Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 13 de agosto de 2022

9 de fevereiro de 2022

09/02 – assembleia com falta abonada no Sesi/Senai marcada para 25/02, a explosão na aula de química, a fila por vagas na escola pública, e mais: um 14º para aposentados?

.

Sesi/Senai: nesta quinta (10/02) vamos iniciar a negociação, no dia 25 de fevereiro, uma sexta feira, será a assembleia com falta abonada, para deliberar sobre a resposta da instituição às nossas reivindicações. Leia mais aqui:  *https://bit.ly/3stw8iC*

 

 

Campanha salarial 2022 Sesi/Senai: reivindicações unificadas vão à negociação

Radio Peão Brasil; 08/02
https://bit.ly/3rDgH8H

Representantes dos sindicatos integrantes da Federação dos Professores de São Paulo-Fepesp reuniram-se na manhã desta terça-feira, 08/02, para unificar as reivindicações aprovadas em assembleias de professoras, professores e técnicos de ensino no Sesi/Senai de São Paulo.

Os educadores do Sesi/Senai reuniram-se em assembleias locais entre os dias 5 e 7 de fevereiro. As reivindicações dizem respeito à renovação do acordo coletivo de trabalho entre os sindicatos e a instituição e incluem índices de reajuste salarial, abono, valores de benefícios como vale alimentação e vale refeição, além de cláusulas sociais.

Com a pauta de reivindicações consolidada será iniciada a negociação da comissão de negociação da Fepesp com o Sesi/Senai. A primeira rodada de negociação deverá ser realizada na próxima quinta-feira, 10/02. Fazem parte da Comissão de Negociação, coordenada por Celso Napolitano, da Fepesp, as professoras Sandra Baraldi (Sinpro Jundiaí) e Paola Fernanda de Oliveira (Sinpro Campinas), e os professores Aloisio Alves da Silva (Sinpro ABC) e Onassis Xavier (Sinpro Osasco).

 

Explosão em colégio da zona oeste de SP deixa nove alunos feridos
Folha de S. Paulo; 08/02
https://bit.ly/3HE5bzn

Uma explosão em um colégio particular na Vila Sônia, na zona oeste de São Paulo, feriu ao menos nove alunos e uma professora, de 22 anos, segundo afirmou a SSP (Secretaria da Segurança Pública), no início da noite desta terça-feira (8).

No local funciona o colégio CSA Souza e Almeida, que adota o material pedagógico do Sistema de Ensino Objetivo. Por meio de nota, a escola lamentou e explicou o incidente.

A explosão, na rua Aparaó, ocorreu por volta das 13h30 desta terça. Os bombeiros investigam as causas do acidente. Três viaturas foram enviadas até o local.

Conforme a pasta estadual da Segurança Pública, funcionários da escola disseram que a professora realizava uma experiência com ácido sulfúrico no laboratório de química, quando a substância teria espirrado no rosto dela e de alguns alunos que acompanhavam a aula.

 

 

Decano do TCE cobra do governo Doria explicações sobre fila por vagas nas escolas da rede pública
Estadão; 08/02
https://bit.ly/3Hzem3Y

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) deu 15 dias para a Secretaria Estadual da Educação responder um total de sete questionamentos sobre a fila por vagas nas escolas da rede pública.

A notificação, enviada nesta terça-feira, 8, partiu do conselheiro Antônio Roque Citadini, que classificou como ‘urgente’ a necessidade de reverter a situação. Veja os pontos solicitados:
– Capacidade das escolas estaduais de ensino fundamental em 2022 comparado a 2021, 2020 e 2019;
– Quantidade de turmas escolares e de alunos do ensino fundamental em 2022 comparado aos três anos anteriores;
– Quantidade de alunos em 2022 nas escolas aderentes ao Programa Ensino Integral (PEI);
– Quantidade de escolas construídas ou ampliadas para atender a expansão proveniente do PEI;
– Quais escolas contemplaram os alunos que não puderam ser atendidos em 2022 nas escolas aderentes ao PEI.


Minas: crianças de 5 a 11 anos voltam às aulas em BH após decisão judicial
Folha de S. Paulo; 07/02
https://bit.ly/3Bh8v12

Prefeitura havia adiado o retorno para o dia 14, mas decreto foi derrubado

Após decisão de segunda instância, as aulas presenciais estão liberadas para esta faixa etária a partir desta terça (8) na capital mineira.

Em sua decisão, a desembargadora Maria Inês Souza afirmou não haver razões que justifiquem o adiamento do retorno às escolas. Ela também disse que a letalidade da Covid em crianças é baixa, ao justificar o indeferimento.


Entre cortes e retrocessos: a combalida educação básica no governo Bolsonaro
Carta Capital; 07/02
https://bit.ly/3GwT2eh

No último dia 31 de janeiro o INEP divulgou os resultados preliminares para o Censo Escolar 2021. Como já era previsto, o número de matrículas na educação básica em 2021 retrocedeu em aproximadamente 1 milhão quando comparado com o resultado observado em 2020. Esse número mostra que os impactos causados pela pandemia serão sentidos por muito tempo.

Dessa maneira, em um cenário de cortes de gastos ligados à educação, incerteza quanto ao futuro da renda e do emprego, um processo eleitoral que se aproxima, e alinhado com uma política restritiva por parte do Banco Central, as perspectivas de melhora, tanto para a educação como para a qualidade de vida das famílias brasileiras, se tornam cada vez mais fragilizadas.

 

CORONAVÍRUS

Brasil tem 1.189 mortos pela covid-19 em 24 horas, maior marca em seis meses
Rede Brasil Atual; 08/02
https://bit.ly/3sn3L5Q

O Brasil registrou nesta terça-feira (8) 1.189 mortes confirmadas pela covid-19. É a maior marca desde 3 de agosto do ano passado, quando foram computadas 1.209 vítimas. Assim, a média móvel subiu para 820 mortes diárias nos últimos sete dias, se equiparando a níveis de meados do ano passado.

Nas últimas 24 horas, as autoridades sanitárias também identificaram oficialmente mais 77.027 novos casos. Neste indicador, a média móvel voltou a cair para 165.202 novos diagnósticos, a menor em 10 dias. Conforme o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), o país tem, ao todo, 633.810 mortes pela covid-19, com mais de 26,7 milhões de casos.

 

 

TRABALHO

A China é mais liberal do que o Brasil em legislação trabalhista Estadão; 08/02
https://bit.ly/3HGjMKv

“Nós vamos primeiro deixar a torta maior e depois dividi-la corretamente.” Podia ser a fala de algum prócer da ditadura brasileira, mas ela é de Xi Jinping, tranquilizando o Fórum Econômico Mundial sobre a “Prosperidade Compartilhada” – o movimento da ditadura chinesa por alguma redistribuição de renda, que afetou o valor de grandes empresas. É um lembrete interessante de como a ditadura chinesa se concentrou na expansão do PIB e preteriu a construção de um estado de bem-estar social nas últimas décadas.

Uma comparação entre as escolhas de Brasil e China em relação à atuação do Estado pode surpreender alguns leitores, já que não seria exagero falar em Estado mínimo para a política social chinesa.

 

 

E o 14º salário dos aposentados e pensionistas?
Sindicato Aposentados; 07/02
https://youtu.be/-xHdks12bIQ

A TV Aposentado, comandada por Luciano Faccioli, informa sobre a situação do 14º salário dos aposentados e pensionistas brasileiros. Assista, dê like e compartilhe este vídeo com seus contatos.

TV Aposentado é uma iniciativa do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e idosos.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio