Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 13 de agosto de 2022

28 de novembro de 2019

28/11 – Resistência dos professores aos pacotes nos Estados, atendimento psicológico nas escolas, Diap analisa ‘reforma’ da previdência, e mais.

.

 

 



Direitos de professores: resistência nos Estados
Fepesp; 27/11
http://bit.ly/33rchSV

Assim como na rede privada, onde instituições tentam se valer das reformas trabalhistas para turbinar seus lucros com a precarização do ensino e das condições de trabalho de docentes e pessoal administrativo, nos Estados há resistência contra cortes de direitos por tentativas de implantar extensões da ‘reforma’ da Previdência nas condições locais. Para professores e pessoal administrativa nas escolas particulares é bastante importante acompanhar o que se passa nas redes públicas estaduais: a desvalorização do professor e dos profissionais de educação em geral na rede pública acaba se refletindo também nas escolas particulares.

 

Rio Grande do Sul vive crise na educação com greve de professores
Folha de S. Paulo; 27/11
http://bit.ly/2XSEDEi

Se no passado o Rio Grande do Sul foi referência em educação pública, com construção de milhares de escolas, na década de 1960, as chamadas “brizoletas”, em homenagem ao ex-governador Leonel Brizola (1922-2004), hoje a área está em crise, com a maior greve de professores dos últimos tempos. São ao menos 1.533 escolas em greve no estado, com adesão total de 773 colégios e parcial de 760, segundo o Cpers, o sindicato da categoria. A Secretaria da Educação (Seduc) diverge dos números. De acordo com a pasta, são 526 escolas com adesão total e 500 com adesão parcial, de acordo com questionário respondido por 2.244 escolas, de um total de 2.500 escolas. Mesmo com a diferença dos levantamentos, é a maior mobilização já registrada.

 

Governo fará estudos para conceder escolas
de educação infantil a setor privado
UOL; 27/11
http://bit.ly/2OOehPM

O Diário Oficial da União (DOU) publicou decreto presidencial que determina a realização de estudos de viabilidade e de alternativas de parcerias com a iniciativa privada para construção, modernização e operação de estabelecimentos da rede pública de educação infantil dos Estados, do Distrito Federal e dos municípios. Os estudos, porém, terão por finalidade a estruturação apenas de projetos pilotos, “cuja seleção será definida em ato do Secretário Especial do Programa de Parcerias de Investimento da Casa Civil da Presidência da República”.

 

Crise faz aumentar número de matrículas
na rede estadual de ensino do Rio
O Globo; 27/11
https://glo.bo/33vzzHc

Houve um aumento de 20%, do último dia 5 até agora, no número de pré-matrículas na rede estadual de ensino. A secretaria de Educação acha que esse aumento pode ter sido provocado pela prolongada crise que atinge famílias de classe média que tinham filhos na rede privada, e também melhorias na rede, como a contratação de 14 mil novos professores.

 

Congresso derruba veto, e escola pública
deverá ter atendimento de psicólogo
Senado Notícias; 27/11
http://bit.ly/2OVieST

O Congresso derrubou nesta quarta-feira (27) o veto integral do presidente da República, Jair Bolsonaro, à proposta que garante atendimento por profissionais de psicologia e serviço social aos alunos das escolas públicas de educação básica. Portanto, volta a valer o texto do PLC 60/2007 (PL 3.688/2000, na Câmara dos Deputados), aprovado em setembro pelos deputados, na forma de um substitutivo elaborado pelo Senado. A nova norma será promulgada pela Presidência da República.

 

Para especialistas, combate às fake news
precisa ser discutido em sala de aula
Rede Brasil Atual; 28/11
http://bit.ly/2XRr9c6

No Brasil, segundo o Instituto Ipsos, 62% dos brasileiros acreditam em rumores e em conteúdos falsos, o que mostra parcela expressiva da população brasileira vulnerável às notícias falsas. Nesse cenário, a educação desponta como a única forma de interromper o ciclo de disseminação de fake news. Foi o que concluíram os especialistas que participaram de audiência pública sobre o tema na Comissão de Educação (CE), ontem (27), do Senado Federal. Segundo os debatedores, não interromper o ciclo de desinformação pode levar à segregação social e representar até mesmo risco à democracia. Por isso, proibir a circulação de notícias falsas não resolveria o problema, alertou a presidente-executiva do Instituto Palavra Aberta, Patrícia Blanco. Para ela, a desinformação é uma questão de entendimento social. Ela defendeu que é preciso promover uma educação na qual se desenvolvam habilidades como a de duvidar, de elaborar hipóteses, de investigar e de produzir sínteses.

 


Conversa entre amigos
Fepesp; 26/11
http://bit.ly/33ntI6M

Um encontro para refletir sobre a educação popular e as ideias de nosso patrono da Educação, Paulo Freire, está marcado para este início de dezembro. É o ‘Café com Paulo Freire’, ciclo mensal organizado pelo professor Martinho Condini, ex-diretor da Fepesp e divulgador do pensamento freiriano. “Organizamos esta roda de conversa em vários Estados do sul do país, e agora estamos em São Paulo”, diz o professor Condini. A inauguração do ciclo na cidade de São Paulo será no dia 15 de dezembro, um domingo, das 9 às 12 horas na Escola Municipal Amorim Lima (Rua Vicente Peixoto, 50, no Butantã).

 

 


Avanços e retrocessos na EC 103/19 – Reforma da Previdência
Diap; 27/11
http://bit.ly/2sibtCP  

Ao longo da tramitação da proposta no Congresso Nacional, a PEC 6/19 teve avanços e retrocessos até sua aprovação final, no dia 22 de outubro, no Senado Federal. O texto foi encaminhado ao exame do Legislativo no dia 20 de fevereiro. Topicamente, apontamos quais foram esses avanços e retrocessos contidos na Emenda à Constituição (EC) 103/19, promulgada no dia 12 de novembro de 2019.

 

Plano de Bolsonaro aumenta a pobreza
e a concentração de renda, diz Dieese
IHU; 08/11
http://bit.ly/35LNDxF

O Plano Mais Brasil, de Bolsonaro, tira aumento real do salário mínimo e diminui incentivos fiscais. Dieese prevê aumento de preços dos alimentos, da pobreza, concentração de renda e freio no desenvolvimento.

 


Sintee PP: assembleia no dia 29/11
Sintee PP; 27/11
http://bit.ly/35ISArm

O Sintee PP convoca a categoria local para uma assembleia no dia 29/11, na sede do sindicato, para discutir a previsão orçamentária 2020; sustentação financeira da entidade sindical; e pauta de Reivindicações SESI/SENAI, Educação Básica e Ensino Superior.

 

 



Novo presidente da Fundação Palmares nega
existência de racismo e pede fim do movimento negro
Outline; 27/11
http://bit.ly/2XVdrop

Novo presidente da Fundação Cultural Palmares, órgão responsável pela promoção da cultura afro-brasileira, o jornalista e militante de direita Sérgio Nascimento de Camargo já afirmou que no Brasil não existe “racismo real”, que a escravidão foi “benéfica para os descendentes” e que o movimento negro precisa ser “extinto”.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio