Federação dos Professores do Estado de São Paulo, 02 de outubro de 2022

4 de março de 2020

04/03 – o repúdio à violência da PM contra sindicalistas, alimentação escolar, atos pelo Dia Internacional da Mulher – e mais.  

.

Coronavírus? Nesta volta às aulas e com a concentração de nossos escolares e estudantes em sala, é muito importante estar bem informado para evitar pânico e prevenir a disseminação dessa ou de outras doenças virais. Saiba mais: http://bit.ly/3coV02e

 

Inserir Salário-Educação no Fundeb prejudica a alimentação escolar, diz nota técnica da Campanha Nacional pelo Direito à Educação
CNDE; 03/03
http://bit.ly/2VLtjLc

Relatório, na prática, atende a demanda do Governo Federal e reduz “a quase zero” recursos disponíveis para a alimentação escolar.

O substitutivo à PEC 15/2015, que cria o novo Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), inviabiliza orçamentariamente o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), prejudicando a aprendizagem e a saúde dos estudantes.

Entre esses programas, a redução mais drástica seria no Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), que é financiado por recursos do Salário-Educação. Acesse a íntegra da nota técnica da Campanha Nacional pelo Direito à Educação.

 



Semana decisiva para definir Fundo bilionário para educação
R7; 04/03
http://bit.ly/2PLvBpL

O parecer da deputada Dorinha Rezende (DEM-TO) sobre o Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e dos Profissionais da Educação) deve ser votado nesta quarta-feira (4) pela Comissão Especial na Câmara.

A proposta da deputada é que o Fundo seja permanente. Ela também sugere maior participação do governo federal no financiamento da educação básica, começando em 15% e aumentando um ponto percentual por ano, até atingir o índice de 20%, em um prazo de seis anos.

 
Jovens criam impressora capaz de transformar textos digitais em braile
G1; 04/03
https://glo.bo/2IoJV3n

Estudantes de Registro, cidade localizada no interior de São Paulo, criaram uma impressora que transforma textos digitais em braile. O equipamento, que foi desenvolvido com o intuito de propiciar maior inclusão social para pessoas com deficiências visuais, é feito com materiais de baixo custo. Por meio de um aplicativo, o texto é convertido e enviado para a impressora, que entrega os textos impressos em braile.

A impressora foi criada pelos jovens Victor Oussawa, Henrique Oliveira e Willian Pioker, todos com 17 anos e estudantes do Ensino Técnico de Informática Integrado ao Médio da Etec de Registro. A ideia surgiu de William, que compartilhou com os amigos. Juntos, eles resolveram criar o equipamento que virou tema do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

“Eu tinha uma máquina que desenhava em madeira. Pelo computador, eu mandava o desenho e ela fazia a impressão, como se fosse em 3D. Por isso, veio a ideia de fazer a impressora braile e começamos a desenvolvê-la”, conta.


Ministério Público diz que ato de Weintraub em universidades é contra democracia
Folha de S. Paulo; 04/03
http://bit.ly/2IvmZ2R

A medida provisória 914, que tramita no Congresso e muda a forma de escolha de dirigentes de universidades e institutos federais, entrou na mira da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC). Nota técnica dos procuradores diz que a proposta viola a gestão democrática na educação.

Segundo a Procuradoria, a MP diminui a participação da sociedade civil. A nota afirma também que a urgência pedida na medida provisória impede um debate sério sobre o tema.

 


Por autorregulação, faculdade privada estuda diploma digital

Valor Econômico; 02/03
https://glo.bo/2PIhnGg

Estimulado pelo Ministério da Educação (MEC), o setor privado de ensino superior iniciou estudos para desenvolver uma plataforma de blockchain para cuidar do registro digital de diplomas. A medida é tida como o primeiro passo em direção à autorregulação do segmento, algo defendido pelo ministro Abraham Weintraub em declarações públicas desde o ano passado.

Os dois lados entendem que a virada para uma autorregulação total é de difícil operacionalização administrativa e jurídica no curto prazo. Logo, a primeira fase seria deixar o setor privado 100% responsável pela emissão e registro de diplomas. A sugestão veio de Weintraub e foi acatada por 14 entidades que representam as faculdades particulares.

 

 

Sábado, dia 07/03 – Campinas tem ato pela vida das mulheres
Sinpro Campinas; 03/03
http://bit.ly/2PM8Geh

No dia 07 de março, véspera do dia internacional da luta feminina,  Campinas fará manifestação em defesa da vida das mulheres. No ato, ainda serão lembradas pautas como a defesa da democracia e direitos, repúdio ao governo fascista de Bolsonaro, repúdio ao desmonte do SUS e da Educação e justiça por Marielle Franco.

A manifestação começa às 9h00, no Largo do Rosário.


8 de março: movimento de mulheres fará protestos contra Bolsonaro
Catraca Livre; 03/03
http://bit.ly/2VH9Yuy

O Dia Internacional da Mulher, em 8 de março, promete ser marcado por atos contra o presidente Jair Bolsonaro. Movimentos de mulheres organizam manifestações em diversas cidades pelo país em repúdio a pautas do governo federal, como a reforma da Previdência.

Em São Paulo, o protesto acontecerá na Avenida Paulista, a partir das 14h. O evento no Facebook já tem 2,4 mil pessoas confirmadas e 5,1 mil interessadas. “Por nossas vidas, democracia e direitos! Justiça para Marielle, Claudias e Dandaras!”, diz a descrição.

 

Sindicatos repudiam ação da PM e do governo para aprovar reforma da Previdência
Agora; 04/03
http://bit.ly/2TERfgv

Para eles, houve truculência policial nos disparos de balas de borracha e na utilização de gases de efeito moral. Assim que for promulgada, a emenda constitucional irá aumentar a idade mínima de aposentadoria no estado de SP, elevar as alíquotas de contribuição de 11% para 14% e alterar o cálculo do benefício.

 

20 Modelos de plano de aula para Educação Infantil
Escola Educação; 03/03
http://bit.ly/2x9MGn3

Atividades práticas são fundamentais para o exercício da aprendizagem. As mais conhecidas são os trabalhos em grupo, com confecção de cartazes, painéis, exposições, feiras, maquetes e rodas de discussão.

Para ajudar nessa missão, nós, do Escola Educação, criamos uma lista com alguns modelos de plano de aula para educação infantil, que visa ajudar os profissionais da educação a planejar e transformar seus processos de ensino nas escolas.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 FEPESP - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio