Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 09 de agosto de 2022

8 de novembro de 2021

08/11 – Investidora XP entra no ramo de Educação, coordenadores do Enem pedem demissão coletiva, vestibular digital nas particulares, e mais: o adeus ao grande pianista Nelson Freire

.

A federação é entidade agregadora, que representa os sindicatos nas negociações coletivas – e isso começa com a filiação de professoras, professores e auxiliares de administração escolar às suas entidades de base! Veja aqui: https://youtu.be/0HNV5DNodxI

 

 

O NEGÓCIO DA EDUCAÇÃO

Investidora XP compra faculdade IGTI e entra no mercado de ensino superior
Valor Econômico; 06/11
https://outline.com/MRhpXT

Em sua estratégia de ampliar o braço de educação, a XP fechou a aquisição de 100% do Instituto de Gestão em Tecnologia da Informação (IGTI), faculdade de ensino a distância focada nas áreas de tecnologia e inovação. O valor da transação não foi revelado.

Com isso, a XP entra no mercado de ensino superior. Até então, o grupo atuava com cursos livres voltados a temas relacionados à educação financeira. Há ainda uma parceria com o Ibmec em MBAs para pós-graduação, mas nesse caso a XP opera como um canal de distribuição. Hoje, a XP tem 82 mil matriculados nesses cursos.

Segundo Paulo de Tarso, diretor-executivo da XP Educação, cargo que assumiu há duas semanas, após dez anos na Cogna, a meta da XP Educação é ter 1 milhão de alunos dentro de cinco anos, o que significa aumentar em cerca de dez vezes a base atual. Para atingir essa marca, a estratégia é ter alunos da própria faculdade XP, mas voltada à base e meio da pirâmide, e por meio de parcerias com empresas que pagam capacitação aos seus funcionários e com outros grupos educacionais como fornecedores de material didático, edtechs e também concorrentes diretos como a própria Kroton.

 

POLÍTICA EDUCACIONAL

Coordenadores do Enem entregam cargo em meio a denúncia de assédio no Inep
Folha de S. Paulo; 05/11
https://bit.ly/309VdVJ

Em meio a denúncias de servidores de assédio moral da chefia do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), dois coordenadores responsáveis pelo Enem pediram demissão dos cargos. A saída deles, a menos de 20 dias da realização do exame, teria ligação com a atual gestão do órgão.

Os profissionais têm relação direta com o Enem, principal porta de entrada para o ensino superior no país. Pediram demissão o coordenador-Geral de Logística da Aplicação (do Enem e de outros exames), Hélio Júnio Rocha Morais, e o coordenador-geral de Exames para Certificação, Eduardo Carvalho Sousa. Ambos ainda se afastaram das funções de fiscais dos contratos do exame.

 

Instituições particulares devem manter vestibular digital mesmo após pandemia
Folha de S. Paulo; 06/11
https://bit.ly/3kdQQjy

As restrições impostas pela pandemia devem mudar para sempre o processo seletivo das universidades. O modelo tradicional, no qual o aluno vai até a instituição e faz a prova no papel, não existirá mais em algumas instituições particulares.

“A gente já tinha a pretensão de fazer a seleção virtual antes da pandemia. Queríamos entrevistar todos os candidatos, e muitos não são de São Paulo, então não dá para ser presencial. Antes da Covid, a aceitação de algo remoto não era tão grande. A pandemia acabou acelerando isso”, afirma Alexandre Gracioso, vice-presidente acadêmico da ESPM.

 

Opinião: ‘Para muitos jovens, não faz mais sentido correr atrás de um diploma’
FSP; 06/11
https://bit.ly/3H199SJ

Por Cesar Callegari, sociólogo, ex-secretário de Educação Básica do MEC (2012-13): “Todos sabem que o futuro de um país depende de seus jovens. E as juventudes necessitam de um horizonte que hoje o Brasil lhes nega.

É possível e urgente construí-lo com educação básica e superior de qualidade, sustentadas por investimentos vigorosos e continuados que garantam acesso e permanência para todos. Com uma visão ousada e inclusiva de construção de futuro. Com políticas de ingresso no mundo do trabalho que combatam frontalmente a precarização e que se articulem às necessidades estratégicas do país.

O interesse pela educação superior está associado a um projeto de nação que, entretanto, ainda nos falta. Que seja inclusiva, democrática, desenvolvida e socialmente justa”.

 

Comissão aprova projeto que proíbe graduação nas áreas de saúde e educação física a distância
Agência Câmara; 05/11
https://bit.ly/3H55S50

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei que veda a realização de cursos de graduação da área da saúde e de educação física na modalidade de ensino a distância. O texto insere a medida na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB).

O texto aprovado é o substitutivo do relator, deputado Dr. Luiz Ovando (PSL-MS), ao Projeto de Lei PL 5414/16, do ex-deputado e atual senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e apensados (PLs 6858/17, 8445/17 e 7121/17).

O projeto original proíbe o incentivo do governo ao desenvolvimento e à veiculação de cursos de educação a distância (EAD) na área de saúde, como medicina, enfermagem, odontologia, farmácia e bioquímica e educação física.

 

Professor Gentil se aposenta sob aplausos, vencendo estigma do aluno protagonista
Expressão; 05/11
https://bit.ly/31IadL5

Após 32 anos dedicados ao ensino, em Indaiatuba, ele deixa o trabalho como agente transformador.

‘O professor Gentil Gonçales Filho é uma pessoa amorosa que também sabe amar’, assim o secretário de Governo da Prefeitura de Indaiatuba, Luiz Alberto Cebolinha Pereira, definiu o professor Gentil, como é conhecido na Escola Estadual Dom José de Camargo Barros, onde trabalhou a maior parte dos últimos 32 anos.

A frase foi uma das muitas que o professor ouviu em agradecimento de toda a escola e de autoridades do município por seu trabalho no momento em que anunciou a sua aposentadoria esta semana.

E ela é o reconhecimento de que o mestre conseguiu vencer o estigma do aluno protagonista, que hoje é a realidade de todas as escolas, mesmo sendo um professor como eram os de antigamente.


TRABALHO

Impacto da tecnologia na educação é tema de congresso do TRT15
CNJ; 06/11
https://bit.ly/3qdIUCB

A Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (TRT15), em parceria com o Juizado Especial da Infância e Adolescência (Jeia) de Bauru e o Centro Universitário de Bauru (ITE), promoverá, na próxima terça-feira (9/11), o IV Congresso de Proteção aos Direitos das Crianças e Adolescentes, com o tema “O impacto da tecnologia na educação: Desafios e perspectivas”.

O evento, inteiramente telepresencial, dispensa inscrição prévia e será transmitido a partir das 8h pelo canal do Youtube da Escola Judicial.

O diretor da Ejud-15, desembargador João Batista Martins César, abre oficialmente o evento, com a participação do vice-presidente admistrativo da Corte, desembargador Fábio Grasseli, da reitora do Centro Universitário de Bauru, Roberta Cristina Paganini Toledo, da diretora Regional de Ensino de Bauru, professora Gina Sanches, e da secretária municipal da Educação de Bauru, professora Maria do Carmo Monteiro Kobayashi.

 

Trabalhadores lutam para preservar o Bolsa Família dos ataques de Bolsonaro
Rede Brasil Atual; 06/11
https://bit.ly/31wxqja

O fim do Bolsa Família decretado a toque de caixa por Bolsonaro e sua vontade de acabar com legados reconhecidos, na verdade é uma fantasia para desconstruir as políticas de seguridade social e deixar o povo mais vulnerável.

O Auxílio Brasil é um verdadeiro presente de grego. O governo constrói uma proposta que desestrutura as políticas públicas, muda o que funciona, pois não consegue conviver com a sombra do obscurantismo que ele mesmo criou, com foco em ofertar mais recursos para um grupo menor de pessoas e construir algo que tem prazo final de validade, acreditando na reeleição de Bolsonaro.

 

CORONAVÍRUS

Pfizer anuncia nova pílula contra a covid, Europa volta ao epicentro da pandemia
Rede Brasil Atual; 04/11
https://bit.ly/3bOPwir

Segundo farmacêutica americana, testes indicaram 89% de eficácia do Paxlovid na prevenção de internações e mortes pelo coronavírus. “A notícia de hoje é uma mudança autêntica nos esforços globais para deter a devastação desta pandemia”, afirmou o CEO da Pfizer,

Europa em risco – Mas, enquanto a ciência avança na formulação de vacinas e medicamentos para o combate à pandemia de covid, a negação da ciência provoca uma repentina e preocupante aceleração de casos na Europa. Em países como a Alemanha, por exemplo, pacientes não vacinados passaram a lotar os leitos em UTIs desde algumas semanas atrás. O aumento de novos casos e hospitalizações com sintomas graves da doença levou o governo alemão a alertar sobre “uma pandemia que atinge principalmente os não vacinados e que é enorme”.

 

 

 


Adeus, Ne
lson Freire
Radio Batuta, IMS; 05/11
https://bit.ly/3CVfNYf

Esta edição extraordinária de Prelúdios homenageia Nelson Freire, um dos maiores pianistas de todos os tempos, morto em 1º de novembro. Arthur Dapieve destaca que o mineiro nascido em Boa Esperança tinha especial afeto pelos compositores românticos, mas a seleção aqui não se restringe a eles. É uma amostra da beleza que Freire imprimia em todas as suas interpretações.

Repertório:

Chopin. Noturno nº 19, em mi menor (4:35)

Liszt. Valse oubliée nº 1, em Fá sustenido (2:45)

Schubert. Rondó em Lá maior (11:09) – Nelson Freire e Martha Argerich

Bach. Jesus, alegria dos homens (3:40)

Debussy. Suíte bergamasque: III. Clair de lune (4:52)

Beethoven. Concerto para piano nº 5: III. Rondó (Allegro) (10:08) – Nelson Freire e a orquestra do Gewandhaus, de Leipzig, regida por Riccardo Chailly

Brahms. Intermezzi, Opus 117: II. Intermezzo em Si bemol menor (4:21)

Villa-Lobos. Valsa da dor (4:12)

Gluck. Orfeo ed Euridice: Melodie (3:05)

Roteiro e apresentação: Arthur Dapieve, Edição: Filipe Di Castro

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio