóficas sobre como o tempo tem se tornado moeda de troca e algo cada vez mais precioso e raro. Disponível no Netflix.

 

2 – A Terra é Plana (2018)

Direção: Daniel J. Clark

O documentário traz um olhar sobre os terraplanistas, um crescente grupo de pessoas que acredita na teoria da conspiração de que a Terra, na verdade, é plana. O filme ajuda a entender a ciência na era da pós-verdade. Disponível no Netflix.

 

3 – Nise – O Coração da Loucura (2015)

Direção: Roberto Berliner

Filme inspirado na história real da Nise da Silveira, uma psiquiatra contrária aos tratamentos convencionais de esquizofrenia na década de 1950. Ela usa como tratamento a terapia ocupacional e inspira e encoraja seus pacientes a produzirem arte. A obra mostra como é importante conhecer os personagens da história da cultura brasileira. Disponível no YouTube, aqui.

 

4 – Uma noite de doze anos (2018) 

Direção: Alvaro Brechner

Entre 1973 e 1985, muito antes de ser presidente do Uruguai, José Mujica luta para sobreviver a 12 de prisão e tortura junto com outros presos políticos que lutam contra a ditadura. Em tempos em que o autoritarismo está crescente no mundo, é importante alertar para os riscos dessa forma hierárquica de estabelecermos as relações políticas e sociais. Disponível no Netflix.

 

5 – Eis os delírios do mundo conectado (2016)

Direção: Werner Herzog

O documentário explora os impactos exercidos pela internet na sociedade contemporânea, de suas origens até seus feitos mais surpreendentes. Através de entrevista, o diretor revela de que maneira o mundo virtual passou a controlar praticamente tudo o que está à nossa volta. A tecnologia é uma das temáticas mais presentes nas provas do Enem. O filme proporciona uma reflexão sobre os limites e as fronteiras do mundo virtual. Disponível no Netflix.

 

6 – A rede social (2010)

Direção: David Fincher

O filme mostra Mark Zuckerberg em sua época de estudante em Harvard, trabalhando em um novo conceito do que viria a ser mais tarde o Facebook. Apesar do caráter biográfico, o filme consegue propor reflexões sobre como a sociedade se interessa por informação e pela vida das pessoas e como a modernização da tecnologia interfere na estrutura e na própria lógica dos meios de comunicação e da circulação das informações. Disponível no Netflix.

 

7 – Ônibus 174 (2002) 

Direção: José Padilha e Felipe Lacerda

O filme traz muitas imagens de arquivo, entrevistas e documentos oficiais sobre o sequestro do ônibus 174, que aconteceu na zona sul do Rio de Janeiro em 2000. O fato ocorreu em 12 de junho e foi transmitido ao vivo para todo o país durante quatro horas. O documentário também aborda a vida do sequestrador, um menino de rua que sobreviveu à Chacina da Candelária.

 

8 – Entre os muros da escola (2008) 

Direção: Laurent Canent

Um professor de língua francesa trabalha em uma escola de ensino médio, na periferia de Paris. Ele tem que lidar com muitos conflitos além do simples aprendizado de seus alunos. Dentro deste ambiente, é possível perceber o preconceito, a desigualdade social e a violência. A obra aborda questões muito atuais como a existente contenção à imigração ilegal e os fluxos migratórios decorrentes de guerras e problemas ambientais. Versão legendada, aqui.

 

9 – Biutiful (2010)

Direção: Alejandro González Iñarritu

Neste filme, o protagonista tem uma esposa instável, cuida sozinho dos filhos e ganha a vida em Barcelona coordenando vários negócios ilícitos, sendo um deles a exploração de imigrantes. Ele também ganha dinheiro por meio do seu dom de falar com os mortos. Após descobrir que possui um câncer terminal, decide fazer o bem. O filme propõe uma visão sobre as faces da precarização do trabalho. Disponível no Netflix.

 

10 – Gattaca – experiência genética (1997)

Direção: Andrew Niccol

Num futuro no qual os seres humanos são criados geneticamente em laboratórios, as pessoas concebidas biologicamente são consideradas inválidas e inferiores. O protagonista do filme é um “inválido”, que tem o sonho de viajar para o espaço. Para isso, esconde sua verdadeira origem e consegue um lugar de destaque em corporação. O filme levanta discussões filosóficas e éticas geradas a partir dos avanços científicos, como a eugenia, em que os seres humanos são manipulados artificialmente.   Versão dublada, aqui.

 

 

Enem 2019

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio