6 de agosto de 2019

06/08 – Oposição no Senado contra a ‘reforma’, MPF quer ministro da Educação como réu, Conselho pede que MEC inclua concursos públicos no ‘Future-se’, e mais.

.

Como ficou o dissídio coletivo da Educação Básica?
Educação básica, dissídio: termina hoje, 06/08, o prazo para que o Ministério Público do Trabalho envie sua manifestação e devolva o dissídio para julgamento pelo TRT. Todos atentos, mas com uma certeza: a data base de professores está assegurada e qualquer decisão sobre reajuste e nossos direitos será retroativa a 1º de março.
Leia maishttp://bit.ly/2Kzs4aG.

 


Oposição no Senado quer ampliar discussões 
sobre a reforma e suprimir maldades do governo
Rede Brasil Atual; 06/07
http://bit.ly/2MGSpXd

Os senadores aguardam a chegada da proposta com ansiedade e as lideranças partidárias da Casa já discutem entre si o tratamento a ser dado quanto à tramitação da matéria. Muitos querem aproveitar para incluir no texto regras para estados e municípios, que ficaram fora da tramitação na Câmara. Outros pedem para ser avaliada a retirada de mais itens do texto-base que consideram prejudiciais para a população.

 


Lançamento do livro “Previdência: 
O debate desonesto”, de Fagnani
05/07
http://bit.ly/2yEiH4d

O lançamento ocorrerá no dia 07/08, às 18h, na Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP) – Plenário Franco Montoro, Av. Pedro Alvares Cabral, 201, São Paulo.

 

Em período de alta de desemprego, a mais longa 
pesquisa sobre emprego no país deixa de ser feita
Rede Brasil Atual; 05/07
http://bit.ly/2M4grvA

O levantamento com a maior série histórica sobre mercado de trabalho no país, a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), acabou. A Fundação Seade, ligada à Secretaria de Governo paulista, anunciou o fim da PED, que começou a ser divulgada em 1985, em parceria com o Dieese, na região metropolitana de São Paulo. Durante os anos 2000, a pesquisa  chegou a ser divulgada em sete regiões – além de São Paulo, em Belo Horizonte, Distrito Federal, Fortaleza, Porto Alegre, Recife e Salvador.

 


São Paulo: Dia 13/08, ato no Masp 
em defesa da Educação e das aposentadorias
SinproSP; 01/08
http://bit.ly/2YNomn5

As ruas serão mais uma vez um importante espaço de pressão em defesa da Educação e contra a reforma da Previdência. Depois das grandes manifestações do mês de maio, #15M e #30M, centrais sindicais, entidades estudantis e movimentos sociais estão organizando para 13 de agosto o Dia Nacional de Mobilização, Paralisações, Protesto e Manifestações. Será o #13A. Em sua convocação, a União Nacional dos Estudantes (UNE) reforça a importância de defender a autonomia universitária e protestar contra os cortes na Educação e também contra o projeto Future-se do MEC, que abre caminho para a privatização das universidades federais.

 

São Paulo: Assembleia dos professores 
das Faculdades Rio Branco aceita proposta patronal
SinproSP; 02/08
http://bit.ly/2yGFooj

Reunidos em assembleia no SinproSP, 1o de agosto, professores das Faculdades Rio Branco aprovaram, por maioria de votos, proposta de acordo feita pela Mantenedora para encerrar a ação trabalhista movida pelo Sindicato contra a redução de salários . Os professores, contudo, querem o ajuste de algumas questões como a correção dos valores e o pagamento aos professores que se encontram em licença não remunerada.

 

 


MPF quer manter ministro da Educação réu em ação sobre ‘balbúrdia’
Valor Econômico; 05/08
http://bit.ly/2YznzqN

O Ministério Público Federal (MPF) no Rio Grande do Norte se posicionou pela manutenção do ministro da Educação, Abrahan Weintraub, na lista de réus da ação civil pública (ACP) por danos morais coletivos decorrentes de declarações feitas em abril deste ano referentes às universidades públicas. A ação exige o pagamento de R$ 5 milhões a alunos e professores de instituições federais de ensino.

 

Conselho pede que MEC inclua concurso
público em contratos de universidades
 

UOL; 05/08
http://bit.ly/2OKKJFY

O Confies, conselho que reúne as fundações de apoio às instituições de ensino superior e pesquisa, pediu hoje ao MEC (Ministério da Educação) para que a realização de concurso público para seleção de pessoal seja incluída no projeto de lei do Future-se. A sugestão consta de um documento apresentado à pasta. O ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou que o Future-se pode liberar a contratação de professores universitários sem concurso, via CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), por meio de OSs (Organizações Sociais).

 

Projeto “Future-se” é o fim da democratização
das universidades, avalia reitor da UFC

Brasil de Fato; 05/08
http://bit.ly/31jX8lB

Com a ideia central de diminuir a participação do Estado na manutenção das federais, o plano de financiamento defendido por Abraham Weintraub, ministro da Educação, permitirá que Organizações Sociais (OSs) compartilhem a gestão das universidades. O Future-se também permitirá a contratação de professores sem concurso público. Henry Campos, reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), analisa que o projeto abre espaço para a privatização do ensino superior. “É inadmissível conviver com uma proposta dessa em um momento em que as universidades são duramente penalizadas com cortes sucessivos em seus orçamentos”.

 


Future-se: uma proposta de quem não conhece a realidade
da universidade, com Renato Janine Ribeiro

Instituto Humanitas Unisinos; 05/08
http://bit.ly/2ZAAm8P

Além dos ataques e críticas às universidades públicas, o governo lança agora um programa: o Future-se, que, para muitos especialistas, fere a liberdade e autonomia e compromete o financiamento das instituições públicas. O ex-ministro da Educação, professor Renato Janine Ribeiro, é um dos que teme essas mudanças. “Essa proposta revela um desconhecimento da realidade universitária”, destaca, na entrevista concedida por telefone à IHU On-Line. “Fala-se muito, é um discurso mais ou menos automático de quem não conhece a universidade, de que a universidade não quer cooperar. Mas não é essa a realidade. Já existe uma série de mecanismos que podem ser bem utilizados”, acrescenta.

 

Prouni abre inscrições para bolsas
remanescentes em universidades privadas

G1; 05/08
https://glo.bo/2M3mv7E

As inscrições para bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos (Prouni) começam nesta segunda-feira (5) e se estendem até o dia 30 de setembro. Para quem ainda não estiver matriculado em uma instituição de ensino, o prazo é mais curto: termina em 16 de agosto.

 




Oito escolas da zona leste de SP terão vacina contra sarampo
Jornal Agora; 05/08
http://bit.ly/2M3u3XX

A Prefeitura de São Paulo inicia nesta terça-feira (6) vacinação contra o sarampo nas escolas municipais. A ação será em oito escolas que fazem parte da DRE (Diretoria Regional de Educação) São Miguel Paulista (zona leste), e que têm estudantes de EJA (Ensino Médio e Jovens e Adultos).

 

 


Inteligência Artificial chinesa pode revolucionar a educação
Olhar Digital; 05/08
http://bit.ly/33i2QGk

A China está apostando em uma Inteligência Artificial (IA) chamada Squirrel para ensinar diferentes matérias aos alunos em suas escolas. A ideia é que a tecnologia funcione como um tutor particular e trabalhe em áreas nas quais o aluno apresenta dificuldades. O MIT Technology Review publicou reportagem que mostra como Zhou Yi, um estudante chinês, foi capaz de, em dois anos, passar de um resultado de 50% de acerto nos testes para 85%.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio