Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 28 de junho de 2022

31 de julho de 2019

31/07 – Novo corte na Educação, cai ‘moral e cívica’, mais prazo para pagar o Fies, e mais.  

.

Ato no Rio: ABI reúne milhares em defesa das liberdades e solidariedade ao jornalista Glenn Greenwald no Rio de Janeiro, nesta terça-feira, 30/07.

 

Defesa da liberdade de expressão e democracia 
ganha força com ato de solidariedade a Glenn
Rede Brasil Atual; 31/07
http://bit.ly/2Mrb5df

O ato em solidariedade ao jornalista Glenn Greenwald na sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), na região central do Rio de Janeiro, na noite desta terça-feira (30), foi uma demonstração de força do campo progressista em defesa da democracia e não apenas em defesa do jornalismo e da liberdade de imprensa. Cerca de 3 mil pessoas se aglomeraram na sede da ABI – mil delas no auditório e 2 mil no saguão e do lado de fora.

Querer destruir provas é o crime mais grave de Moro, 
afirma jornalista do ‘Intercept’
Rede Brasil Atual; 30/07
http://bit.ly/2Yy92us

O jornalista Glenn Greenwald afirmou durante evento no Rio de Janeiro, que o ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, comete um crime grave ao falar em destruir as provas de corrupção na Operação Lava Jato. “Moro é um juiz corrupto que violou todas as leis, e fala em destruir evidências? Isso é um crime muito sério. Esse escândalo é muito mais grave do que o que reportamos”, afirmou o jornalista do Intercept.

 



Novo bloqueio do Orçamento atinge R$ 348 milhões da Educação
Folha de S. Paulo; 30/07
http://bit.ly/316MJcQ

A redução de recursos na área da Educação levou a uma onda de protestos em maio. No mesmo mês, a equipe econômica anunciou o desbloqueio de parte da verba do ministério da área. Agora, voltou a fazer um corte na Educação. No total, foram bloqueados neste ano R$ 6,2 bilhões da pasta, quase 25% do orçamento para o ano. É o maior corte da esplanada dos ministérios.

 

Justiça do DF derruba lei que prevê 
‘educação moral e cívica’ nas escolas
EM; 30/07
http://bit.ly/2LQWMzh

O Conselho Especial do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) declarou inconstitucional, nesta terça-feira (30/07), a lei que prevê a inclusão da “educação moral e cívica” na grade curricular de escolas da capital como conteúdo transversal.

 

 


SinproSP convoca assembleia 
de professores da Faculdade Oswaldo Cruz
SinproSP; 30/07
http://bit.ly/2MrkQbq

As professoras e os professores das Faculdades Oswaldo Cruz têm um importante compromisso na tarde de 07 de agosto: assembleia no SinproSP a partir das 14h. Na pauta, está a análise e discussão de uma proposta feita pelos mantenedores da FOC para o pagamento do 13º salário de 2018, dos valores do FGTS e das respectivas multas pelos atrasos. A proposta foi apresentada na audiência do processo movido pelo Sindicato contra a instituição.

 

Cronologia dos ataques ao movimento sindical: O que fazer?
Contee; 30/07
http://bit.ly/2YASCNQ

Em texto, o consultor jurídico da Contee, José Geraldo de Santana Oliveira, organizou cronologicamente os ataques que o movimento sindical recebeu do governo. Foram várias as tentativas de desarticular e enfraquecer as organizações que defendem os direitos do trabalhador, como a MP873, deslegitimação de decisões de assembleia, etc.

 

Para consultor do Diap, 
agenda do sindicalismo deve ser pontual e objetiva
Agência Sindical; 30/07
http://bit.ly/2K5InwS

Em artigo no site do Diap – Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar – e depois em outras manifestações, o consultor e jornalista Marcos Verlaine propõe que o movimento articule agenda própria. Ele argumenta: “A agenda que falta é a dos trabalhadores e precisa ser apresentada ao Parlamento pelos representantes legítimos”. Em entrevista a Agência Sindical, o consultor propõe pontos precisos e factíveis. “O aumento do salário mínimo é central nessa agenda”, ele observa.

 

 


Em evento gratuito, 
UFABC reúne pesquisadores para debater o Future-se
Carta Capital; 30/07
http://bit.ly/2Zn2X18

A Universidade Federal do ABC vai realizar no dia 12 de agosto o evento Future-se? A universidade pública entre impasses e promessas. O evento pretende debater a mais recente aposta do MEC, o programa Future-se, que aposta em um modelo de reestruturação do financiamento de universidades e institutos federais a partir do alinhamento a modelos de negócios e capital privados.

 


MEC prorroga prazo para renegociação de dívida com Fies 
Jornal do Brasil; 30/07
http://bit.ly/2KiNU24

O MEC (Ministério da Educação) prorrogou, para o dia 10 de outubro, o prazo para renegociação de dívida do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil). De acordo com o Ministério da Educação, mais de 500 mil alunos estão com os contratos de financiamento na fase de amortização e com atraso no pagamento das prestações. O saldo devedor total alcança o valor de R$ 11,2 bilhões.

 

Formação de professor para a EaD é fundamental, mas ainda exceção
Porvir; 30/07
http://bit.ly/2KfdlSd

Apesar do aumento de matrículas em cursos de ensino superior a distância, ainda falta formação para professores que compense a falta de interação presencial. Ou seja, ainda é difícil encontrar disciplina de didática específica para quem vai ministrar aula online. Para que o docente conquiste essas habilidades não ensinadas na graduação, um caminho é recorrer às plataformas de cursos livres que oferecem técnicas para construção de narrativas, roteiro e captação de vídeo.

 

 


Artigo | A tradição brasileira de trocar educação por trabalho precoce
Folha de S. Paulo; 31/07
http://bit.ly/2SX9uNx

Por Leandro Beguoci: Se Bolsonaro realmente quiser melhorar a educação pública no país, ele deveria se cercar de conselheiros melhores. Educação não é brinquedo —e a palavra do presidente tem poder. Ao falar de trabalho infantil, ele pode ter mirado os inimigos, mas acabou acertando o filho do cortador de cana…​

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio