25 de junho de 2017
 
 
Enviar por email
RSS
Imprimir

Entidades se posicionam contra as reformas do governo Temer

12/04/2017

Com a perspectiva da retirada de direitos conquistados há anos,  diversas entidades se posicionaram contra as propostas de Reformas Trabalhistas e Previdenciárias do governo Michel Temer. Confira:

A OAB se posicionou oficialmente contra a Reforma da Previdência. Mais de 35 entidades assinaram o documento.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) também se posicionou contra as reformas. 

A maioria dos ministros do Tribunal Superior do Trabalho se posicionou contra uma possível desconstrução do Direito do Trabalho no Brasil.

Mais de 1,5 mil juízes do Trabalho associados à Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) também se mobilizaram contra a reforma trabalhista.

A Câmara Episcopal da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil manifestou preocupação com o Projeto de Reforma da Previdência (PEC 287/2016), Projeto de Reforma Trabalhista, e a recentemente aprovada Lei da Terceirização, questionada pelo Ministério Público no Supremo Tribunal Federal.

 

Comentários
0 comentário(s)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Insira os caracteres abaixo