21 de julho de 2018
 
 
Enviar por email
RSS
Imprimir

Sindicato coloca escola na linha: depois de agressão a professor, colégio de Osasco irá ao Sinpro para esclarecimentos

02/03/2018

Na manhã desta sexta-feira (02/03), o professor e diretor do Sindicato dos Professores de Osasco e Região Renato Carlos da Silva foi agredido em frente ao Colégio Bela Vista, na região central, enquanto divulgava, entre outros fatos, que a instituição não está cumprindo a Convenção Coletiva de Trabalho. 

"Eu estava no carro de som, em frente à escola, do outro lado da rua [como mostra a foto]. O rapaz saiu de dentro da instituição e tentou pegar a pauta que eu estava lendo. Eu não deixei, fui me defender e ele deu o soco", conta o professor, que compareceu ao 6º DP de Osasco, para registrar um boletim de ocorrência e fazer exames de corpo de delito.

Na pauta, o professor denunciava o fato de o colégio impossibilitar o contato do sindicato com os trabalhadores, além do constrangimento sofrido por alguns e o pagamento de salários atrasados. 

Diante da ação do sindicato e da solidariedade dos professores da escola, o colégio reconheceu nofinal do dia que há irregularidades e irá ao Sinpro Osasco na próxima segunda-feira (05/03) para esclarecimentos. Além de correção das irregularidades, o sindicato exige a retratação e a punição do agressor.

O presidente do Sinpro Osasco, professor Onassis Xavier, declarou que a entidade será firme não só neste caso do Colégio Bela Vista, mas diante de todas as escolas da rede privada na região. "Não podemos tolerar essa atitude anti-sindical. As professoras e professores devem ser respeitados no seu direito de representação", disse o professor.

Comentários
0 comentário(s)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Insira os caracteres abaixo