Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 13 de agosto de 2022

12 de novembro de 2019

12/11 – dois anos da fracassada ‘reforma’ trabalhista, Anima levanta 350 milhões, reforma sindical na Câmara, e mais.

.

Mais força para defender nossos direitos, mais vantagens para quem é sindicalizado: chame mais um para ser sócio do sindicato!
Veja aqui: http://fepesp.org.br/noticia/chame-mais-um/


Reforma trabalhista de Temer completa dois anos
e confirma enorme fracasso
Agencia Sindical; 12/11
http://bit.ly/2ND9u4n

Aprovada em 11 de novembro de 2017, por meio da Lei 13.467, a reforma trabalhista de Michel Temer completa dois anos nesta semana. A principal alegação pra sua aprovação era a geração de cinco milhões de empregos, o que não aconteceu. Ou seja, não se abriram novas vagas de emprego, mas o caminho pra precarização das condições de trabalho foi pavimentado.

 
Gabarito oficial das provas do Enem será divulgado amanhã
CBN; 11/11
https://glo.bo/2O4uzDB

Neste domingo, 3,7 milhões de candidatos compareceram ao segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio. O percentual de ausentes foi de 27%, o menor desde que a prova começou a ser aplicada no atual modelo, em 2009. O Ministério da Educação informou que identificou o responsável por vazar imagens da prova neste domingo. Um candidato tirou fotos do exame e enviou em grupos de WhatsApp antes das seis da noite, quando era possível levar o caderno de questões para fora da sala.

 

Fato Relevante – ANIMA HOLDING S.A. (“Anima Educação”) – Segunda Emissão de Debêntures
Terra; 11/11
http://bit.ly/32BCopH

O Conselho de Administração Ânima, em reunião realizada em 11 de novembro de 2019, aprovou a realização de sua segunda emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, em um montante de R$350.000.000,00 (trezentos e cinquenta milhões de reais) na data de emissão, com prazo de vencimento de 60 (sessenta) meses.

A debênture é um valor mobiliário emitido por sociedades por ações, representativo de dívida, que assegura a seus detentores o direito de crédito contra a companhia emissora. Consiste em um instrumento de captação de recursos no mercado de capitais, que as empresas utilizam para financiar seus projetos. A Anima é controladora das faculdades São Judas, Una, UniSociesc, UniBH, AGES, HSM, HSMu, EBRADI, Le Cordon Bleu, Singularity.

As ações afirmativas no Brasil hoje. E as estratégias para mantê-las
Jornal Nexo; 11/11
http://bit.ly/32ARCvk

Ao longo das últimas duas décadas, o Estado brasileiro implementou uma série de políticas de inclusão para a população negra. A mais famosa delas, o sistema de cotas em universidade públicas, é fruto de de pressões da sociedade civil e do diálogo entre instâncias governamentais, ativistas e estudiosos da questão racial. Com a eleição do presidente Jair Bolsonaro em 2018, a aproximação do Estado brasileiro com a temática racial, em consolidação desde a década de 1990, sofreu uma ruptura. Desde o período eleitoral, Bolsonaro se coloca contra a política de cotas, prometendo alterá-la. O presidente já afirmou que políticas afirmativas são “coitadismo” e dividem a população.

Abandono escolar é oito vezes maior entre jovens de famílias mais pobres
Mídia Max; 10/11
http://bit.ly/36QErK5

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou nesta semana dados da Síntese de Indicadores Sociais 2019. De acordo com as informações disponibilizadas na pesquisa, a renda determina os percentuais de abandono e atraso escolar dos jovens de 15 a 17 anos. Na evasão escolar, 11,8% dos jovens mais pobres tinham abandonado a escola sem concluir o ensino médio em 2018. Esse percentual é oito vezes maior que o dos jovens mais ricos (1,4%). No país, cerca de 737 mil pessoas nessa faixa de idade estavam nessa situação no ano passado.

 

Artigo | Riscos da PEC
O Globo; 11/11
https://glo.bo/2X2NJhv

Por Antonio Goes: A Proposta de Emenda Constitucional apresentada pelo ministro Paulo Guedes (Economia) na semana passada prevê mudanças que, caso aprovadas, podem ter profundo impacto no setor educacional. O efeito mais debatido nesse caso é a possibilidade de os percentuais mínimos de investimento exigidos em saúde e educação serem considerados de forma conjunta. Isso daria maior flexibilidade para gestores públicos transferirem recursos de uma área para a outra. Hoje, cada uma tem seu mínimo garantido, separadamente.

Reforma Sindical reapresentada na Câmara; PEC 196/19
DIAP; 11/11
http://bit.ly/2X8s0ES  

A proposta estabelece que a organização de trabalhadores e empregadores será definida por setor econômico ou ramo de atividade, sendo que a base territorial do sindicato será definida pelos trabalhadores ou empregadores interessados, não podendo ser inferior a área de 1 município. Ao impedir que a base territorial não possa ser inferior a área de 1 município, o texto veda a possibilidade de criação de sindicato por empresa.

 

Centrais Sindicais vão às ruas nesta quarta contra o desemprego
Agencia Sindical; 11/11
http://bit.ly/2XegTKI

As Centrais Sindicais Força Sindical, CUT, UGT, CTB, Nova Central, CSB, Conlutas e Intersindical farão ato unitário contra o desemprego, que chega a 13 milhões de pessoas. O protesto será quarta, 13/11,  a partir das 9 horas, em frente ao Teatro Municipal, no Centro de São Paulo.

 

Para bancar novo programa de emprego, governo taxa seguro-desemprego
Estadão; 11/11
http://bit.ly/2K90qlw  

Para bancar o custo do programa que visa incentivar a contratação de jovens entre 18 e 29 anos, o governo resolveu taxar em 7,5% o seguro-desemprego. Na prática, os desempregados vão bancar o novo programa do governo.

 

Sinpro Campinas realiza assembleia de previsão orçamentária para 2020
Sinpro Campinas; 11/11
http://bit.ly/2K90qlw  

O Sindicato dos Professores e Campinas e região realizará, dia 30 de novembro, na sede do Sinpro, às 9h00, a Assembleia Ordinária de Previsão Orçamentária para 2020. Na data, a diretoria do Sinpro vai apresentar a situação financeira da entidade e discutir a sua sustentação. É importante lembrar que a “reforma” trabalhista causou uma drástica diminuição na arrecadação do Sindicato. Todos os professores e professoras estão convidados a participar da discussão.

 

Bolsonaro sobre Lula: “A Lei de Segurança Nacional está aí para ser usada
UOL; 11/11
http://bit.ly/2NXNMH2

“Temos uma Lei de Segurança Nacional que está aí para ser usada. Alguns acham que os pronunciamentos, as falas desse elemento, que por ora está solto, infringem a lei. Agora, nós acionaremos a Justiça quando tivermos mais do que certeza de que ele está nesse discurso para atingir os seus objetivos”, disse Bolsonaro ontem ao site O Antagonista.

 

Em balanço de 300 dias, governo infla medidas, usa dados incorretos e faz panfleto ideológico
Folha de S. Paulo; 11/11
http://bit.ly/2qE7CiT

Na celebração dos 300 dias da gestão de Jair Bolsonaro (PSL), o governo divulgou um balanço que apresenta, entre as medidas, ações superdimensionadas, informações que divergem de dados divulgados por órgãos oficiais e trechos com abordagem ideológica. A cerimônia reuniu autoridades no Palácio do Planalto, na terça-feira (5), para discurso de Bolsonaro e assinatura de projetos.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio