Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 02 de outubro de 2022

22 de setembro de 2022

22/09 – O ato pela democracia nos 45 anos da invasão da universidade, Paulo Freire na plenária mundial da Educação, campanha pelo voto útil tem até Nobel da Paz, e mais: quem são os bilionários do setor de educação

.

Em defesa da democracia, participe do ato que não nos deixa esquecer: hoje, nos 45 anos da invasão da PUC-SP pela repressão. Ao vivo, aqui:  https://youtu.be/ROEsja_VVBw

 

 

45 anos depois da invasão da universidade, o ato pela democracia – Nesta quinta-feira, dia 22/9, quando se completam 45 anos da invasão do campus pelas tropas militares comandadas pelo cel. Erasmo Dias, a Universidade realiza o evento “PUC-SP pela Democracia – 45 anos depois da invasão”. A atividade acontece no Tuca, a partir das 9h, com entrada livre.

O ato é organizado pela PUC-SP em parceria com o Prerrô (Grupo Prerrogativas) e o Washington Brazil Office, que lançará um manifesto de convocação por eleições livres e respeito pelos resultados das urnas no Brasil (clique aqui para saber mais). A abertura do evento terá uma apresentação conjunta do Coral do MST e da Bateria 22 (curso de Direito).

No saguão do Tuca estarão expostas fotografias da invasão da PUC-SP de 1977. Não é necessário fazer inscrição para participar. Acesse o instagram @pucsp_pela_democracia para saber mais sobre o evento, assistir a vídeos dos participantes e ficar por dentro da programação. Ato, 22/09   https://youtu.be/ROEsja_VVBw

 

CENTENÁRIO DE PAULO FREIRE

Legado de Paulo Freire é exaltado em plenária mundial da Educação – No dia que completaria 101 anos, Paulo Freire teve seu legado exaltado por trabalhadoras/es da educação de diversas partes do mundo, nesta terça-feira (19), na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em Recife (PE), na Plenária Mundial da Educação. O evento fez parte do penúltimo dia da celebração do Centenário do patrono da educação no local onde Freire estudou e começou sua carreira docente. A Plenária Mundial começou com as apresentações culturais do Afoxé Oyá Alaxé, de Recife, e do músico potiguar Hilton Acioli. Para encerrar a atividade, um ato foi realizado em frente a estátua de Paulo Freire, que fica dentro da Universidade Federal de Pernambuco. Uma nova placa foi colocada na homenagem ao patrono da educação. Sintepe, 21/09  https://bit.ly/3y6cVHN


Luta pela Igualdade e combate à violência marcam celebração do Centenário de Paulo Freire – Com o plenário lotado e todo lilás, educadores(as) lembraram os mais de dois anos da pandemia, que os mantiveram distantes, e da importância do reencontro para fortalecer a luta e a organização das mulheres. Antes ainda de começar, os participantes do encontro da RED homenagearam as vidas perdidas pela Covid-19. Todos escreveram, em pequenos papéis, os nomes dos entes e amigos vítimas da doença no país. Cpers, 19/09   https://bit.ly/3BZIQf1

 

 

 

POLÍTICA EDUCACIONAL

Fuvest altera lista de classificados para ampliar acesso de cotistas à USP – O vestibular da Fuvest 2023 terá mudança na forma de classificação dos aprovados para que todos os candidatos, incluindo os cotistas, concorram primeiramente às vagas da USP destinadas à ampla concorrência. Nas edições anteriores, os candidatos indicavam por qual modalidade de vaga —ampla concorrência, egresso de escola pública ou pretos, pardos e indígenas— iriam concorrer no momento da inscrição.

A direção da Fuvest avaliou que o formato antigo podia criar distorções no acesso, já que, em alguns cursos, a nota de corte dos cotistas acabava sendo mais alta do que a da concorrência geral. Ou seja, a reserva de vagas acabava prejudicando exatamente o grupo de estudantes que têm direito às cotas. Folha de S. Paulo, 21/09  https://bit.ly/3dwUCnN

 

Vídeo sobre app educativo citado por Bolsonaro está fora do ar no site do MEC- O vídeo que explica o funcionamento do aplicativo GraphoGame, citado por Jair Bolsonaro (PL) em seu programa eleitoral exibido na televisão nesta terça-feira (20), está indisponível na página dedicada à ferramenta educacional do Ministério da Educação.”Com o GraphoGame, a garotada começa a interagir com a família, começa a perguntar e também ser questionada. Isso leva ao conhecimento”, afirma Bolsonaro no programa, que também mostra uma criança relatando sua experiência com o aplicativo. Painel FSP, 21/09  https://bit.ly/3UtHsso

 

Gestão Bolsonaro ignorou critério técnico e facilitou ‘acordos escusos’ com verbas de educação, diz CGU – A CGU (Controladoria-Geral da União) concluiu que o governo Jair Bolsonaro (PL) ignorou de modo sistemático critérios técnicos na transferência de verbas da educação, potencializando a ocorrência de “acordos escusos”.A atual gestão privilegiou cidades mais ricas em detrimentos das mais vulneráveis, que deveriam ter prioridade nos repasses para a área de educação, segundo o órgão. Folha de S. Paulo, 21/09  https://bit.ly/3DIvEMY


Mobilização nacional pelo direito à educação de jovens e adultos – A luta pela igualdade social e por oportunidade para todos(as) é um direito constitucional e está atrelada diretamente à educação. É no ambiente escolar que as discrepâncias econômicas e sociais devem ficar em segundo plano e muitas injustiças históricas podem ser corrigidas. Uma das ferramentas para essa “correção” é justamente a EJA, que vem sofrendo mudanças preocupantes, prejudicando principalmente as populações mais carentes. Sinpro DF, 21/09  https://bit.ly/3UvgSz5


Polícia Federal investiga fraudes e superfaturamento em material para educação –
A Polícia Federal realizou, nesta quarta-feira (21), a Operação Literatus 2 para cumprir 21 mandados de busca e apreensão em Pernambuco, Roraima, Maranhão e São Paulo. E ainda, cumpre cinco afastamentos da função pública dos servidores investigados.

A operação desta manhã investigou contratos com valor superior a R$ 10 milhões, firmados entre 2018 a 2021, e que envolvem compras com dinheiro federal destinados à Educação. Além de apurar crimes envolvendo o fornecimento de material bibliográfico, solução educacional e kit escolares para órgãos municipais e do estado, por um grupo empresarial de Pernambuco. CNN, 21/09  https://bit.ly/3SeVNXQ

 

ELEIÇÕES 2022

Campanha pelo voto útil ganha fôlego e Ciro e Tebet reagem  A campanha pelo voto útil ganhou definitivamente as redes sociais e está atravessando fronteiras. Ontem, um vídeo gravado por artistas e uma carta aberta assinada por influenciadores do pensamento acadêmico e político da América Latina — incluindo um Nobel da Paz — viralizaram na internet. Faltando 11 dias para o primeiro turno, a campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) intensifica, por meio de seus apoiadores, a pressão sobre os eleitores dos candidatos da chamada terceira via, para que “virem o voto” e ajudem a eleger o ex-presidente já em 2 de outubro. Presidenciável do PDT acusa PT de tentar “aniquilar alternativas” e candidata do MDB aponta desrespeito. Correio Braziliense, 21/09  https://bit.ly/3DIzVQw

 

Autor do pedido de impeachment de Dilma declara apoio a Lula  O político e advogado Miguel Reale Júnior, que foi um dos autores do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, do PT, em 2015, declarou nesta quarta-feira (21) apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no primeiro turno. A informação foi publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo.

“Sem perspectiva de vitória da terceira via, é importante que Lula vença no primeiro turno, para se impedir ação desesperada de Bolsonaro. Decidir por Lula é consequência de saber que assim se evitará ataques à democracia, à dignidade da pessoa humana e ao meio ambiente, que, com certeza, sucederão com maior intensidade em novo mandato de Bolsonaro”, diz uma mensagem enviada por Reale, que atuou como ministro da Justiça do governo Fernando Henrique Cardoso. Nexo,  21/09  https://bit.ly/3qVwoXs


Serviço: ‘Fui convocado para mesário; posso me recusar?’ O prazo para pedir a dispensa do serviço de mesário venceu no dia 8 de agosto. Segundo o Código Eleitoral, é possível apresentar uma recusa justificada em até cinco dias a contar da intimação, salvo se o motivo ocorrer depois desse período, informa o TSE (Tribunal Superior Eleitoral).Ao pedir a dispensa, o eleitor deve identificar as razões e, se possível, apresentar também um comprovante da impossibilidade de atendimento à convocação.

O caso será analisado por um juiz eleitoral, que irá decidir se aprova ou não a solicitação de dispensa. Mas o TSE informa que essa dispensa só irá ocorrer em casos excepcionais, pois o serviço eleitoral tem preferência sobre qualquer outro.

O que acontece com o mesário que faltar no dia da eleição? – Se o mesário que foi convocado não trabalhar no dia da eleição, deverá apresentar justa causa ao juiz eleitoral em até 30 dias da data do pleito. Caso contrário, será aplicada uma multa, cobrada por meio da GRU (Guia de Recolhimento da União). Se o mesário faltoso for servidor público ou autárquico, a pena será de suspensão de até 15 dias.

Todas as penas serão aplicadas em dobro se a mesa receptora deixar de funcionar por culpa do faltoso, bem como ao membro que deixar os trabalhos durante a votação e não apresentar justificativa ao juiz em até três dias depois do fato. R7, 21/09  https://bit.ly/3fa9KIr

 

Lista da Forbes: quem são os bilionários do setor de educação
Forbes, 21/09
http://glo.bo/3S8EAzO

Seis super-ricos do setor de educação fazem parte da lista de bilionários brasileiros da Forbes de 2022. Juntos, esses representantes detêm aproximadamente R$ 16,5 bilhões em fortuna

Nascido no Líbano e naturalizado brasileiro, Chaim Zaher é o mais rico entre os colegas da educação. Com patrimônio avaliado em R$ 3,5 bilhões, Zaher foi um dos pioneiros na educação particular no Brasil e fundou o Sistema Educacional Brasileiro (SEB).

O segundo lugar do ranking é ocupado por Carlos Wizard Martins. Ele fundou a franquia de escolas de idiomas Wizard, que foi vendida por R$ 1,3 bilhão em 2013 para o grupo britânico Pearson. O empresário, que hoje também se aventura no mundo das franquias e redes de fast-food como Taco Bell, Pizza Hut e KFC, tem patrimônio estimado em R$ 3,4 bilhões. No setor educacional, Martins acumula 35% de Wiser, dona das redes NumberOne e WiseUp, de Flávio Augusto da Silva.

José Janguiê Bezerra Diniz é o terceiro colocado do levantamento, com fortuna de R$ 3,3 bilhões. Além de fundador da Ser Educacional (SEER3), empresa com ações listadas em bolsa, Janguiê também é um grande investidor do setor imobiliário e de startups.

Confira a lista dos bilionários do setor de educação:

Chaim Zaher e família
Fortuna: R$ 3,5 bilhões
Idade: 68 anos
Nascimento: Líbano
Origem do patrimônio: SEB (Sistema Educacional Brasileiro
Posição na lista geral: 103ª

Carlos Wizard Martins e família
Fortuna: R$ 3,4 bilhões
Idade: 64 anos
Nascimento: Paraná
Origem do patrimônio: Grupo Multi
Posição na lista geral: 104ª

José Janguiê Bezerra Diniz
Fortuna: R$ 3,3 bilhões
Idade: 58 anos
Nascimento: Paraíba
Origem do patrimônio: Ser Educacional
Posição na lista geral: 107ª

Oto De Sá Cavalcanti Neto e família

Fortuna: R$ 2,6 bilhões
Idade: 74 anos
Nascimento: Ceará
Origem do patrimônio: Arco Educação
Posição na lista geral: 128ª

Nicolau Carvalho Esteves e família
Fortuna: R$ 2,5 bilhões
Idade: 71 anos
Nascimento: Minas Gerais
Origem do patrimônio: Afya Educacional
Posição na lista geral: 136ª

Flávio Augusto da Silva
Fortuna: R$ 1,3 bilhão
Idade: 50 anos
Nascimento: Rio de Janeiro
Origem do patrimônio: WiseUp
Posição na lista geral: 232ª

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio