12 de novembro de 2020

12/11 – o seu voto no domingo, SP quer volta às aula em 1º de fevereiro, juiz não libera volta às aulas em Guarulhos – e mais.

Há momentos na vida da gente que nos motivam a dar um passo à frente na história. Estamos agora diante […]


Há momentos na vida da gente que nos motivam a dar um passo à frente na história. Estamos agora diante de um desses. No domingo vamos votar e vamos ao voto em um momento especialmente desafiador de nossa história.
Veja aqui:  https://youtu.be/GyI327y8acc
 

 

Sindicato de escolas privadas de SP vai à Justiça por aulas em todas as etapas e com mais alunos
Portal Terra; 11/11
https://bit.ly/2UmMqcx

O Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado (Sieeesp) ingressou nesta terça-feira, 10, com uma ação civil pública para que a Prefeitura de São Paulo libere aulas regulares em todas as etapas de ensino. Hoje, apenas estudantes do ensino médio podem voltar a ter aulas presenciais regulares na escola; nas outras etapas, o retorno só é possível para atividades extracurriculares, como aulas de idiomas e esportes.

Como o Estadão mostrou, parte das escolas particulares de São Paulo decidiu não reabrir para cursos extras em outubro. Essas unidades calcularam que o retorno demandaria mobilizar toda a estrutura do colégio, com custos adicionais, para poucos alunos interessados nessas atividades e durante poucas horas diárias.

 

Secretário da Educação dá data para início do ano letivo em 2021: 1º de fevereiro
Veja São Paulo; 11/11
https://bit.ly/32FcHHA

O secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, anunciou que o calendário escolar de 2021 da rede terá início em 1º de fevereiro. A área da Saúde ainda irá determinar se o prazo estipulado será cumprido devido à pandemia da Covid-19. A divulgação foi feita na manhã desta quarta-feira (11).

Aproximadamente 15% dos estudantes da rede estadual não conseguiram entregar atividades durante aulas remotas e podem ser reprovados. O número representa 500 mil alunos.

 

Educação contratará mais de 10 mil professores para trabalhar na recuperação de alunos
SP Notícias; 11/11
https://bit.ly/3ePT3Od

O secretário da Educação Rossieli Soares anunciou nesta quarta-feira (11) que vai contratar mais de 10 mil professores da rede estadual para atuar no programa de recuperação e aprofundamento dos alunos das escolas estaduais.

Os docentes da rede que tenham interesse em participar das aulas de recuperação em janeiro, mediante a pagamento extra, também terão essa opção.

O programa será implementado para minimizar os déficits na aprendizagem dos estudantes que podem ter ocorrido durante o período de suspensão das atividades presenciais.

 

MEC tenta criar cadeira cativa para ensino domiciliar em fórum de educação e é derrotado
Folha de S. Paulo; 12/11
https://bit.ly/2UkPiqu

Mesmo sem uma regulamentação sobre ensino domiciliar, o MEC (Ministério da Educação) tentou criar uma cadeira cativa para representante do tema no FNE (Fórum Nacional de Educação).

Colocada à votação nesta quarta-feira (11), a proposta do governo Jair Bolsonaro (sem partido) acabou rechaçada. Foram 16 votos contrários e 8 a favor —todas as manifestações favoráveis vieram de representantes do MEC.

 

Brasil tem três universidades entre as 10 melhores da América Latina; USP fica em 2º
Estadão; 12/11
https://bit.ly/2IoNyKk

Três universidades públicas brasileiras estão entre as dez melhores da América Latina, segundo o ranking da consultoria britânica Quacquarelli Symonds (QS) divulgado nesta quarta-feira, 11. A Universidade de São Paulo (USP) aparece em segundo lugar pelo terceiro ano consecutivo, com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) em quinto e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em nono. Desde 2018, o topo da lista é ocupado pela Pontificia Universidad Católica de Chile, a PUC chilena.

De acordo com a consultoria, Brasil, México e Colômbia são os destinos de estudo mais representados e respondem por mais da metade de todas as universidades classificadas. Neste ano, o Ranking QS de Universidades Latino-Americanas 2021 conta com 410 instituições.

