18 de dezembro de 2018
 
 
Enviar por email
RSS
Imprimir

IX CONSIND FEPESP - Carta de Praia Grande

07/11/2018

SINDICATOS REAFIRMAM
DEFESA DE LIBERDADE DE ENSINO
E UNIDADE DE AÇÃO

Reunidos no seu Conselho Sindical no fim de semana de 9 e 10 de novembro em Praia Grande, os sindicatos integrantes da Fepesp decidiram pela reorganização de sua estrutura federativa para fazer frente a qualquer novo ataque do governo eleito de extrema-direita à representação dos trabalhadores em estabelecimentos de ensino na rede privada de São Paulo.

Este foi o IX Consind da Fepesp. Como indicativo das ações que a Federação e os Sindicatos irão adotar nas próximas semana e meses, um manifestofoi aprovado por aclamação: é a Carta de Praia Grande - leia a seguir:

CARTA DE PRAIA GRANDE

Reunidos em seu Conselho de Sindicatos, quando o Brasil se vê diante de uma encruzilhada histórica que desafia o processo civilizatório consagrado pela Declaração Universal dos Diretos Humanos – que agora em dezembro completa 70 anos e cujos preceitos fundamentais estão refletidos na Constituição Democrática de 1988, agora completando os seus trinta anos – os sindicatos integrantes da Federação dos Professores de São Paulo – Fepesp, que também assinala trinta anos desde a sua formação, conclamam todos os seus representados a não abrir mão do que lhe é mais caro.

O momento é grave e exige medidas que, ao ver nossa dignidade colocada sob pressão, exigem coragem para o enfrentamento com a serenidade e a firmeza de quem tem certeza de uma causa justa.

Por isso não podemos deixar de:

- enfatizar, com toda nossa energia, a defesa da liberdade de ensino como um direito e com as garantias constitucionais que ainda vigoram nesta terra;

- voltar a centrar barreiras contra uma reforma da previdência que penaliza quem trabalhou por toda uma vida almejando amparo na velhice e sem levar em consideração que será o desenvolvimento econômico que irá garantir os recursos previdenciários necessários, com auditoria completa das contas da seguridade social;

- denunciar a expansão do ensino a distância aos mais jovens, considerando ser inaceitável a privação da convivência escolar e da sociabilização proporcionada pela escola nos anos formativos da educação básica;

- insistir, persistir e não desistir da organização associativa dos trabalhadores, da defesa da unicidade sindical, do fortalecimento dos sindicatos, da luta de todos os trabalhadores, buscando a universalidade da contribuição de sindicalizados ou não-sindicalizados para a sustentação financeira de suas confederações, federações e sindicatos;

Sempre defendemos e defenderemos todos os trabalhadores em estabelecimentos de ensino contra a injustiça, pela valorização do ensino e de quem contribui para a educação do nosso povo.

Sindicato forte é a nossa resposta. Estamos acostumados à luta, de forma unitária e determinada. Contra a mentira, a exploração, a discriminação de gênero, raça ou origem, a entrega de nossas riquezas e na defesa de valores inalienáveis, professoras, professores, auxiliares de administração escolas dizem ‘presente!’.

Praia Grande, 10 de novembro de 2018

Federação dos Professores do Estado de São Paulo : Sinpro ABC • Sinpro Araçatuba e Birigui • Sinpro Bauru • Sinpro Campinas • Sinteee Franca • Sinpro Guapira • Sinpro Guarulhos • Sinpro Jacareí • Sinpro Jaú • Sinpro Jundiaí • Sintee Lins • Sinpro Osasco • Sintraensino Ourinhos • Sintee Presidente Prudente • Sinpaae Ribeirão Preto • Saae Rio Preto • Sinpro Santos • Sinpro São Carlos • Sinpro S. José do Rio Preto • Sinpro São Paulo • Sinpro Sorocaba • Sinpro Taubaté • Sinpro Unicidades • Sinpro Vales • Sinpro Valinhos

CONSELHO DE SINDICATOS:
A ORGANIZAÇÃO DE PROFESSORES E
AUXILIARES DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR

A reunião do Conselho foi realizada para organizar a ação dos sindicatos diante do novo cenário político do país – especialmente quanto ao cerceamento da atividade dos sindicatos e os desafios impostos pela ‘reforma’ trabalhista.

“Mais do que nunca, temos que nos organizar em torno de um sindicato forte”, diz Celso Napolitano, presidente da Fepesp. “Um sindicato forte é a nossa resposta à crise, à afronta aos trabalhadores, em defesa da liberdade de ensino e pela blindagem de nossos direitos contra os avanços da reforma contra os trabalhadores”.

O Conselho de Sindicatos, Consind, é a segunda instância deliberativa da Federação dos Professores, inferior apenas ao Congresso da entidade. Este será o nono Consind dos professores e auxiliares de administração escolar na rede privada de ensino do Estado de São Paulo.

Esta reunião do Consind foi realizada em Praia Grande, no ginásio da Colônia de Férias do Sindicato dos Professores de São Paulo.

 

Comentários
0 comentário(s)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Insira os caracteres abaixo