23 de maio de 2018
 
 
Enviar por email
RSS
Imprimir

[Notícia do dia - 07/02/2018]

07/02/2018

Hoje (07/02),  no Clipping Fepesp, as principais notícias:

- Presidente do DIAP explica resultados de análise sobre Eleições 2018
- Por que os juízes pressionam contra a reforma da Previdência?
 

 

>> Mundo Sindical

Temer diz estar 'aberto ao diálogo' com parlamentares para aprovar Reforma da Previdência
(G1; 07/02)
https://goo.gl/LZX78x

O presidente afirmou ainda que o número de votos de parlamentares favoráveis à reforma "está aumentando sensivelmente". "Eu acredito que até o dia 20, 21 deste mês de fevereiro nós teremos votos suficientes para votar", disse.

Por que os juízes pressionam contra a reforma da Previdência?
(Carta Capital; 06/02)
https://goo.gl/HjeJBP

Rechaçada por grande parte dos brasileiros, a reforma da Previdência também é impopular no Judiciário e no Ministério Público. Na quinta-feira 1º, a Associação de Juízes Federais (Ajufe) enviou uma carta à Carmen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, como parte de uma campanha de diversas entidades de magistrados e procuradores contra as mudanças nas aposentadorias.

Arthur Maia: apresentação do novo texto da Previdência será feita nesta quarta
(InfoMoney; 06/02)
https://goo.gl/PVM8KE

Segundo ele, a nova versão trará uma novidade: concessão de pensão integral a viúvas e viúvos de policiais mortos em combate.

Centrais ocupam aeroportos contra a reforma da Previdência
(Agência Sindical; 07/02)
https://goo.gl/4wrmui

Com o fim do recesso parlamentar e a volta dos deputados às atividades no Congresso Nacional, as Centrais Sindicais aproveitam o retorno dos parlamentares a Brasília para fazer blitzes nos aeroportos de todo o País para intensificar a pressão contra a votação da reforma da Previdência.

 

>> Educação Básica

Continuamos longe de garantir condições mínimas na Educação
(Estadão; 07/02)
https://goo.gl/XYKHgX

Os novos dados do Censo Escolar nos mostram que ainda não conseguimos dar os passos largos necessários para superar desafios educacionais ainda do século 20. Avanços importantes têm sido empreendidos pelo País para ampliar o acesso à Educação Infantil, por exemplo, mas os indicadores relacionados à qualidade do ensino seguem preocupantes.

Receita de boa educação inclui caça a pais e reforço preventivo
(Folha; 07/02)
https://goo.gl/vL5UzX

O ciclo escolar recomeçou nos últimos dias na maior parte do país e, com ele, ressurge o desafio premente de melhorar a qualidade da educação brasileira.

Nossos resultados gerais em testes de aprendizagem nos últimos anos não foram nada vistosos. Mas, como em muitos casos, as generalizações aqui não dizem tudo.

 

 

>> Assuntos Gerais

Presidente do DIAP explica resultados de análise sobre Eleições 2018
(Record News; 07/02)
http://bit.ly/2sdLXy6

Celso Napolitano, presidente do DIAP (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar), comenta a possível renovação política para as Eleições 2018.

Ministro interino do Trabalho contratou FGV por R$ 5 milhões sem licitação
(Folha; 06/02)
https://goo.gl/Zp4Js4

A chegada de Helton Yomura à secretaria-executiva do Ministério do Trabalho, em outubro de 2017, fez deslanchar uma contratação que há mais de um ano ele tentava emplacar na pasta.

Tribunal reafirma que professor é categoria diferenciada
(Contee; 06/02)
https://goo.gl/5hGgLX

A Seção de Dissídios Individuais (SDI1) do Tribunal Superior do Trabalho (TST) reafirmou o entendimento de que professor é categoria diferenciada, não importando onde a sua função é exercida, a nomenclatura constante de sua CTPS e se possui título e registro no MEC, caracterizando-se como ilegal o seu enquadramento como instrutor. À SDI1 cabe a uniformização da jurisprudência da Justiça do Trabalho em âmbito nacional.

Temer está convencido de que não tem nada a perder se disputar reeleição
(Folha; 07/02)
https://goo.gl/DTnKSL

Inflado por otimistas, acredita numa melhora do ambiente econômico capaz de levar sua popularidade a dois dígitos até maio.

O “centro” político busca candidato ideal para o mercado
(Agência Sindical; 07/02)
https://goo.gl/kLRSXR

O chamado “centro” político, que é como a direita passou a se autodenominar, está em busca de um candidato que seja liberal, do ponto de vista econômico, e conservador, do ponto de vista dos valores, como diz o empresário varejista Flávio Rocha, dono do grupo Riachuelo. E acrescento: fiscalista, do ponto de vista da gestão.

Comentários
0 comentário(s)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Insira os caracteres abaixo