 

Guarulhos:  Justiça adia decisão para 18 de novembro sobre retomada das aulas presenciais em Guarulhos
Sinpro Guarulhos; 11/11
https://bit.ly/3neKlMg

Em audiência realizada hoje (11/11) na Vara da Fazenda Pública de Guarulhos, devido a ação civil pública do Sieeesp (sindicato patronal) que almeja uma liminar que autorize a retomada das aulas presenciais nas escolas privadas de Guarulhos, o juiz Rodrigo Tellini adiou a decisão para o dia 18 de Novembro quando ocorrerá uma nova audiência junto ao Ministério Público.

Assim sendo, as aulas presenciais continuam suspensas nas escolas, privadas e públicas, da cidade de Guarulhos. Reafirmamos nossa convicção de que este não é o momento para retomada das atividades presenciais, seja pelos riscos à saúde ou pela impossibilidade de recuperar perdas pedagógicas.

 

Anvisa libera retomada dos testes da Coronavac
Rede Brasil Atual; 11/11
https://bit.ly/3nbfzUu

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta quarta-feira (11) a retomada dos testes clínicos da vacina Coronavac. O órgão explica que tomou a decisão após receber do Instituto Butantan, de São Paulo, novos dados que mostram que o “evento adverso grave (EAG)”, que culminou na morte de um voluntário, não tem relação com a vacina.

Em nota, a Anvisa disse que agora “tem subsídios suficientes para permitir a retomada da vacinação”. Também afirma que segue acompanhando o desfecho do caso que determinou a suspensão.

A agência diz que foi informada da causa da morte em reunião com representantes do Butantan na manhã desta terça, e depois comunicada oficialmente na parte da tarde. Também receberam Boletim de Ocorrência que aponta o suicídio do voluntário como a principal hipótese investigada.

 


Datafolha: Covas tem 32%; Boulos, 16%; Russomanno, 14%; e França, 12%
Estadão; 12/11
https://bit.ly/3eSg2YH

Após autorização da Justiça Eleitoral na noite desta quarta-feira, 11, o Datafolha divulgou os resultados da mais recente pesquisa da intenção de voto para a Prefeitura de São Paulo. Segundo o instituto, o prefeito Bruno Covas (PSDB) segue em primeiro lugar na disputa, com 32% das intenções de voto. Há uma semana, o tucano tinha 28%.

Em segundo lugar, empatados tecnicamente, estão Guilherme Boulos (PSOL), que subiu de 14% para 16%, Celso Russomanno (Republicanos), que recuou de 16% para 14%, e Márcio França (PSB), que caiu de 13% para 12%. Como o levantamento tem margem de erro de três pontos porcentuais para mais ou para menos, fica caracterizado empate técnico entre os três candidatos.

A divulgação da pesquisa foi proibida ao longo do dia por decisões da Justiça Eleitoral, após pedido do candidato Celso Russomanno (Republicanos). O deputado alegou distorções nos critério da pesquisa. No fim da noite desta quarta, o Datafolha obteve autorização para publicar os dados.

 

Baixe o Título eleitoral em seu celular. É fácil
Agência Sindical; 11/11
https://bit.ly/3lldjK3

A Justiça Eleitoral criou o aplicativo e-Título pra facilitar o voto. A ferramenta possibilita ter todos os dados, como o número do documento, Seção e Zona, bem como emitir certidões de quitação eleitoral e efetuar pedido de justificativa on-line.

Pra cadastrar o App, basta fazer o download na loja virtual de seu celular ou tablet e instalar gratuitamente. Ao abrir pela primeira vez, é preciso preencher dados como nome, nascimento, número de documento (do próprio Título ou do CPF), nome do pai e da mãe e também responder a perguntas de segurança.

Baixar – Usuários do sistema Android podem baixar o App na Play Store. Usuários do iOS podem fazer download pela App Store.
Mais – Acesse o site da Justiça Eleitoral.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio