Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 13 de agosto de 2022

23 de março de 2022

23/03 – O ouro do pastor lobista no MEC, o pedido de demissão de Milton Ribeiro, assessor do ministro já foi exonerado, e mais: YouTube deleta fake news eleitoral

.

Celso Napolitano, Fepesp, comenta a nova crise no Ministério da Educação em entrevista na Rádio Brasil Atual nesta quarta, 23/03: tráfico de influência, desvio de verbas, favorecimento de grupos –  e nenhuma atenção às questões de educação, especialmente em apoio a escolas e professores durante a pandemia. Assista agora na tela acima.

 

 

Deputado pede criação de CPI para apurar gabinete paralelo do MEC
Estadão; 22/03
https://bit.ly/3iswqlh

O deputado Professor Israel (PV-DF) apresentou nesta terça-feira, 22, um requerimento para a criação de uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) com o objetivo de apurar o gabinete paralelo de pastores no Ministério da Educação. Para ser instalada, a CPMI precisa reunir a assinatura de pelo menos 171 deputados e 26 senadores, além de ser autorizada pelo presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

Se criado, o colegiado será composto por deputados e senadores. Como revelou o Estadão, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, deu prioridade na liberação de verbas do MEC para prefeituras ligadas a pastores. O caso tem despertado revolta até de líderes do Centrão e da bancada evangélica, que nega qualquer vínculo com Ribeiro.

 

Prefeito diz que pastor pediu 1 kg de ouro por verba do MEC
UOL; 23/03
https://bit.ly/3L5nA9x

O prefeito do município de Luis Domingues (MA), Gilberto Braga (PSDB), disse que o pastor Arilton Moura – ligado ao gabinete paralelo no Ministério da Educação -, solicitou R$ 15 mil antecipados para protocolar as demandas da cidade junto a pasta. Além disso, pediu o pagamento em um quilo de ouro após a liberação dos recursos para construção de escolas e creches. A informação foi revelada pelo jornal O Estado de São Paulo.

“Ele (Arilton Moura) disse: ‘Traz um quilo de ouro para mim’. Eu fiquei calado. Não disse nem que sim nem que não”, relatou Braga ao jornal. Ele garante não ter aceitado a proposta.

 

Assessor de ministro de Bolsonaro é demitido após revelação sobre pastores
Folha de S. Paulo; 23/03
https://bit.ly/3L61weN

O assessor especial do gabinete do MEC Odimar Barreto dos Santos teve sua exoneração publicada na sexta-feira (18). O desligamento ocorreu em edição extra do Diário Oficial da União, no mesmo dia em que as primeiras informações sobre a atuação de pastores vieram à tona em reportagem do jornal O Estado de S. Paulo.

Odimar Barreto também é pastor, além de major da reserva da Polícia Militar de São Paulo. O agora ex-assessor é uma das pessoas de maior confiança do ministro, também ligado como pastor à Igreja Presbiteriana Jardim de Oração, de Santos, liderada por Milton Ribeiro.

 

Permanência de Milton Ribeiro no governo está ameaçada após revelação de gabinete paralelo no MEC
Estadão; 22/03
https://bit.ly/3Lb1AKC

A existência de um “gabinete paralelo” no Ministério da Educação, revelada pelo Estadão, pode provocar a queda de Milton Ribeiro, titular da pasta. No Congresso, até mesmo aliados do governo pedem a investigação do caso e cobram a saída de Ribeiro. O PL, o Republicanos e o Progressistas, partidos do Centrão, estão de olho na vaga.

O deputado Sóstenes Cavalcante (PL-RJ), presidente da Frente Parlamentar Evangélica, afirmou nesta terça-feira, 22, que o ministro Ribeiro não chegou ao governo pelas mãos dos evangélicos. Ele demonstrou irritação com o gabinete paralelo comandado por pastores e disse que eles não têm ligação com os deputados do seguimento. “Quais pastores? Aqueles dois pastores Zé Ruela? Não conheço, nunca vi, só o ministro pode explicar”, afirmou.

 

POLÍTICA EDUCACIONAL

Matrículas em cursos a distância na área da saúde cresceram 78%
Folha de S. Paulo; 22/03
https://bit.ly/3Ix73cU

Os cursos a distância na área da saúde tiveram um aumento de 78% no número de matrículas entre 2019 e 2020. Eles já somam mais de 78 mil alunos, segundo dados do Censo da Educação Superior.

O levantamento foi feito pela empresa Educa Insights e divulgado na manhã desta terça (22) pela Abmes (Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior). O censo é realizado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), órgão ligado ao Ministério da Educação.

 

RS: promotoria considera inconstitucional lei que autoriza a educação domiciliar em Porto Alegre
Zero Hora; 22/03
https://bit.ly/3Iz2mPB

Promulgada pela Câmara Municipal de Porto Alegre na quinta-feira (17), a lei que autoriza a educação domiciliar na Capital é considerada inconstitucional pela Promotoria de Justiça Regional da Educação de Porto Alegre (Preduc-POA). Por meio de nota, o órgão informou que instaurou e encaminhou um procedimento administrativo sobre a promulgação para a Subprocuradoria-Geral de Justiça para Assuntos Jurídicos do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS), que analisará a possibilidade de ajuizar uma Ação Direta de Inconstitucionalidade.

 

CAMPANHAS SALARIAIS

Maioria dos reajustes salariais perde para a inflação, afirma Dieese
Agência Sindical; 23/03
https://bit.ly/3IDcfvI

Em fevereiro deste ano, 15,1% de reajustes recompuseram o INPC e 24,4% ficaram acima do índice inflacionário. “A inflação tem, de fato, dificultado a recomposição salarial dos trabalhadores e, consequentemente, contribuído para a queda do poder de compra da população”, explica o economista do Dieese, Rodolfo Viana.

Perspectivas – Rodolfo avalia: “Será um desafio conseguir acordos em que, pelo menos, o reajuste contemple a inflação passada. Para os próximos meses a tendência é manutenção da inflação em patamar elevado, por conta da inflação de custos”.

Nota: na Campanha Salarial 2022 dos sindicatos integrantes da Fepesp, foram conquistados reajustes salariais na Educação Básica (10,57%) e no Sesi/Senai (10,80%) que recuperaram integralmente o avanço da inflação. Superamos o desafio!

 

SC: liminar suspende greve da Educação em Itajaí, mas situação segue longe de terminar
ND+; 22/03
https://bit.ly/36hoAZA

Acatando a decisão judicial, o Sindifoz (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da Foz do Rio Itajaí) que representa os servidores da educação, confirmo que os profissionais estão de volta as unidades escolares, mas ressalta que se trata de uma suspensão, que vão recorrer e que o movimento deve voltar e talvez, com reforço.

 

MG, greve da Educação: Sind-UTE prova que Estado tem dinheiro para pagar o Piso Nacional
Viomundo; 22/03
https://bit.ly/3IAlxbI

Apesar de todo o debate e esforço por parte do Sind-UTE/MG, o Governo do Estado demonstrou total ausência de interesse na continuidade do processo de mediação e informou que não levaria nenhuma proposta para avaliação do Governo.

No entanto, o governo demonstrou intransigência e se retirou da mesa de negociação. Agora, o processo retorna para o Desembargador relator.

O Sind-UTE/MG, como já informado, recorreu da sua decisão liminar na ação da greve e aguarda o pedido de reconsideração. Além da proposta, o Sindicato também demonstrou que o Estado tem condições financeiras de cumprir a legislação e pagar o Piso Salarial. Foram apresentados dados sobre o aumento de receita, aumento de recursos vinculados como Fundeb e MDE nos últimos anos.

 

VIOLÊNCIA EM SALA DE AULA

Ataque com faca deixa 2 alunos feridos em colégio de São Paulo
Folha de S. Paulo; 22/03
https://bit.ly/3IAm1P4

Uma estudante de 12 anos foi esfaqueada por um colega na sala de aula, nesta terça-feira (22), no Colégio Floresta, na zona leste de São Paulo. Um garoto que tentou protegê-la também foi ferido. O aluno de 13 anos suspeito de cometer o ataque disse que sofria bullying, segundo a polícia.

A estudante foi golpeada ao menos dez vezes e teve o pulmão perfurado, de acordo com a polícia. Ela foi levada para o hospital municipal de Ermelino de Matarazzo e não corria risco de morte.

O ataque ocorreu na sala de aula, por volta das 11h20. Como era a faixa de horário de troca de aula, não havia professor no local. A Polícia Militar foi acionada em seguida.

 

CORONAVÍRUS

Cidade de São Paulo aplica quarta dose em idosos acima de 70 anos a partir de terça
Rde Brasil Atual; 22/03
https://bit.ly/3iqW3mN

A capital paulista começa a aplicar a quarta dose da vacina contra a covid-19 em idosos na próxima terça-feira (29). Pessoas acima de 70 anos que já tomaram a dose de reforço há quatro meses podem procurar os postos de vacinação, na semana que vem. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, são cerca de 450 mil aptos a receber a quarta dose na cidade de São Paulo. Como nas outras vezes, para se vacinar, é necessário apresentar um documento de identificação, preferencialmente o CPF ou cartão do SUS, além da carteirinha com o registro das doses recebidas anteriormente.

 

 

YouTube vai excluir vídeos com fake news sobre eleições – de 2018!
Nexo; 22/03
https://bit.ly/3ugIMTc

O YouTube anunciou nesta terça-feira (22) que vai retirar de sua plataforma quaisquer publicações com informações falsas alegando que fraudes, erros ou problemas técnicos generalizados mudaram o resultado das eleições em 2018. Essas novas políticas de integridade eleitoral para o Brasil podem causar a derrubada de vídeos publicados antes ou depois de sua adoção pelo YouTube, e vão na linha de medidas já tomadas nos Estados Unidos e na Alemanha.

Daqui em diante, o site começará a analisar os vídeos que abordem o tema de suposta fraude eleitoral em 2018 usando inteligência artificial e moderação humana. O YouTube também avaliará denúncias de usuários, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e de instituições parceiras da plataforma. Aqueles que tiverem seus vídeos removidos podem recorrer, mas canais que receberem três “strikes” num período de 90 dias serão excluídos.

Sempre que um usuário fizer buscas relacionados à eleição ou urnas eletrônicas, será mostrado um painel de informações na parte superior dos resultados da pesquisa, ou abaixo dos vídeos relacionados ao voto eletrônico, com um link para informações oficiais do TSE.

De acordo com o comunicado do YouTube “as eleições de 2022 no Brasil vão gerar uma busca por notícias, curiosidades e dúvidas na internet, que deverão ser explicadas e contextualizadas de acordo com os fatos e as particularidades brasileiras. Os painéis visam ampliar o acesso a informações de fontes confiáveis e já contemplam outros temas sensíveis, como a covid-19”.

O painel de informações será incluído em todas as buscas relacionadas às eleições brasileiras. Já as remoções de vídeos só se aplicam a alegações de fraude em 2018, e não em 2022, pois, de acordo com o site, só se pode adotar a política de remoção uma vez que haja um resultado oficial, certificado pelas autoridades competentes.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio